sábado, 25 de março de 2017

Na estreia do técnico Vadão, Guarani tem retorno do zagueiro Diego Jussani em Diadema

A estreia do técnico Osvaldo de Alvarez, o popular Vadão, ex-Seleção Brasileira Feminina, será a grande novidade do Guarani para o confronto deste domingo (26/3), com o vice-líder Água Santa, em Diadema, pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2).

E o novo treinador poderá contar com importante reforço. O zagueiro Diego Jussani, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo no empate da última quarta-feira com o Velo Clube, volta a ficar à disposição do Guarani.

``Estive em campo em praticamente todos os jogos do Guarani na temporada e foi difícil apenas assistir à partida contra o Velo. Mas aproveitei a semana para trabalhar ainda mais forte e estou pronto para ajudar a equipe no domingo em Diadema´´, disse o defensor.

Jussani reconhece que o compromisso do final de semana será um dos mais difíceis do Bugre na competição, mas confia na conquista de bom resultado.

``O Água Santa vem fazendo excelente campanha e é forte candidato na luta para subir de divisão. Sabemos que a tarefa não será fácil, mas o Guarani também conta com bom elenco e tem possibilidades de lutar pela vitória, mesmo jogando fora de casa´´, concluiu o zagueiro.




Fonte: Tática Assessoria

Pelo Paulistão, São Bento busca ampliar tabu sobre a Ponte Preta para escapar da degola

O São Bento encara a Ponte Preta neste domingo (25/3), às 18h30, no Estádio Walter Ribeiro (CIC), em Sorocaba, pela 11ª rodada, a penúltima da primeira fase do Campeonato Paulista. Na rodada passada, o Bentão perdeu, em casa, para o Santos por 2 a 0, enquanto que a Alvinegra de Campinas empatou, fora de casa, com o Santo André por 3 a 3.
O Azulão sorocabano, que tem o pior ataque da competição, está na lanterna do grupo C, com 10 pontos, a três do Novorizontino, o segundo da chave. Já a Macaca é a segunda colocada do grupo B, com 16 pontos, mesmo número de pontos do líder Santos e dois pontos acima do Mirassol, o terceiro da chave.

Na classificação geral, o São Bento aparece na 13ª posição da tabela, um ponto a mais que a Ferroviária, que abre a zona de rebaixamento. A Ponte é a quinta colocada.

Tabu desde 1991

Na luta contra o rebaixamento, o São Bento busca vitória que não acontece há quase 26 anos. A última vez que o Bentão derrotou a Ponte foi pelo placar de 1 a 0, em Sorocaba, gol contra do zagueiro Hélio, em partida valida pelo Paulistão de 1991. Naquela oportunidade, o técnico beneditino era Nei Roz, e o goleiro da Macaca era João Brigatti, auxiliar que vinha interinamente no cargo de treinador.

De lá para cá, São Bento não perdeu mais para a Macaca. As duas equipes se enfrentaram mais três vezes, com três empates.

Retrospecto desfavorável

Rivais desde 1935, as duas equipes se enfrentaram em 68 ocasiões, entre amistosos, jogos do Paulistão, Série A-2, Seletivo Paulistinha, torneios organizados pela FPF e CBF. Foram 31 vitórias para a Ponte, 10 para o São Bento, e 27 empates.

Pelo Paulistão foram 44 jogos, com 24 vitórias da Macaca, 16 empates e apenas quatro vitórias beneditinas.

No encontro mais recente, houve empate sem gols, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela quinta rodada do Campeonato Paulista do ano passado.



Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Pela Segunda Divisão, Portuguesa defende tabu contra lanterna União Barbarense no Canindé

Em busca da reabilitação, a Portuguesa enfrenta o União Barbarense, neste domingo (26/3), às 16 horas, no Canindé, em São Paulo, pela 13ª rodada da Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista. Na rodada passada, a Lusa perdeu, fora de casa, para o Juventus por 3 a 1, enquanto que a equipe de Santa Bárbara D’Oeste venceu, fora de casa, o Bragantino por 2 a 0.

O time do Canindé aparece na 13ª posição da tabela com 13 pontos, mesma pontuação do XV de Piracicaba, que abre a zona de rebaixamento. Do outro lado, o Leão da Treze segura a lanterna da competição, com apenas sete pontos ganhos.

Rivais desde 1999, as duas equipes já se enfrentaram oito vezes na história. O retrospecto favorece a Portuguesa, que venceu quatro duelos, empatou três e sofreu apenas um revés. A Lusa marcou 14 gols, contra 12 dos barbarenses.

A única vitória do União no confronto aconteceu há 18 anos. Na oportunidade, o Leão da Treze goleou a Portuguesa, que era dirigida pelo técnico Zagalo, por 5 a 1, no Canindé, pelo Paulistão de 1999. Desde então foram mais cinco duelos entre as duas equipes, com três vitórias da Lusa e dois empates.

No último encontro, com gols de Nathan e Renan, a Portuguesa venceu, de virada, o União por 2 a 1, no estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães, a Toca do Leão, em Santa Bárbara D'Oeste, pela 11ª rodada da Segunda Divisão (Série A-2) do ano passado. Leomar marcou para os barbarenses.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Por vaga às quartas do Paulistão, Ituano busca igualar retrospecto com a Ferroviária

O Ituano enfrenta a Ferroviária neste sábado (24/3), às 19 horas, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela 11ª e penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Na rodada passada, o Galo de Itu venceu, em casa, o Linense por 5 a 1, enquanto que o adversário empatou sem gols, fora de casa, com o São Bernardo.

O Rubro-negro é o terceiro colocado do grupo A, com 13 pontos, mesmo número de pontos do Botafogo, o segundo da chave. Do outro lado, a Ferrinha, que briga desesperadamente contra degola, aparece na lanterna do grupo B, com 9 pontos.

Na classificação geral da competição, o Ituano é o 10º colocado e a equipe grená de Araraquara está em 15º lugar, um ponto atrás do São Bernardo, o primeiro fora zona de rebaixamento.

Rivais desde 1990, as duas equipes se enfrentaram 16 vezes. Foram seis vitórias da Ferroviária, contra cinco do Ituano, e mais cinco duelos que terminaram empatados. O Galo de Itu leva vantagem nos gols marcados, 19 contra 17 da Ferrinha.

No encontro mais recente, com gols de Marcelinho, Wellington Simião e Ruan, o Ituano venceu a Ferroviária por 3 a 2, no Estádio Novelli Junior, em Itu, pela sexta rodada do Campeonato Paulista do ano passado. Rossetto e Rafinha marcaram para a Ferrinha.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

sexta-feira, 24 de março de 2017

São Bernardo ainda sonha com vagas nas quartas de final do Paulistão

De volta ao time titular, Anderson Conceição atuou durante os 90 minutos no empate de do São Bernardo com a Ferroviária, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista, na antepenúltima partida da primeira fase.

A partida, que terminou em 0 a 0, não era o resultado esperado pelo zagueiro. Apesar disso, Anderson fez questão de destacar o setor defensivo do Bernô, que não saia de campo sem sofrer gol desde a quinta rodada.

``Realmente nosso objetivo era sair com a vitória, seria muito importante para nós na tabela de classificação. Mesmo assim, não foi atuação ruim, fizemos boa partida defensivamente, faltou fazer o gol. Fiquei feliz por voltar à titularidade, agora é dar sequência e focar na batalha do final de semana´´, avaliou o jogador de 27 anos, que tem passagem pelo futebol da Espanha e dos Estados Unidos.


Com duas rodadas restantes para o fim da primeira fase do estadual, Anderson Conceição se mostra confiante na classificação para as quartas de final. O São Bernardo está apenas três pontos atrás da dupla Botafogo e Ituano. O líder Corinthians já está classificado.

``O campeonato está bastante equilibrado. Resta ainda uma vaga no nosso grupo e vamos em busca dos seis pontos nessas últimas rodadas para conseguir classificar. Sábado é nossa primeira decisão contra o Linense´´, finalizou.


O confronto entre Linense e São Bernardo acontece às 16 horas, em Lins.







Fonte: AV

Mogi Mirim busca reação contra Penapolense para sair da zona do rebaixamento

Esquecer o desastre diante do São Caetano, quando apanhou por 6 a 0, fora de casa, e retomar a reação no Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2). Este é o pensamento de comissão técnica e jogadores do Mogi Mirim, que continuam temendo o fantasma do rebaixamento.

Neste sábado (25/3), o Sapão da Mogiana enfrenta o Penapolense, a Pantera da Noroeste, no Estádio Vail Chaves, às 16 horas. A partida será válida pela 13ª rodada da Segundona, e a vitória pode tirar o Mogi Mirim da zona do rebaixamento.

Atualmente, o Sapo ocupa a 17ª posição na tabela de classificação com 11 pontos. Já o Penapolense aparece na sexta colocação, com 20 pontos, e ainda sonha com o G-4.

No histórico de confrontos no Paulista, de 2013 a 2015, as duas equipes se enfrentaram em três oportunidades: duas no Vail Chaves e uma no Tenente Carriço, em Penápolis.

No Vail Chaves, o Sapão da Mogiana nunca perdeu para a Pantera da Noroeste. Nos dois confrontos disputados, o Mogi venceu todos. Em 2013, com dois gols do meio-campista Carlos Alberto e do atacante Wagninho, o Sapo bateu a Pantera pelo placar de 3 a 0.

Já em 2015, o placar foi mais apertado. Com gols do atacante Thomas Anderson, o Mogi derrotou o Penapolense pelo placar de 2 a 1. Para a Pantera anotou o atacante Léo Arthur.

A única derrota do Sapo ocorreu em 2014, no Estádio Tenente Carriço, em Penápolis. O Mogi Mirim foi superado pelo placar de 2 a 1. O atacante Alexandro marcou os dois gols do Penapolense, enquanto o atacante Rivaldinho descontou para o Sapão da Mogiana.

Mesmo parte integrante do incômodo grupo do Z-6, o Mogi Mirim aparece, ao lado do São Caetano, como o ataque mais positivo da Série A-2, com 21 gols em 12 rodadas.

O atacante Miguel, com cinco gols, e o atacante Edinho, com quatro, são os artilheiros do Mogi Mirim na Segunda Divisão. O meia Pretinho, com três gols, e o atacante Formiga, com dois gols, também estão entre os goleadores do Sapo.





Fonte: assessoria de imprensa do Mogi Mirim

Gol anima Marcelinho no Ituano: "Podemos surpreender"

Na goleada sobre o Linense por 5 a 1, na noite da última terça-feira (21/3), o atacante Marcelinho fez o seu primeiro gol no Campeonato Paulista deste ano. O triunfo, inclusive, colocou o Ituano na zona de classificação, na terceira posição, mas com os mesmos 13 pontos do vice-líder Botafogo, no grupo A, do líder e classificado Corinthians.

Remanescente do título paulista de 2014, Marcelinho quer ser novamente fundamental ao Ituano. Naquele ano, o atacante marcou o gol da vitória sobre o Palmeiras, no Pacaembu, pela semifinal do Paulistão.

``Um gol anima qualquer atacante e comigo não é diferente. Estava em busca dele e saiu no momento certo. Conquistamos grande vitória e voltamos para a briga por vaga na próxima fase. Temos de manter essa pegada nos dois próximos jogos, pois teremos só decisões agora´´, ressaltou Marcelinho, camisa 10 do Ituano.

Revelado nas categorias de base do Corinthians – campeão da Copinha de 2009 –, Marcelinho se vê muito mais experiente e acredita que o Ituano possa surpreender neste Paulistão.

``O Roque Júnior chegou e conseguimos novos resultados no campeonato. Isso tem animado o elenco todo. Fico feliz em poder ajudar, me sinto bem. É um grupo com jogadores jovens e outros mais experientes. Procuro dar minha parcela de contribuição para que possamos mais uma vez surpreender os grandes´´, ressaltou o jogador.





Fonte: Futpress

São Caetano encara Oeste para seguir na liderança da Segunda Divisão do Paulista

Após golear o Mogi Mirim por 6 a 0, na rodada passada, o São Caetano tem outro desafio na abertura da 13ª rodada da Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista. O jogo desta vez será diante do decadente Oeste, que está ameaçado pelo fantasma do rebaixamento, nesta sexta-feira (24/3), às 21 horas, no estádio Anacleto Campanella, na cidade de São Caetano do Azul.

A partida será transmitida ao vivo para todo Brasil pelo SporTV. Narração de Jorge Vinicius, comentários de Luiz Ademar e reportagens de Jason Mathias.

Vindo de dois triunfos consecutivos no estadual, o Azulão está atualmente com 25 pontos conquistados. O mesmo número de pontos do vice-líder Água Santa, de Diadema, mas uma vitória a mais. A vitória mantém o São Caetano na liderança sem depender de nenhum resultado.

Em 13 partidas disputadas por competições oficiais, o São Caetano leva vantagem com quatro resultados positivos, contra dois a favor do ex-time de Itápolis, que agora tem a sua sede na cidade de Barueri. Seis embates terminaram empatados.

Atuando como mandante, a vantagem permanece com o São Caetano Em seis jogos, o time do ABC ganhou três. Outros três confrontos tiveram o empate como resultado final, inclusive o último encontro (1 a 1), pela Série A-2 de 2015.

``A preocupação maior é pela maratona de jogos, que desgasta os jogadores. Mas vamos trabalhar firme pensando no jogo, outro compromisso complicado que teremos pela frente´´, afirmou o técnico Luís Carlos Martins, que não tem desfalques para encarar o Oeste.






Fonte: assessoria de imprensa do São Caetano

quinta-feira, 23 de março de 2017

Botafogo, Linense, Novorizontino e Ponte dependem de si para chegar às quartas do Paulistão

Terminou a 10ª rodada do Paulistão 2017. Faltam apenas dois jogos para cada um dos 16 clubes encerrarem suas participações na primeira fase da competição. Os dois times com mais pontos, em cada um dos quatro grupos, garantem classificação para as quartas de final. E os dois últimos, na classificação geral, serão rebaixados para a Segunda Divisão (Série A-2) em 2018.

Palmeiras (Grupo C) e Corinthians (Grupo A) estão classificados antecipadamente e aguardam os seus adversários. São Paulo está até certo ponto tranquilo no Grupo B, enquanto o Santos finalmente assumiu a liderança do Grupo D e caminha também para a classificação.

Na disputa acirrada pela segunda vaga, de cada um dos grupos, Botafogo, Linense, Novorizontino e Ponte Preta dependem apenas dos seus resultados para carimbarem o passaporte às quartas de final.

No Grupo A, do classificado Corinthians, o Botafogo tem os mesmos 13 pontos do Ituano, terceiro por tem menos gols pró. Com 10 pontos, o São Bernardo ainda sonha com a vaga, mas teme o rebaixamento.

Já no Grupo B, o líder São Paulo tem 16 pontos. O Linense, com 14, sofre pressão do Red Bull Brasil, com 12. A Ferroviária, com 9, quer mesmo é escapar da zona do rebaixamento.


O Grupo C, do classificado Palmeiras, tem o Novorizontino na vice-liderança com 14 pontos, contra 11 do Santo André, que ainda respira. O São Bento, com 10, pretende é escapar da degola.

Finalizando, pelo Grupo D, o líder Santos tem os mesmos 16 pontos da Ponte Preta, mas vantagem no saldo de gols. O terceiro é o Mirassol, que não vence há cinco rodadas, mas tem 14 pontos. O lanterninha, também na classificação geral, é o Osasco Audax, que luta de maneira desesperada para escapar do rebaixamento.

Confiram os resultados da 12ª rodada:

21/3 - Terça-feira

Santo André 3 (Henan, Jeferson (contra) e Cicinho) x Ponte Preta 3 (Lucca, Diogo Borges (contra) e William Pottker)
Novorizontino 2 (Roberto e Everaldo) x Audax 2 (Ytalo e Marcus Vinícius)
Ituano 
5 (Simião, Marcelinho, Morato e Igor 2) x Linense 1 (Diego Felipe)

Quarta-feira - 22/3

São Bernardo 0 x 0 Ferroviária
São Bento 0 x Santos 2 (Vitor Bueno e Lucas Lima)
Palmeiras 
2 (Rafael Marques e Felipe Melo) x Mirassol 0
Botafogo 1 (Kauê) x São Paulo 1 (Gilberto)

Quinta-feira - 23/3

Corinthians 1 (Maycon) x Red Bull Brasil 1 (Guilherme Lazaroni)

ARTILHARIA

6 GOLS

William Pottker e Lucca (Ponte Preta) e Gilberto (São Paulo)

5 GOLS

Xuxa (Mirassol), Henan (Santo André) e Cueva (São Paulo)

4 GOLS

Pedro Carmona (Audax), Francis (Botafogo), Roberto (Novorizontino), Elton (Red Bull Brasil) e Vitor Bueno (Santos) 

3 GOLS

Jô (Corinthians), Wellington Simião (Ituano), Thiago Humberto (Linense), Zé Roberto (Mirassol), Fernando Gabriel (Novorizontino), William (Palmeiras), Bruno Henrique e Rodrigão (Santos), Edno (São Bernardo) e Luiz Araújo e Pratto (São Paulo)

2 GOLS

Gabriel Leite e Felipe Rodrigues (Audax), Rafael Bastos (Botafogo), Maycon e Pablo (Corinthians), Alan Mineiro e Leandro Amaro (Ferroviária), Igor (Ituano), Diego Felipe e Gabrielzinho (Linense), Wellington (Mirassol), Everaldo, Cléo Silva, Raylan e Alexandro (Novorizontino), Jean, Dudu, Tchê Tchê, Roger Guedes, Borja e Michel Bastos (Palmeiras), Bruno Alves (Red Bull Brasil), Lucas Lima e Rafael Longuine (Santos), Leonardo (Santo André), Ricardo Bueno (São Bento), Walterson (São Bernardo) e Thiago Mendes e Chavez (São Paulo)

1 GOL

Ytalo, Marcus Vinicius, Velicka, Léo Arthur e Marquinho (Audax), Kauê, Marcão, Serginho, Fernando Medeiros e Wesley (Botafogo), Léo Santos, Kazim e Pedro Henrique (Corinthians), Capixaba, Juninho e Tiago Marques (Ferroviária), Marcelinho, Morato, Ronaldo e Guly (Ituano), Tatá, Rodrigo Lobão, Carleto, Thiago Santos e Zé Antônio (Linense), Edson Silva, Wallace, William, Raphael Lucas, Rodolfo, Bruno Sávio e Wellington Júnior (Mirassol), Nilson (Novorizontino), Rafael Marques, Felipe Melo, Guerra, Kanu, Raphael Veiga e Barrios (Palmeiras), Yago e Matheus Jesus (Ponte Preta), Guilherme Lazaroni, Rodrigo, Luan, Nando Carandina, Evandro, Fillipe Soutto, Misael e Nixon (Red Bull Brasil), Ricardo Oliveira, Copete, Thiago Ribeiro, Arthur Gomes e Kayke (Santos), Cicinho, Deivid, Fernando Neto, Edmílson e Claudinho (Santo André), Gabriel Santos, Pitty, Régis e Magrão (São Bento), Paulo Marcelo, Geandro, Rafael Costa e Marcinho (São Bernardo) e Cícero e Rodrigo Caio (São Paulo)

GOLS CONTRA


Diogo Borges (Santo André, para a Ponte Preta), Jeferson (Ponte Preta, para o Santo André) e João Paulo (São Bento, para o Ituano)

Rio Claro empata, tira Água Santa da liderança, e retorna ao G-4 da Segunda Divisão

Terminou empatada a última partida da 12ª rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2). Nesta quinta-feira (23/3), jogando dentro de casa, Rio Claro e Água Santa, que entrou em campo tentando recuperar a liderança, ficaram no 2 a 2.

Apesar do tropeço diante da sua torcida, o Galo Azul, com o empate, retornou ao G-4, com 21 pontos, na quarta colocação. Já o time de Diadema perdeu a liderança, outra vez, para o São Caetano, e agora é o vice-líder com os mesmos 25 pontos do Azulão, mas tem uma vitória a menos.

O jogo foi equilibrado no primeiro tempo. Mas acabou sendo melhor para o Rio Claro, do técnico Sérgio Guedes, que foi para o intervalo com a vantagem de 1 a 0, gol de Fernando.

Na etapa final, a partida ficou emocionante, repleta de lances de gols, boas defesas e três gols. O Água Santa empatou com Patrick Silva, logo aos seis minutos. Mas o Rio Claro voltou a fica na frente do placar, gol de Odair, aos 16. Porém, na reta final, aos 41 minutos, Robson Duarte voltou a decretar a igualdade no marcador.


Jogos da 12ª rodada da Série A-2

Terça-feira - 21/3

Oeste 0 x 0 Barretos
São Caetano 6 (Ermínio 2, Carlão 2, Lincom e Paulinho Santos) x Mogi Mirim

Quarta-feira - 22/3

Bragantino 0 x União Barbarense 2 (Luís Fernando e Melinho)
Penapolense 2 (PV e Leandro Love) x Rio Preto 0
Taubaté 1 (Tiago Tremonti) x Sertãozinho 2 (Tito e Luciano Sorriso)
Capivariano 1 (Bill) x XV de Piracicaba 1 (Bruninho)
Guarani 1 (Evandro) x Velo Clube 1 (Cristian)
Batatais 0 x Votuporanguense 1 (Elvinho)

Quinta-feira 23/3

Juventus 3 (Cahiame, Léo Ribeiro e Jorge Mauá) x Portuguesa 1 (Leandro Domingues)
Rio Claro 2 (Fernando e Odair) x Água Santa 2 (Patrick Silva e Robson Duarte)

CLASSIFICAÇÃO

1º São Caetano - 25 pontos
Água Santa - 25
3º Batatais - 22 pontos
4º Rio Claro - 20 pontos
Bragantino - 20

Penapolense - 20
7º Taubaté - 19 pontos
8º Sertãozinho - 17 pontos
Juventus - 17
Guarani - 17
11º Votuporanguense - 14 pontos
Oeste - 14
13º Portuguesa - 13 pontos
Barretos - 13
XV de Piracicaba - 13
16º Rio Preto - 12 pontos
17º Mogi Mirim - 11 pontos
Velo Clube - 11
Capivariano - 11
20º União Barbarense - 7 pontos


ARTILHEIROS

7 gols:

Carlão e Ermínio (São Caetano)

6 gols  

Robert (Oeste) e Caique (Taubaté)

5 gols

Miguel (Mogi Mirim), Daniel Bueno (Rio Claro), Felipe Silva (Sertãozinho) e Everton (Taubaté)

4 gols

Robson Duarte e Raí (Água Santa), Adriano Paulista (Bragantino), Edinho (Mogi Mirim), Leandro Love (Penapolense), Sávio (Rio Preto), Flávio Carioca (Velo Clube) e Romarinho (XV de Piracicaba)

3 gols

Vitor e Rafael Grampola (Bragantino), Eliandro (Guarani), Filipe, Junior Timbó e Judson (Juventus), Pretinho (Mogi Mirim), Da Matta (Oeste), Bruno Silva (Portuguesa), Odair, Fernando e Danilo Lopes (Rio Claro), Luiz Fernando e Fagner (Rio Preto), Lincom (São Caetano), Mateus (Sertãozinho), Tiago Tremonti e Cassinho (Taubaté), Gustavo Vinte e Cinco (União Barbarense) e Bruninho e Rodrigo (XV de Piracicaba)

2 gols

Romão (Água Santa), Tarracha (Barretos), Flávio Carvalho, Elton Luís e Medina (Batatais), Edson Sitta e Anderson Ligeiro (Bragantino), Bill, Petterson e Deco (Capivariano), Braian Samudio e Fumagalli (Guarani), Caihame e Johnny (Juventus), Formiga (Mogi Mirim), Tiago Adam (Oeste), Pedro Vitor, Thiago Moura, Fio, Carlinhos e Juliano (Penapolense), Leandro Domingues, Adilson e Luizinho (Portuguesa),  Francismar (Rio Claro), Ronny (Sertãozinho), Melinho (União Barbarense), Léo Aquino e Leandrinho (Velo Clube), Elvinho e Nathan (Votuporanguense) e Gilsinho (XV de Piracicaba)

1 gol

Patrick Silva, Raphael Toledo, Diogo Campos, William Souza, Luizão, Paulo Henrique, Leandro Silva, Danielzinho e Gabriel Duarte (Água Santa), Marcelo Soares, Tiago Cavalcanti, Marlon, Chuck, Rafael Martins e Léo Dantas (Barretos), Ítalo, Paulinho, Fabrício, Wesley, Tyrone, Diego Luís e Davi Xavier (Batatais), Wellington, Bruno Oliveira, Gilberto, Guilherme Mattis (Bragantino), Neto Alexandre, Gabriel Taliari, Leandro Silva, Romarinho, Jô e Muller (Capivariano), Evandro, Auremir, Genilson, Uederson, Marcinho, Diego Jussani e Rogério (Guarani), Jorge Mauá e Léo Ribeiro (Juventus), Régis, Marcelinho, Elielton, Dedé, Ortigoza e Vitinho (Mogi Mirim), Jean e Tatuí (Oeste), Léo Carvalho, André Cunha, Kesley e Germano (Penapolense), Fernandinho, Moisés e Lucas (Rio Claro), Ednei, Wagner, Robinho e Lucas Silva (Rio Preto), Paulinho Santos, Elias, Ferreira e Magrão (São Caetano), Tito, Luciano Sorriso, Leleco e Pereira (Sertãozinho), Alex Silva e Rychely (Taubaté), Luís Fernando, Renatinho e Ewerton (União Barbarense), Cristian, Mizael e Adriano Garça (Velo Clube), Anderson Magrão, Anderson Cavalo, Paulo Henrique, Marcão, Makanaki e Paulo Josué (Votuporanguense) e Bruno Aquino, Barreto e Doni (XV de Piracicaba)

GOLS CONTRA

Reginaldo (Oeste, para Sertãozinho), Marcelinho (Mogi Mirim, para o Bragantino), Gilberto (Bragantino, para Mogi Mirim), Tyrone (Batatais, para o Rio Claro) e Zeca (Rio Claro, para o União Barbarense)

Juventus apronta travessura em cima da Portuguesa, sai do sufoco e deixa rival em situação delicada

O Juventus fez valer a fama de Moleque Travesso e saiu do sufoco na Segunda Divisão do Campeonato Paulista (Série A-2). A equipe grená, comandada pelo técnico Wilson Júnior, atuando na Javari, nesta quinta-feira (23/3), passeou e fez 3 a 1 em cima da Portuguesa, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2).

Enquanto o 
Juventus, que agora está sete jogos invictos, se afastou da zona do rebaixamento, agora ocupando a sétima posição com 19 pontos, e sonhando com as quatro primeiras vaga para disputar as semifinais da Segunda Divisão, a Lusa afunda cada vez mais na 13ª posição com 13 pontos e próxima da zona da degola.

Se com Tuca Guimarães a Portuguesa não engrenou, com Estevam Soares a equipe segue sem padrão técnico, bagunçada e um convite a pressão dos adversários.


O Juventus abriu o placar na primeira investida a gol, no minuto inicial. Cahiame, com inteligência, chutou de dentro da área e o goleiro Ricardo Berna vacilou: 1 a 0.

A Portuguesa ainda deixou tudo igual aos 22 minutos, com Leandro Domingues. Pura ilusão. A partir daí só deu Moleque Travesso, que consolidou a vitória na etapa final.

Léo Ribeiro, depois de muita pressão do Juventus, fez 2 a 1 aos 35 minutos. E o artilheiro Jorge Mauá. aos 42, ampliou e liquidou a partida.

Jogos da 12ª rodada da Série A-2

Terça-feira - 21/3

Oeste 0 x 0 Barretos
São Caetano 6 (Ermínio 2, Carlão 2, Lincom e Paulinho Santos) x Mogi Mirim

Quarta-feira - 22/3

Bragantino 0 x União Barbarense 2 (Luís Fernando e Melinho)
Penapolense 2 (PV e Leandro Love) x Rio Preto 0
Taubaté 1 (Tiago Tremonti) x Sertãozinho 2 (Tito e Luciano Sorriso)
Capivariano 1 (Bill) x XV de Piracicaba 1 (Bruninho)
Guarani 1 (Evandro) x Velo Clube 1 (Cristian)
Batatais 0 x Votuporanguense 1 (Elvinho)

Quinta-feira 23/3

Juventus 3 (Cahiame, Léo Ribeiro e Jorge Mauá) x Portuguesa 1 (Leandro Domingues)
20h - Rio Claro x Água Santa

CLASSIFICAÇÃO

1º São Caetano - 25 pontos
2º Água Santa - 24 pontos
3º Batatais - 22 pontos
4º Bragantino - 20 pontos
Rio Claro - 20
Penapolense - 20
7º Taubaté - 19 pontos
8º Sertãozinho - 17 pontos
Juventus - 17

Guarani - 17
11º Votuporanguense - 14 pontos
Oeste - 14
13º Portuguesa - 13 pontos
Barretos - 13
XV de Piracicaba - 13
16º Rio Preto - 12 pontos
17º Mogi Mirim - 11 pontos
Velo Clube - 11
Capivariano - 11
20º União Barbarense - 7 pontos


ARTILHEIROS

7 gols:

Robert (Oeste) e Carlão e Ermínio (São Caetano)

6 gols  

Caique (Taubaté)

5 gols

Miguel (Mogi Mirim), Daniel Bueno (Rio Claro), Felipe Silva (Sertãozinho) e Everton (Taubaté)

4 gols

Raí (Água Santa), Adriano Paulista (Bragantino), Edinho (Mogi Mirim), Leandro Love (Penapolense), Sávio (Rio Preto), Flávio Carioca (Velo Clube) e Romarinho (XV de Piracicaba)

3 gols


Robson (Água Santa), Vitor e Rafael Grampola (Bragantino), Eliandro (Guarani), Filipe, Junior Timbó e Judson (Juventus), Pretinho (Mogi Mirim), Da Matta (Oeste), Bruno Silva (Portuguesa), Danilo Lopes (Rio Claro), Luiz Fernando e Fagner (Rio Preto), Lincom (São Caetano), Mateus (Sertãozinho), Tiago Tremonti e Cassinho (Taubaté), Gustavo Vinte e Cinco (União Barbarense) e Bruninho e Rodrigo (XV de Piracicaba)

2 gols

Romão (Água Santa), Tarracha (Barretos), Flávio Carvalho, Elton Luís e Medina (Batatais), Edson Sitta e Anderson Ligeiro (Bragantino), Bill, Petterson e Deco (Capivariano), Braian Samudio e Fumagalli (Guarani), Caihame e Johnny (Juventus), Formiga (Mogi Mirim), Tiago Adam (Oeste), Pedro Vitor, Thiago Moura, Fio, Carlinhos e Juliano (Penapolense), Leandro Domingues, Adilson e Luizinho (Portuguesa), Odair, Fernando e Francismar (Rio Claro), Ronny (Sertãozinho), Melinho (União Barbarense), Léo Aquino e Leandrinho (Velo Clube), Elvinho e Nathan (Votuporanguense) e Gilsinho (XV de Piracicaba)

1 gol

Raphael Toledo, Diogo Campos, William Souza, Luizão, Paulo Henrique, Leandro Silva, Danielzinho e Gabriel Duarte (Água Santa), Marcelo Soares, Tiago Cavalcanti, Marlon, Chuck, Rafael Martins e Léo Dantas (Barretos), Ítalo, Paulinho, Fabrício, Wesley, Tyrone, Diego Luís e Davi Xavier (Batatais), Wellington, Bruno Oliveira, Gilberto, Guilherme Mattis (Bragantino), Neto Alexandre, Gabriel Taliari, Leandro Silva, Romarinho, Jô e Muller (Capivariano), Evandro, Auremir, Genilson, Uederson, Marcinho, Diego Jussani e Rogério (Guarani), Jorge Mauá e Léo Ribeiro (Juventus), Régis, Marcelinho, Elielton, Dedé, Ortigoza e Vitinho (Mogi Mirim), Tatuí (Oeste), Léo Carvalho, André Cunha, Kesley e Germano (Penapolense), Fernandinho, Moisés e Lucas (Rio Claro), Ednei, Wagner, Robinho e Lucas Silva (Rio Preto), Paulinho Santos, Elias, Ferreira e Magrão (São Caetano), Tito, Luciano Sorriso, Leleco e Pereira (Sertãozinho), Alex Silva e Rychely (Taubaté), Luís Fernando, Renatinho e Ewerton (União Barbarense), Cristian, Mizael e Adriano Garça (Velo Clube), Anderson Magrão, Anderson Cavalo, Paulo Henrique, Marcão, Makanaki e Paulo Josué (Votuporanguense) e Bruno Aquino, Barreto e Doni (XV de Piracicaba)

GOLS CONTRA

Reginaldo (Oeste, para Sertãozinho), Marcelinho (Mogi Mirim, para o Bragantino), Gilberto (Bragantino, para Mogi Mirim), Tyrone (Batatais, para o Rio Claro) e Zeca (Rio Claro, para o União Barbarense)

Tuca Guimarães, ex-Portuguesa, assume comando do Nacional

O técnico Tuca Guimarães, ex-Portuguesa, é o novo treinador do Nacional, da Capital, para a sequência do Campeonato Paulista da Terceira Divisão (Série A-3). Nesta quinta-feira (23/3) diretoria e treinador entraram em acordo para ele assumir a vaga de Alex Alves. 

``Estou muito feliz em retornar ao Nacional. É equipe que estendeu a mão no início da minha carreira e não tenho como dizer não ao clube. É minha casa. Tive convites de outras equipes da Série A-3, mas escolhi o Nacional. Vamos trabalhar duro para alcançar as metas dentro da competição´´, afirmou Tuca Guimarães.

Com a chegada de Tuca Guimarães, ao todo, 15 treinadores já ficaram desempregados em apenas 13 rodada da Terceira Divisão do Paulista. Afinal, na mesma 13ª rodada, o Flamengo, de Guarulhos, também acertou a saída de Fahel Júnior. E o Noroeste, após dispensar Sangalletti, acertou a contratação de Vitor Hugo.


O Nacional ocupa a nona colocação na classificação geral com 21 pontos. O líder é o Olímpia com 26, o que deixa a equipe viva pelas oito vagas para a segunda fase da Terceira Divisão. 

Tuca comandará a equipe pela primeira vez no sábado (25), às 15 horas, contra o Desportivo Brasil, pela 14ª rodada.

DANÇA DOS TÉCNICOS NA TERCEIRA DIVISÃO

1) CATANDUVENSE - Sérgio Santos saiu e chegou Rodrigo Deião
2) MATONENSE - João Martins saiu e chegou Lelo
3) PAULISTA - Carlinhos Alves saiu e chegou Umberto Louzer
4) FLAMENGO - Rogério Delgado saiu e chegou Fahel Júnior
5) ATIBAIA - Sandro Sargentim saiu e chegou Leonardo Silvério
6) MATONENSE - Lelo saiu e chegou Pinho
7) OLÍMPIA - Betão Alcântara saiu e chegou Karmino Colombini
8) DESPORTIVO BRASIL - Odirlei Maurer saiu e chegou Caio Zanardi
9) PAULISTA - Umberto Louzer saiu e chegou Sérgio Caetano
10) PORTUGUESA SANTISTA - Ricardo Costa saiu e chegou Marcelo Fernandes
11) RIO BRANC0 - João Batista saiu e chegou Edson Vieira
12) COMERCIAL - Amauri Knevitz saiu e chegou Luciano Dias
13) FLAMENGO - Fahel Júnior
14) NACIONAL - Alex Alves saiu e chegou Tuca Guimarães
15) NOROESTE - Sangaletti saiu e chegou Vitor Hugo

São Carlos bate o líder Olímpia e assume vice-liderança na Terceira Divisão do Paulista

Na noite de quarta-feira (22/3), o São Carlos (veja mascote ao lado) conquistou grande vitória ao bater o líder Olímpia por 2 a 1, no estádio municipal professor Luis Augusto de Oliveira (Luisão), pela 13ª rodada do Campeonato Paulista da Terceira Divisão (Série A-3). Enquanto o rival segue na primeira colocação, com 26 pontos, o time da casa roubou a vice-liderança da Inter de Limeira, que perdeu na rodada para o Desportivo Brasil, com 25 pontos, e está muito próximo da classificação à segunda fase.

 Após primeiro tempo morno com poucas emoções e chances de gols, a segunda etapa foi elétrica. Aos cinco minutos, Testoni cobrou falta pelo lado esquerdo e abriu o placar.

A resposta do Olímpia veio rápida e na mesma moeda. Max Pardalzinho mandou bomba em cobrança de falta e empatou o jogo.


O gol não desanimou o São Carlos, que continuou atrás da vitória. Aos 29, em cobrança de falta de Jefferson, Bosco tocou de cabeça e fez o segundo gol da Águia. 

Confira os resultados da 13ª rodada

Matonense 2 (Everton Tiziu e João Lucas) x Flamengo 1 (Danilo Pereira)
Desportivo Brasil 
2 (Johny 2) x Inter de Limeira 1 (Tom)
Monte Azul 
2 (Matheus Oliveira e Marcelinho) x Rio Branco 2 (Wallace 2)
Atibaia 
1 (Samuel) x Taboão da Serra 1 (Caio)
Grêmio Osasco 
2 (Bruno Lima e Henrique) x Marília 0
São Carlos 
2 (Testoni e Bosco) x Olímpia 1 (Max Pardalzinho)
Catanduvense 
0 x Paulista 1 (William Dias)
Portuguesa Santista 
2 (Salinas e Lucas Lino) x Comercial 0
Noroeste 
3 (Vilson 2 e Henrique Alemão) x Nacional 0
Independente 
1 (Fumaça) x São José FC 3 (Eduardo, Willians e Pará)

CLASSIFICAÇÃO 


1º Olímpia - 26 pontos
2º 
São Carlos -  25 pontos
Inter de Limeira - 24 pontos
4º 
Matonense 22 pontos
Monte Azul - 
22
6º Grêmio Osasco - 21 pontos

Rio Branco - 21
Desportivo Brasil - 21
Nacional 21
10º São José FC - 20 pontos
Portuguesa Santista - 20
12º Comercial - 18 pontos
Atibaia - 18
Taboão da Serra - 18
15º Marília - 17 pontos
16º Paulista - 16 pontos
17º 
Noroeste - 14 pontos
18º Flamengo 12 pontos
19º Independente - pontos
20º Catanduvense pontos


ARTILHEIROS

7 gols

Léo Castro (Nacional) e Michael (São José FC)

6 gols

Naldinho (Olímpia) e Washington (Portuguesa Santista)

5 gols

Reginaldo (Atibaia), Tom e Wesley (Inter de Limeira), Fernando (Portuguesa Santista), Wallace (Rio Branco) e Gustavo Henrique (São Carlos)

4 gols

Robson (Atibaia), Naldinho (Comercial), Júlio César (Desportivo Brasil), Danilo Pereira (Flamengo), Fabrício (Grêmio Osasco), Matheus Borges (Monte Azul), Gabriel Barcos (Noroeste), Robinson (Olímpia), Lucas Lino (Portuguesa Santista), Júlio (Rio Branco) e Caio e Acosta (Taboão da Serra)

3 gols

Tiago Moura (Comercial), Wellington e Klauber (Grêmio Osasco), Weldon (Independente), Du Gaia e Felipe André (Marília), Bosco (São Carlos) e Renato Peixe (São José FC)

2 gols

Bruno Leandro (Atibaia), Renan (Catanduvense), Kadu Barone (Comercial), Johny, Anderson e Pio (Desportivo Brasil), Herbert (Flamengo), Bruno Lima, Jorge Eduardo e Tiago (Grêmio Osasco), Dodô (Independente), Malconn (Inter de Limeira), Boreri e Diego Salles (Marília), Everton Tiziu, João Lucas e Jean Pierre (Matonense), Marcelinho, Danilo Medeiros e Elton (Monte Azul), Jobson e Bruninho (Nacional), Vilson (Noroeste), Max Pardalzinho, Paulo Brumatti e Renatinho (Olímpia), William Dias, Guilherme e Ingro (Paulista), Ricardinho (Portuguesa Santista), Wellington e Bismark (Rio Branco), Carlos Júnior (São Carlos), João Gledson e Bruno Donizeti (São José FC) e Samurai (Taboão da Serra)

1 gol

Samuel e Gilsinho (Atibaia), Juan, Daniel Simões, Luciano, Walter e Cleber (Catanduvense), Thiagão, Jairo, Mirray, Pablo e Matheus Totô (Comercial), Luiz Henrique, Léo Prado e Cabelo (Desportivo Brasil), Antônio Flávio, Renatinho, Rafael Piauí e Kairon (Flamengo), Henrique, Castro, Maurício, Kallyl e Marli (Grêmio Osasco), Fumaça, Felipe Piá, Denis e Jefferson (Independente), Nikão, Jhonathan, Léo Souza, Alisson, Carlão, Lucas Douglas e Eder Paulista (Inter de Limeira), Marcondele e Léo Franco (Marília), Rafael Magalhães, Geovane, Ítalo, Ruster, Kamikaze, Ademir, Denner e Zé Marcelo (Matonense), Matheus Oliveira, Trevizan, Luís Guilherme, David Dener, Lucas Cezane, Gilmar e Carlinhos (Monte Azul), Jefferson, Murilo, Luciano e Luiz Henrique (Nacional), Henrique Alemão, Aguilar, Diego Iatecolla e Juninho (Noroeste), Malcon, Robson, Thiago Santos e Vinicius Leite (Olímpia), Gut, Vecchio, Douglas, Fabão e Viella (Paulista), Salinas, Luiz Gueguel e Iran (Portuguesa Santista), Miranda, Vitor Gava e Diogo (Rio Branco), Testoni, Rossini e Mauro Victor (São Carlos),Eduardo, Willians, Pará, Dalmo, Matheus Teixeira e Amauri (São José FC) e André Luís, Carlos Chaba, Willian e Teco (Taboão)

GOLS CONTRA:


Mineiro (Catanduvense, para o Flamengo), Kallyl (Grêmio Osasco, para o Desportivo Brasil), Jefferson (Nacional, para o Taboão da Serra) e Eduardo (São José FC para Grêmio Osasco)

Em crise, Guarani troca treinador pelo segunda vez na Segunda Divisão do Paulista

O Guarani (veja mascote ao lado) está em crise técnica. Além de não conseguir entrar no G-4 no Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2), a equipe também não empolgou sob o comando do técnico Mauricio Barbieri, que há seis rodadas assumiu o comando do Bugre no lugar de Ney da Matta. E já está indo embora!

Em seis jogos no Guarani, Mauricio Barbieri colecionou uma vitória, quatro empates e uma derrota. E após nova igualdade dentro de casa, no 1 a 1 diante do frágil Velo Clube, que está na zona do rebaixamento, na última quarta-feira (23), em Campinas, pela 12ª rodada, a torcida protestou muito e o treinador acabou sendo demitido pela diretoria.

Com apenas 17 pontos, ocupando a modesta 9ª colocação, o Guarani ainda tem esperança de brigar pelas quatro vagas, garantindo o acesso às semifinais, onde estarão em disputa duas vagas de acesso ao Paulistão 2018. Mas a situação está delicada.

A diretoria do Guarani promete contratar, o mais rápido possível, o novo treinador. Afinal, faltam apenas sete jogos para o encerramento da primeira fase da Segunda Divisão do Paulista.

CONFIRA A DANÇA DOS TREINADORES NA SEGUNDA DIVISÃO


1) UNIÃO BARBARENSE - Edson Leivinha saiu e chegou Cláudio Britto
2) OESTE - Vilson Tadei saiu e chegou Roberto Cavalo
3) BARRETOS - Márcio Ribeiro saiu e chegou Vitor Hugo
4) SERTÃOZINHO - Júlio Sérgio saiu e chegou José Carlos Serrão
5) GUARANI - Ney da Matta saiu e chegou Mauricio Barbieri
6) CAPIVARIANO - Elio Sizenado saiu e chegou Antônio Pícoli
7) RIO PRETO - Luciano Dias saiu e chegou Carlos Rossi
8) VELO CLUBE - Álvaro Gaia saiu e chegou Alan George
9) PORTUGUESA - Tuca Guimarães saiu e chegou Estevam Soares
10) XV DE PIRACICABA - Cléber Gaúcho saiu e chegou Ronaldo Guiaro
11) VOTUPORANGUENSE - Ito Roque saiu e chegou Gilberto Pereira
12) GUARANI - Mauricio Barbieri saiu


Jogos da 12ª rodada da Série A-2

Terça-feira - 21/3

Oeste 0 x 0 Barretos
São Caetano 6 (Ermínio 2, Carlão 2, Lincom e Paulinho Santos) x Mogi Mirim

Quarta-feira - 22/3

Bragantino 0 x União Barbarense 2 (Luís Fernando e Melinho)
Penapolense 2 (PV e Leandro Love) x Rio Preto 0
Taubaté 1 (Tiago Tremonti) x Sertãozinho 2 (Tito e Luciano Sorriso)
Capivariano 1 (Bill) x XV de Piracicaba 1 (Bruninho)
Guarani 1 (Evandro) x Velo Clube 1 (Cristian)
Batatais 0 x Votuporanguense 1 (Elvinho)

Quinta-feira 23/3

Juventus x Portuguesa
Rio Claro x Água Santa

CLASSIFICAÇÃO

1º São Caetano - 25 pontos
2º Água Santa 24 pontos
3º Batatais - 22 pontos
4º Bragantino 20 pontos
Rio Claro 20
Penapolense - 20
7º Taubaté - 19 pontos
8º Sertãozinho - 17 pontos
Guarani - 17
10º Votuporanguense - 14 pontos
Oeste - 14
Juventus 14
13º 
Portuguesa - 13 pontos
Barretos 13
XV de Piracicaba - 13
16º Rio Preto - 12 pontos
17º Mogi Mirim - 11 pontos
Velo Clube - 11
Capivariano - 11
20º União Barbarense - pontos


ARTILHEIROS

7 gols:

Robert (Oeste) e Carlão e Ermínio (São Caetano)

6 gols  

Caique (Taubaté)

5 gols

Miguel (Mogi Mirim), Daniel Bueno (Rio Claro), Felipe Silva (Sertãozinho) e Everton (Taubaté)

4 gols

Raí (Água Santa), Adriano Paulista (Bragantino), Edinho (Mogi Mirim), Leandro Love (Penapolense), Sávio (Rio Preto), Flávio Carioca (Velo Clube) e Romarinho (XV de Piracicaba)

3 gols

Robson (Água Santa), Vitor e Rafael Grampola (Bragantino), Eliandro (Guarani), Filipe, Junior Timbó e Judson (Juventus), Pretinho (Mogi Mirim), Da Matta (Oeste), Bruno Silva (Portuguesa), Danilo Lopes (Rio Claro), Luiz Fernando e Fagner (Rio Preto), Lincom (São Caetano), Mateus (Sertãozinho), Tiago Tremonti e Cassinho (Taubaté), Gustavo Vinte e Cinco (União Barbarense) e Bruninho e Rodrigo (XV de Piracicaba)

2 gols

Romão (Água Santa), Tarracha (Barretos), Flávio Carvalho, Elton Luís e Medina (Batatais), Edson Sitta e Anderson Ligeiro (Bragantino), Bill, Petterson e Deco (Capivariano), Braian Samudio e Fumagalli (Guarani), Johnny (Juventus), Formiga (Mogi Mirim), Tiago Adam (Oeste), Pedro Vitor, Thiago Moura, Fio, Carlinhos e Juliano (Penapolense), Adilson e Luizinho (Portuguesa), Odair, Fernando e Francismar (Rio Claro), Ronny (Sertãozinho), Melinho (União Barbarense), Léo Aquino e Leandrinho (Velo Clube), Elvinho e Nathan (Votuporanguense) e Gilsinho (XV de Piracicaba)

1 gol

Raphael Toledo, Diogo Campos, William Souza, Luizão, Paulo Henrique, Leandro Silva, Danielzinho e Gabriel Duarte (Água Santa), Marcelo Soares, Tiago Cavalcanti, Marlon, Chuck, Rafael Martins e Léo Dantas (Barretos), Ítalo, Paulinho, Fabrício, Wesley, Tyrone, Diego Luís e Davi Xavier (Batatais), Wellington, Bruno Oliveira, Gilberto, Guilherme Mattis (Bragantino), Neto Alexandre, Gabriel Taliari, Leandro Silva, Romarinho, Jô e Muller (Capivariano), Evandro, Auremir, Genilson, Uederson, Marcinho, Diego Jussani e Rogério (Guarani), Caihame (Juventus), Régis, Marcelinho, Elielton, Dedé, Ortigoza e Vitinho (Mogi Mirim), Tatuí (Oeste), Léo Carvalho, André Cunha, Kesley e Germano (Penapolense), Leandro Domingues (Portuguesa), Fernandinho, Moisés e Lucas (Rio Claro), Ednei, Wagner, Robinho e Lucas Silva (Rio Preto), Paulinho Santos, Elias, Ferreira e Magrão (São Caetano), Tito, Luciano Sorriso, Leleco e Pereira (Sertãozinho), Alex Silva e Rychely (Taubaté), Luís Fernando, Renatinho e Ewerton (União Barbarense), Cristian, Mizael e Adriano Garça (Velo Clube), Anderson Magrão, Anderson Cavalo, Paulo Henrique, Marcão, Makanaki e Paulo Josué (Votuporanguense) e Bruno Aquino, Barreto e Doni (XV de Piracicaba)

GOLS CONTRA

Reginaldo (Oeste, para Sertãozinho), Marcelinho (Mogi Mirim, para o Bragantino), Gilberto (Bragantino, para Mogi Mirim), Tyrone (Batatais, para o Rio Claro) e Zeca (Rio Claro, para o União Barbarense)