quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Mirassol comemora invencibilidade e liderança e mira o embalado Corinthians

O Mirassol (veja mascote ao lado), comandado pelo técnico Moisés Egert, curte a invencibilidade e liderança, na classificação geral do campeonato, com quatro vitórias e o empate por 2 a 2, no Morumbi, diante do São Paulo. Após o término da quinta rodada, o Leão Araraquarense voltou para casa curtindo mais um resultado positivo, fora de casa, por 1 a 0 diante do Mirassol.

Líder do Grupo D, do Santos, com cinco pontos de vantagem sobre a vice-líder Ponte Preta, e com seis pontos à frente do Peixe, os jogadores e comissão técnica do Mirassol esbanjam humildade ao afirmando que o primeiro objetivo é escapar do rebaixamento. Depois, na sequência da competição, vão tentar chegar às quartas de final.

O próximo desafio do Mirassol é com o embalado Corinthians, que com 10 jogadores venceu o rival Palmeiras por 1 a 0, gol de Jô. A partida será no sábado de Carnaval (25/2), às 19h30, no estádio José Maria de Campos Maia, na cidade de Mirassol.

O Premiére (PFC) transmite a partida ao vivo. Narração de Odinei Ribeiro, comentários de Luiz Ademar e reportagens de Alvaro Loureiro.

Confira os resultados da quinta rodada do Paulistão:

Terça-feira - 21/2


São Paulo 3 (Pratto 2 e Cueva) x São Bento 2 (Pitty e Régis)
Ituano 0 x 0 Santos

Quarta-feira - 22/2

Red Bull 5 (Elton 3, Fillipe Soutto e Bruno Alves) x Novorizontino 1 (Alexandro)
Ferroviária 1 (Capixaba) x Santo André 1 (Leonardo)
São Bernardo 0 x Mirassol 1 (Xuxa)
Botafogo 3 (Francis 2 e Wesley) x Audax 1 (Pedro Carmona)
Linense 2 (Thiago Humberto e Carleto) x Ponte 2 (Pottker e Yago)
Corinthians 1 (Jô) x Palmeiras 0

CLASSIFICAÇÃO


GRUPO A

1º Corinthians 12 pontos
2º Ituano 8 pontos
3º Botafogo - 7 pontos
4º São Bernardo  - 6 pontos

GRUPO B

1º São Paulo - 10 pontos
2º Red Bull Brasil - pontos
Ferroviária - 5
4º Linense - pontos

GRUPO C

1º Palmeiras - pontos
2º Novorizontino - pontos
Santo André - 6
4º São Bento - ponto

GRUPO D

1º Mirassol - 13 pontos
2º Ponte Preta  - pontos
3º Santos - pontos
4º Osasco Audax - pontos


ARTILHEIROS

4 GOLS
Pedro Carmona (Audax), Xuxa (Mirassol), Willian Pottker (Ponte Preta) e Elton (Red Bull Brasil)

3 GOLS

Francis (Botafogo), Rodrigão (Santos) e Pratto, Cueva e Gilberto (São Paulo)

2 GOLS

Rafael Bastos (Botafogo), Jô (Corinthians), Leandro Amaro (Ferroviária), Thiago Humberto (Linense), Zé Roberto (Mirassol), Alexandro e Fernando Gabriel (Novorizontino), Lucca (Ponte Preta), Vitor Bueno (Santos), Edno e Walterson (São Bernardo) e Luiz Araújo e Chavez (São Paulo)

1 GOL

Marquinho e  Felipe Rodrigues (Audax), Wesley (Botafogo), Kazim e Pablo (Corinthians), Capixaba, Juninho e Tiago Marques (Ferroviária), Ronaldo e Guly (Ituano), Carleto, Diego Felipe, Thiago Santos, Gabrielzinho e Zé Antônio (Linense), Raphael Lucas, Rodolfo, Wellington, Bruno Sávio e Wellington Júnior (Mirassol), Roberto e Nilson, (Novorizontino),William, Raphael Veiga, Michel Bastos, Barrios, Dudu, Jean e Tchê Tchê (Palmeiras), Yago e Matheus Jesus (Ponte Preta), Bruno Alves, Fillipe Soutto, Misael e Nixon (Red Bull Brasil), Copete, Thiago Ribeiro, Lucas Lima, Arthur Gomes e Kayke (Santos), Leonardo, Deivid, Fernando Neto, Edmílson e Claudinho (Santo André), Pitty, Régis e Magrão (São Bento) e Rodrigo Caio e Thiago Mendes (São Paulo)

GOL CONTRA


João Paulo (São Bento, para o Ituano)




Guarani busca primeira vitória com novo treinador


O Guarani tem mais um importante compromisso pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2) em pleno sábado de Carnaval. O adversário será o Juventus, em jogo válido pela sétima rodada, marcado para as 16 horas, no estádio da Rua Javari, na Capital.

O zagueiro Diego Jussani afirma que o pensamento do grupo é conquistar uma vitória na partida, que irá marcar a estreia do treinador Mauricio Barbieri.

O treinador assumiu a vaga no lugar de Ney da Matta, demitido após a vitória por 2 a 0 diante do União Barbarense, em Campinas.

``O Barbieri vem fazendo uma semana de trabalho muito boa e já pôde conhecer as características de cada atleta. Estamos bem preparados e, mesmo respeitando a força do Juventus quando joga em casa, vamos brigar pelos três pontos. É muito importante que o novo técnico inicie seu trabalho com resultado positivo´´, ressaltou o defensor.

O Guarani inicia a rodada na quinta colocação da Série A-2 com 10 pontos, sendo superado pelo Bragantino, que fecha o G-4 da competição, apenas no saldo de gols. Já o Juventus está em 18º lugar com cinco pontos, ou seja, na zona do rebaixamento.





Fonte: Tática Assessoria


Atrás da primeira vitória no Paulistão, São Bento desafia algoz Red Bull Brasil no CIC

Precisando mais do que nunca da vitória, o São Bento encara o Red Bull Brasil neste sábado (25/2), às 17 horas, no estádio Walter Ribeiro (CIC), em Sorocaba, valendo a sexta rodada do Campeonato Paulista. Na rodada passada, o Bentão foi derrotado, fora de casa, pelo São Paulo por 3 a 2, enquanto que o time campineiro goleou o Novorizontino, em casa, pelo placar de 5 a 1.

O Azulão sorocabano é o lanterna do grupo C e da competição, com apenas um ponto ganho - quatro derrotas e um empate. Já o Toro Loko ocupa a segunda posição do grupo B, com cinco pontos - uma vitória, dois empates e duas derrotas e, se encontra em 12º lugar na classificação geral.

O Red Bull Brasil se tornou pedra na chuteira do São Bento desde o primeiro confronto em 2010. Desde então, foram 11 duelos, com seis vitórias do Toro Loko, três empates, e apenas dois triunfos do Bentão. O Red Bulll marcou 18 gols, contra 12 do time sorocabano.

O São Bento não vence o rival campineiro há quase quatro anos. As duas vitórias beneditinas na história do confronto aconteceram no segundo semestre de 2013, por 1 a 0, em Sorocaba, e por 3 a 1, em Campinas, todas validas pela Copa Paulista daquele ano. De lá para cá, em mais três duelos, o Bentão conquistou um empate e sofreu duas derrotas.

No encontro mais recente, com gols de Roger e Edmilson, o Red Bull Brasil venceu o Bentão por 2 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela oitava rodada do Paulistão do ano passado.





Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Pelo Paulistão, Botafogo desafia tabu na Vila Belmiro contra o Santos

O Botafogo enfrenta o Santos neste sábado (25/2), às 17 horas, na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Na rodada passada, o Pantera da Mogiana venceu, em casa, o Audax por 3 a 1, enquanto que o time praiano empatou sem gols com o Ituano, fora de casa.

Cada equipe soma sete pontos na competição. O Tricolor ribeirão-pretano é o terceiro colocado do grupo A, um ponto atrás do Ituano, segundo da chave. Já o Peixe, que não vence a três rodadas - duas derrotas e um empate - ocupa a terceira posição do grupo D, um ponto atrás da Ponte Preta, segundo da chave.

Na classificação geral, o Botinha é o oitavo, e o Santos, o sétimo colocado.

Esta será a 85ª vez que as duas equipes se enfrentam pelo Paulistão. Até aqui foram 53 vitórias do Peixe, 12 do Botafogo, além de 19 empates. 196 gols marcou o Santos, contra 82 do Pantera.

Embalado, o Botafogo tenta por fim em tabu. O Tricolor não vence o Peixe, na Vila Belmiro, há quase 29 anos. A última vitória aconteceu em 13 de junho de 1988, pelo placar de 1 a 0. Desde então, nas vezes que enfrentou o Santos na “Vila mais famosa do Mundo”, o Pantera conquistou dois empates e sofreu seis derrotas.

No encontro mais recente entre eles, com gol de Werley e dois de Ricardo Oliveira, o Santos venceu o Botafogo por 3 a 0, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela oitava rodada do Paulistão de 2015.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Estádio Vail Chaves é liberado e Mogi Mirim estreia em casa diante do Água Santa

O Estádio Vail Chaves finalmente está liberado para abrigar jogos do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2). Na manhã desta quarta-feira (22/2), o tenente Zampolo, do Corpo de Bombeiro de Mogi Guaçu, realizou a vistoria no local e o liberou para jogos do Sapão.

O Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), necessário para a liberação do Vail Chaves, será emitido e o estádio poderá, então, receber a partida entre Mogi Mirim e Água Santa, agendado para o próximo dia 4 de março, às 16 horas, pela nona rodada da Série A-2 do Paulista.

Nas primeiras oito rodadas do Paulista da Série A-2, o Mogi Mirim, como mandante, atuou nos estádios Major José Levy Sobrinho, em Limeira – contra Velo Clube e Juventus; Nicolau Alayon, em São Paulo – contra o Barretos; e Arena Barueri, em Barueri – contra o Bragantino.

Com seis pontos somados, o Sapão aparece na 16ª colocação da Série A-2. Mesmo na zona de rebaixamento, o Mogi aparece entre os ataques mais positivos da competição com 12 gols marcados.





Fonte: assessoria de imprensa do Mogi Mirim

Em jogos oficiais, XV nunca perdeu para o Velo Clube em Piracicaba

XV de Piracicaba e Velo Clube enfrentam-se nesta sexta-feira (24/2), às 19h15, no estádio Barão da Serra Negra, em Piracicaba, pela sétima rodada da Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista. Na rodada anterior, as duas equipes somaram um ponto cada. O Nhô Quim arrancou empate, fora de casa, com o Barretos por 1 a 1, e pelo mesmo placar o Rubro-verde rioclarense empatou, em casa, com o Rio Preto.

O Alvinegro piracicabano abre a zona de rebaixamento, na 15ª posição, com sete pontos, mesma pontuação do Rio Preto, o primeiro fora do Z-6.

Do outro lado, o Galo Vermelho aparece na 10ª posição, com oito pontos, dois atrás do Bragantino, que esta em quarto lugar e fecha a zona de classificação à próxima fase.

Na história, eles se enfrentaram oficialmente apenas oito vezes, entre jogos do estadual pelo Paulistão e Segunda Divisão (Série A-2). A vantagem é quinzista, que venceu cinco duelos, empatou um e sofreu duas derrotas para o Velo.

No primeiro encontro, em 29 de julho de 1979, o Velo Clube venceu o Nhô Quim por 2 a 0, em Rio Claro, pela nona rodada do Paulistão daquele ano.

Em Piracicaba aconteceram quatro duelos entre as duas equipes, com três vitórias dos donos da casa e um empate.

Os rivais voltam a medir forças em uma partida oficial após 34 anos. No último encontro, o Velo Clube venceu o XV de Piracicaba por 1 a 0, em Rio Claro, pela segunda rodada do segundo turno da primeira fase da Segunda Divisão (atual Série A-2) do Campeonato Paulista de 1983, ano que o Nhô Quim, como campeão da competição, conquistou regresso na elite do futebol paulista.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Pelo Paulistão, Ferroviária defende tabu contra o Santo André em Araraquara

A Ferroviária enfrenta o Santo André nesta quarta-feira (22/2), às 19h30, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Na rodada anterior, a Ferrinha derrotou o Santos por 1 a 0, em plena Vila Belmiro. Do outro lado, o Ramalhão perdeu, em casa, o dérbi regional para o São Bernardo por 1 a 0.

A partida será transmitida ao vivo pelo Premiére (PFC). Narração de Jorge Vinícius, comentários de Luiz Ademar e reportagens de Gláucia Santiago.

O time grená aparece na segunda posição do grupo B, com quatro pontos, um a mais que o Linense, o terceiro da chave. Já o Santo André aparece na terceira colocação do grupo C, com cinco pontos, um atrás do Novorizontino, segundo da chave. Na classificação geral, a Ferroviária esta em 13º lugar e a equipe do ABC em décimo.

Na história, as duas equipes já se enfrentaram em 37 oportunidades, com boa vantagem da equipe araraquarense. São 14 vitórias da Ferroviária, 13 empates e 10 triunfos do Santo André. Cada clube marcou 48 gols.

Como mandante, a vantagem da Ferroviária ainda é maior. Jogando em Araraquara contra o Santo André, a Ferrinha venceu 10 jogos, empatou seis e sofreu apenas um revés. A única derrota em casa foi por 2 a 1, pelo grupo 2 do quadrangular semifinal do Paulista da Segunda Divisão (Série A-2) de 2008, ano que o Ramalhão foi o campeão da competição e, conquistou acesso a elite do futebol paulista.

No encontro mais recente, com gols de Fio, Roberto e Alan Mineiro, a Ferroviária venceu o time andreense por 3 a 1, em Araraquara, pela 15ª rodada  da Segunda Divisão (Série A-2)  de 2015. Müller Fernandes fez o tento do Santo André.




Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Mirassol intensifica venda de ingressos para encarar Corinthians

O Mirassol Futebol Clube intensifica a venda de ingressos para o duelo contra o Corinthians, a partir desta terça-feira (21/2), no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol. O torcedor vai poder comprar os bilhetes das 9 às 21 horas.

O valor dos setores verde e amarelo das cadeiras cobertas custam R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia). O torcedor visitante vai desembolsar nos setores amarelo e azul, da arquibancada descoberta, o valor de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia).

Já a torcida do Leão tem a disposição no setor da arquibancada verde (exclusivo do Mirassol) ingressos a R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia). A compra é realizada em dinheiro na loja Leãomania e na bilheteria. O torcedor pode adquirir a entrada pelo site www.mirassolfc.com.br, no link ingressos, com o cartão de crédito ou transferência online.


No final da tarde de segunda-feira quase 2,2 mil ingressos já haviam sido comercializados, sendo que o clube leonino disponibilizou cerca de 12 mil entradas para a venda.

``Nosso estádio tem capacidade para 15 mil torcedores, mas para darmos mais conforto aos torcedores optamos em disponibilizar cerca de 12 mil lugares´´, disse o presidente do Mirassol, Edson Antonio Ermenegildo. "Já comprei minhas entradas para garantir a ida da minha família´´, disse a torcedora Vanessa Domarco.


Os torcedores Giovanna e Rhuan Papani David também já compraram as entradas para o duelo entre Mirassol FC e Corinthians.

``Nossa ideia é evitarmos as filas, pois sabemos que nos próximos dias o movimento vai aumentar bastante´´, disse Giovanna. A meia-entrada é comercializada para mulheres, pessoas portadoras de necessidades especiais, maiores de 60 anos, crianças até 12 anos e estudantes com carteirinha.


EM SOROCABA
Após arrancar o empate de 2 a 2 com o São Paulo, no último sábado (18) no estádio do Morumbi, o Mirassol se concentrou no Centro de Treinamento (CT) do Atlético Sorocaba, em Sorocaba. No domingo (19), os atletas mirassolenses que não haviam atuado os 90 minutos fizeram treino de posicionamento, enquanto que os jogadores que enfrentaram o Tricolor fizeram regenerativo na piscina.

Na segunda-feira (20), o técnico Moisés Egert comandou treino técnico e na manhã desta terça-feira (21) vai comandar um tático. Após o almoço, a delegação viaja para Santo André, onde ficará concentrada para a partida diante do São Bernardo nesta quarta-feira (22), às 17 horas, no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo.


``Vamos ter mais um desafio importante para a frente, verdadeira final. O São Bernardo é adversário muito difícil, principalmente atuando em seu território´´, disse Egert, que não terá desfalques para o duelo no ABC. "Por sermos o último time invicto no Paulistão, todos vão querer nos superar daqui em diante. Mas como sempre digo aos nossos atletas: cada jogo é uma final´´, acrescentou.




Fonte: assessoria de imprensa do Mirassol

Red Bull Brasil busca primeira vitória contra Novorizontino

O Red Bull Brasil tem mais um desafio nesta quarta-feira (21/2), pela quinta rodada do Paulistão. A equipe receberá o Novorizontino, às 17 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Depois de quatro rodadas, o Toro Loko tem dois empates e duas derrotas. A vitória ainda não veio, mas o time mostrou evolução desde o início da competição e não há motivo para desespero.
``Os jogadores estão tranquilos, sabem que a vitória vai chegar. Não vamos mudar, nos desorganizar, para acharmos o gol. Estamos corrigindo os erros, precisamos melhorar, mas sem fazer coisas que não treinamos. Vamos ser ofensivos, mas organizados´´, disse o técnico Alberto Valentim.

Um dos mais experientes do elenco, o atacante Misael, que defendeu o Red Bull Brasil no Paulistão do ano passado, acredita que o fator casa pode pesar na partida desta quarta.

``O fator casa é muito importante. Jogar nos nossos domínios é bom, estamos acostumados. O grupo está ansioso, mas nada de desespero. Vai ser jogo complicado, o Novorizontino é bem treinado, mas temos tudo para fazermos um bom jogo e conseguirmos a vitória´´, comentou Misael.

A partida terá a iniciativa Futebol Sustentável da Federação Paulista de Futebol. Os torcedores podem levar duas garrafas pet e trocar por um ingresso para o confronto. As trocas devem ser feitas na bilheteria do Moisés Lucarelli.






Fonte: assessoria de imprensa do Red Bull Brasil

Ituano tenta melhorar desempenho no Novelli Junior em jogos contra Santos

Em busca da reabilitação, o Ituano encara o Santos nesta terça-feira (21/2), às 21h30, no estádio Novelli Junior, em Itu, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Na rodada passada, as duas equipes perderam. O Galo caiu para o Novorizontino por 1 a 0, em Novo Horizonte, e o Peixe diante da Ferroviária por 1 a 0, na Vila Belmiro.

A equipe rubro-negra de Itu aparece na segunda posição do grupo A, com sete pontos, dois atrás do líder Corinthians. Já o Alvinegro praiano, após duas derrotas seguidas, caiu para o terceiro lugar do grupo D, com seis pontos, um a menos que a Ponte Preta, segunda colocada da chave. No geral, o Ituano é o quinto colocado e o Santos o sétimo.

Precisando vencer, o Ituano tenta melhorar seu desempenho em jogos contra o Santos no Novelli Junior. Das 11 vezes que recepcionou o Peixe em seu estádio, o Galo de Itu venceu apenas dois jogos, empatou três e sofreu seis reveses.

O Ituano não vence o Santos há três anos. A última vitória foi por 1 a 0, no Pacaembu, gol de Cristian, válida pela primeira partida da final do Paulistão de 2014, ano que o Galo de Itu sagrou-se bicampeão paulista. De lá para cá, foram mais três duelos, com três vitórias do Peixe.

Retrospecto

Na história do Paulistão desde 1990, eles mediram forças 26 vezes, com ampla vantagem santista. Foram 17 vitórias para o Santos, seis empates e apenas três triunfos para o Galo. O Ituano marcou 24 gols e sofreu 55.

No encontro mais recente, que marcou a 100ª partida em que o Santos foi comandada pelo técnico Dorival Júnior, com gols de Gustavo Henrique e Ricardo Oliveira, o Peixe venceu o Ituano por 2 a 1, na Vila Belmiro, em Santos, pela terceira rodada da primeira fase do Paulistão do ano passado. Naylhor fez o gol do Galo de Itu.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

No Morumbi, São Bento desafia tabu de 37 anos contra São Paulo

O São Bento joga contra o São Paulo, no Morumbi, nesta terça-feira (21/2), às 20h30, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Na rodada passada, o Bentão jogou mal e empatou sem gols, em casa, com o Botafogo. Já o Tricolor, vencia por 2 a 0, mas acabou cedendo empate ao Mirassol após erros defensivos.

A partida será transmitida ao vivo e exclusiva pelo Premiére (PFC). Narração de Odinei Ribeiro, comentários de Luiz Ademar e reportagens de André Hernan. 


O Azulão sorocabano aparece na lanterna do grupo C e da competição, com apenas um ponto ganho – um empate e três derrotas. Do outro lado, o Tricolor, com sete pontos – duas vitórias, um empate e uma derrota, é o líder do grupo B e quarto colocado na classificação geral.

Este será o confronto de número 60 entre as duas equipes na história do Paulistão, com ampla vantagem do São Paulo. Desde 1963, foram 38 vitórias para o Tricolor, apenas sete para o São Bento e 14 empates. O Bentão marcou 28 gols e sofreu 89.

O Bentão, que busca a primeira vitória na competição, não vence o São Paulo no Morumbi há quase 37 anos. A última e única vitória na casa do Tricolor aconteceu em 11 de junho de 1980, por 2 a 1, pela 10ª rodada do primeiro turno do Paulistão. De lá para cá, o São Bento acumula nove derrotas e três empates jogando contra o São Paulo, no Morumbi.

No encontro mais recente, com gol de Régis Souza, aos dez minutos do segundo tempo, o São Bento venceu o São Paulo por 1 a 0, no Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela 15ª rodada da primeira fase do Paulistão do ano passado.



Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Tuca Guimarães analisa reação da Portuguesa na Segunda Divisão

Sob o comando do técnico Tuca Guimarães, a Portuguesa mediu forças com o Mogi Mirim, no último domingo (19/2). Jogando no estádio Anacleto Campanella, a Lusa venceu por 3 a 2, em duelo válido pela sexta rodada da Série A-2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista. 

``Começamos o jogo bem, encaixado, jogando em velocidade, com bastante posse. Fizemos o primeiro gol muito rápido e sustentamos um pouco. Ainda no primeiro tempo tivemos alguns problemas, como a lesão de um atleta. No segundo tempo voltamos com postura diferente, outro desenho. Colocamos um atacante e tiramos um volante para tentar ganhar um pouco de transição. Faltando 25 minutos nosso time sentiu a semana pesada, mas foram guerreiros e sustentaram o resultado com bastante aplicação. Assim conquistamos os três pontos que eram o mais importante´´, disse Tuca. 

Agora, a Portuguesa encosta de vez nos líderes da competição ao atingir 10 pontos. 

O próximo desafio pela Série A-2 será diante do Taubaté, no sábado (25), no Joaquinzão, às 16 horas.




Fonte: Tuddo

Situações opostas em Limeira: Inter lidera e Independente é o lanterna da Terceira Divisão do Paulista

A cidade de Limeira vive momentos totalmente distintos na tabela de classificação do Campeonato Paulista da Terceira Divisão (Série A-3). Enquanto a torcida da Inter (veja mascote ao lado), campeã do Paulistão em 86, festeja a liderança isolada com 14 pontos, a do Independente (veja mascote abaixo) sofre com a lanterninha da competição, com apenas um ponto somado após o encerramento da sexta rodada, no último final de semana.

No duelo entre a líder Inter de Limeira e o vice-líder Olímpia, no domingo (19/2), no estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira, o empate por 1 a 1 acabou não alterando a tabela de classificação.

A disputa continua acirrada. A Inter, do técnico João Valli, tem 14 pontos, contra 13 do Olímpia e Nacional, o terceiro pelos critérios de desempate. Naldinho fez no início do primeiro tempo para o time da cidade de Olímpia, com Lucas Douglas empatando na reta final do segundo tempo.

Enquanto a Inter brilha em Limeira, o outro clube da cidade coleciona fracassos. O Independente, comandado pelo ex-jogador Piá, é o saco de pancadas da Terceira Divisão. Somou apenas um dos 18 pontos disputados e não consegue deixar a lanterninha.

O último fiasco aconteceu na cidade de Marília, onde o Independente perdeu para o time da casa por 2 a 0, no último sábado.


Confira a sexta rodada da Terceira Divisão:

Sábado - 18/2

Desportivo Brasil 2 (Júlio César e Kallyl) x Grêmio Osasco 0
Paulista 0 x Matonense 2 (Everton Tiziu e Ademir)
Marília 
2 (Boreri e Felipe André) x Independente 0

Domingo - 19/2

Noroeste 0 x Atibaia 1 (Robson)
Rio Branco 3 (Júlio 2 e Wellington) x Comercial 0
Flamengo 0 x 0 Monte Azul
Taboão da Serra 3 (Carlos Chaba, Acosta e André Luís) x Portuguesa Santista 0
Catanduvense 0 x São Carlos 3 (WO)
Inter de Limeira 
1 (Lucas Douglas) x Olímpia 1 (Naldinho)
São José FC 
1 (Michael) x Nacional 1 (Léo Castro)

CLASSIFICAÇÃO


1º 
Inter de Limeira - 14 pontos
2º Olímpia - 13 pontos
Nacional 13
4º Grêmio Osasco - 12 pontos
5º Rio Branco 10 pontos
São Carlos - 10
São José FC - 10
Desportivo Brasil - 10
Marília - 10
Noroeste 10
11º Comercial pontos
Matonense - 9
13º 
Monte Azul - pontos
14º Taboão da Serra - pontos
Atibaia - 7
Portuguesa Santista - 7
17º Flamengo pontos
18º Paulista - pontos
Catanduvense  - 3
20º Independente - ponto

ARTILHEIROS

4 gols

Léo Castro (Nacional), Júlio (Rio Branco) e Michael (São José FC)

3 gols:

Tom e Wesley (Inter de Limeira), Felipe André (Marília), Matheus Borges (Monte Azul), Gabriel Barcos (Noroeste), Naldinho (Olímpia) e Washington (Portuguesa Santista) 

2 gols:

Robson e Reginaldo (Atibaia), Naldinho e Kadu Barone (Comercial), Herbert e Danilo Pereira (Flamengo), Wellington, Fabrício, Tiago e Klauber (Grêmio Osasco), Diego Salles (Marília), Jobson e Bruninho (Nacional), Renatinho (Olímpia), Fernando (Portuguesa Santista), Wellington, Wallace e Bismark (Rio Branco), Bruno Donizeti (São José FC) e Acosta (Taboão da Serra)

1 gol:

Bruno Leandro (Atibaia), Cleber (Catanduvense), Pablo, Thiago Moura e Matheus Totô (Comercial), Júlio César, Kallyl, Anderson, Pio e Cabelo (Desportivo Brasil), Rafael Piauí e Kairon (Flamengo), Marli e Jorge Eduardo (Grêmio Osasco), Lucas Douglas, Malconn e Eder Paulista (Inter de Limeira), Boreri e Léo Franco (Marília), Everton Tiziu, Ademir, Denner, João Lucas, Zé Marcelo e Jean Pierre (Matonense), Carlinhos e Elton (Monte Azul), Luiz Henrique (Nacional), Thiago Santos, Paulo Brumatti e Vinicius Leite (Olímpia), Diego Iatecolla e Juninho (Noroeste), Fabão e Viella (Paulista), Lucas Lino e Ricardinho (Portuguesa Santista), Mauro Victor e Bosco (São Carlos), João Gledson, Renato Peixe e Amauri (São José FC) e André Luís, Carlos Chaba, Willian e Teco (Taboão)

GOL CONTRA:

Eduardo (São José FC para Grêmio Osasco)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Márcio Fernandes substitui Guilherme no comando do Linense

Caiu o segundo treinador após o término da quarta rodada do Campeonato Paulista. A bola da vez foi Guilherme, que resolveu deixar o comando do Linense (veja mascote ao lado) após a goleada sofrida para o Palmeiras por 4 a 0, no último domingo (19/2), na cidade de Araraquara.

Guilherme ficou inconformado com o desempenho do Linense e pediu reunião com a diretoria. Após rápida conversa, o treinador entendeu que deveria entregar o cargo, que foi aceito de imediato pelos dirigentes do Elefante da Noroeste.

Em quatro partidas no comando do Linense, Guilherme somou apenas três pontos na vitória diante do Audax por 2 a 0. Foi goleado por Santos e Palmeiras e perdeu por 3 a 1 para o Mirassol, fora de casa.

O Linense ocupa a terceira colocação no Grupo B com três pontos, um a mais que o lanterninha Red Bull Brasil. O líder é o São Paulo, com sete pontos, com a Ferroviária na vice-liderança com quatro.


Sem perder tempo, a diretoria do Linense já anunciou a contratação do novo treinador. Trata-se de Márcio Fernandes, revelado nas categorias de base do Santos, que estava desempregado após sair do Botafogo, de Ribeirão Preto, em 2016.

DANÇA DOS TÉCNICOS NO PAULISTÃO

1) FERROVIÁRIA - Antônio Pícoli saiu e chegou PC
2) LINENSE - Guilherme saiu e chegou Márcio Fernandes

Rio Claro tira liderança e invencibilidade do São Caetano e volta ao G-4 da Segunda Divisão

No duelo entre invictos, na partida que encerrou a sexta rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2), realizado nesta segunda-feira (20/2), no estádio Augusto Schmidt, na cidade de Rio Claro, o Rio Claro (veja mascote ao lado), o popular Galo Azul, venceu o São Caetano por 1 a 0, gol de Fernando, e voltou para o G-4 da competição.

Além de se manter invicto, agora com três vitórias e três empates, o Rio Claro chegou aos 12 pontos e assumiu a terceira colocação na tabela de classificação, jogando o Bragantino para quarta posição, e tirando o Guarani do G-4 da Segunda Divisão.

Já o São Caetano, além de perder a liderança isolada para o Água Santa, da cidade de Diadema, teve encerrada a sua invencibilidade na competição. O Azulão agora é vice-líder com 13 pontos.

Quem subiu feito foguete na tabela de classificação foi a Portuguesa, que atuando no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, campo neutro, venceu o Mogi Mirim por 3 a 2, e agora é a sexta colocada com os mesmos 10 pontos do Guarani, quinto, e o Bragantino, o quarto. Mas em desvantagem nos critérios de desempate.


O Capivariano perdeu mais uma e demitiu o treinador Élio Sizenado. Já assumiu em seu lugar Antônio Pícoli, que perdeu o emprego recentemente na Ferroviária.

Confira a sexta rodada da Segunda Divisão:

Sexta-feira - 17/2

Guarani 2 (Brian Samúdio e Rogério) x União Barbarense 0

Sábado - 18/2

Bragantino 1 (Bruno Oliveira) x Água Santa 2 (Raí e Paulo Henrique)
Capivariano 1 (Leandro Silva) x Taubaté 2 (Rychely e Everton)
Sertãozinho 0 x 0 Juventus
Barretos 1 (Tarracha) x XV de Piracicaba 1 (Barreto)

Domingo - 19/2


Penapolense 1 (Carlinhos) x Votuporanguense 1 (Elvinho)
Oeste 0 x 0 Batatais
Portuguesa 3 (Luizinho 2 e Adilson) x Mogi Mirim 2 (Miguel e Elielton)
Velo Clube 
1 (Flávio Carioca) x Rio Preto 1 (Ednei)

Segunda-feira - 20/2

Rio Claro 1 (Fernando) x São Caetano 0

Classificação
1º 
Água Santa 14 pontos
2º São Caetano - 13 pontos
3º Rio Claro - 12 pontos
4º Bragantino 10 pontos
Guarani - 
10
Portuguesa - 10
Batatais - 10
8º Taubaté - pontos
Penapolense - 
9
10º Velo Clube - pontos
11º Sertãozinho - pontos
Votuporanguense - 
7
Barretos - 7
Rio Preto 7
XV de Piracicaba - 7
16º Mogi Mirim - pontosOeste - 6
18º Juventus - pontos
19º Capivariano - 
pontos
20º União Barbarense - 
0

ARTILHEIROS

5 gols:  

Robert (Oeste)

4 gols:
Everton (Taubaté)


3 gols:

Miguel (Mogi Mirim), Sávio e Fagner (Rio Preto), Ermínio (São Caetano), Caique (Taubaté), Flávio Carioca (Velo Clube) e Rodrigo (XV de Piracicaba)

2 gols:

Raí (Água Santa), Tarracha (Barretos), Medina (Batatais), Anderson Ligeiro, Vitor e Adriano Paulista (Bragantino), Braian Samudio e Fumagalli (Guarani), Junior Timbó, Judson e Johnny (Juventus), Edinho e Pretinho (Mogi Mirim), Da Matta (Oeste),  Leandro Love e Juliano (Penapolense), Adilson e Luizinho (Portuguesa), Fernando, Danilo Lopes e Francismar (Rio Claro), Luiz Fernando (Rio Preto), Carlão (São Caetano), Ronny e Mateus (Sertãozinho), Cassinho e Tiago Tremonti (Taubaté), Léo Aquino (Velo Clube) e Bruninho e Romarinho (XV de Piracicaba)

1 gol:

Paulo Henrique, Leandro Silva, Danielzinho, Robson e Gabriel Duarte (Água Santa), Chuck, Rafael Martins e Léo Dantas (Barretos), Wesley, Elton Luís, Tyrone, Diego Luís e Davi Xavier (Batatais), Bruno Oliveira, Gilberto, Guilherme Mattis e Edson Sitta (Bragantino), Leandro Silva, Deco, Romarinho, Peterson, Jô e Muller (Capivariano), Marcinho, Diego Jussani e Rogério (Guarani), Elielton, Dedé, Ortigoza, Formiga e Vitinho (Mogi Mirim) e Carlinhos, Kesley e Germano (Penapolense), Bruno (Portuguesa), Odair Lucas (Rio Claro), Ednei, Wagner, Robinho e Lucas Silva (Rio Preto), Elias, Ferreira, Lincom e Magrão (São Caetano), Felipe Silva, Leleco e Pereira (Sertãozinho), Rychely (Taubaté), Gustavo (União Barbarense), Leandrinho e Adriano Garça (Velo Clube), Elvinho, Anderson Cavalo, Paulo Henrique, Marcão, Makanaki e Paulo Josué (Votuporanguense) e Barreto e Doni (XV de Piracicaba)

GOLS CONTRA:


Tyrone (Batatais, para o Rio Claro) e Zeca (Rio Claro, para o União Barbarense)

domingo, 19 de fevereiro de 2017

São Bernardo vence o clássico contra rival Santo André

O São Bernardo (veja mascote ao lado) está reabilitado no Campeonato Paulista. Neste domingo (19/2) pela manhã, atuando no estádio Bruno José Daniel, o Tigre venceu o rival Santo André por 1 a 0, gol de Walterson, em falha da zaga do Ramalhão, e se aproximou do líder Corinthians no Grupo A.

Com seis pontos na tabela de classificação, o São Bernardo ainda ocupa a terceira colocação, fora do G-2, um a menos que o vice-líder Ituano, e três a menos que o líder Corinthians. O lanterninha é o Botafogo, com quatro pontos.

Já o Santo André continua com cinco pontos, na terceira colocação do Grupo C, um a menos que o Novorizontino, vice-líder, e Palmeiras, líder, que atuará em Araraquara, à tarde, diante do Linense.


Confira os resultados e artilheiros da quarta rodada do Paulistão:

Sábado - 18/2 - Quarta rodada

Audax 0 x Corinthians 1 (Kazim)
Novorizontino 1 (Fernando Gabriel) x Ituano 0
São Bento 0 x 0 Botafogo
Ponte Preta 0 x 0 Red Bull Brasil
Santos 0 x Ferroviária 1 (Leandro Amaro)
São Paulo 2 (Pratto e Rodrigo Caio) x Mirassol 2 (Raphael Lucas e Xuxa)

Domingo 19/2

Santo André 0 x São Bernardo 1 (Walterson)
17h - Linense x Palmeiras

Classificação


GRUPO A

1º Corinthians 9 pontos
2º Ituano - pontos
3º São Bernardo - pontos
4º Botafogo - pontos


GRUPO B


1º 
São Paulo - pontos
2º Ferroviária - pontos
3º Linense - pontos
4º Red Bull Brasil - pontos


GRUPO C

1º Palmeiras - pontos
Novorizontino - 6
3º Santo André - pontos
4º São Bento - ponto


GRUPO D

1º Mirassol - 10 pontos
2º Ponte Preta  - pontos
3º Santos - pontos
4º Osasco Audax - pontos

ARTILHEIROS

3 GOLS

Pedro Carmona (Audax), Xuxa (Mirassol), Willian Pottker (Ponte Preta), Rodrigão (Santos) e Gilberto (São Paulo)

2 GOLS

Rafael Bastos (Botafogo), Leandro Amaro (Ferroviária), Zé Roberto (Mirassol), Fernando Gabriel (Novorizontino), Lucca (Ponte Preta), Vitor Bueno (Santos), Edno e Walterson (São Bernardo) e Cueva, Luiz Araújo e Chavez (São Paulo)

1 GOL

Marquinho e  Felipe Rodrigues (Audax), Francis (Botafogo), Kazim, Pablo e Jô (Corinthians), Juninho e Tiago Marques (Ferroviária), Ronaldo e Guly (Ituano), Diego Felipe, Thiago Santos, Gabrielzinho, Thiago Humberto e Zé Antônio (Linense), Raphael Lucas, Rodolfo, Wellington, Bruno Sávio e Wellington Júnior (Mirassol), Roberto, Nilson, Alexandro (Novorizontino), Dudu, Jean e Tchê Tchê (Palmeiras), Matheus Jesus (Ponte Preta), Misael, Nixon e Elton (Red Bull Brasil), Copete, Thiago Ribeiro, Lucas Lima, Arthur Gomes e Kayke (Santos), Deivid, Fernando Neto, Edmílson e Claudinho (Santo André), Magrão (São Bento) e Pratto, Rodrigo Caio e Thiago Mendes (São Paulo)

GOL CONTRA


João Paulo (São Bento, para o Ituano)

São Caetano visita o Rio Claro nesta segunda-feira para recuperar a liderança da Segunda Divisão

Em jogo válido pelo encerramento da sexta rodada da Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista, o São Caetano enfrenta o Rio Claro nesta segunda-feira (20/2), às 20 horas, no Schmidtão. Esta será a terceira partida do time do ABC fora de casa e vale pela recuperação da liderança isolada da competição.

Atuando na condição de visitante, o Azulão venceu o Sertãozinho por 1 a 0, e empatou (0 a 0) com o Guarani. Já o Rio Claro mira retornar ao G-4.

Azulão e Galo Azul se enfrentaram em seis oportunidades em competições oficiais, com três vitórias para cada lado. No encontro anterior, pela segunda fase da Copa Paulista do ano passado, o São Caetano levou a melhor ganhou por 2 a 0, no Anacleto Campanella.

O último triunfo do Azulão em Rio Claro aconteceu em 2007, ano do vice-campeonato paulista. Na oportunidade, Somália fez o único gol da partida realizada no Schmidtão.

``Mais um compromisso difícil, assim como foram os anteriores também. Disputamos competição complicada em vários aspectos. Como é o caso do desgaste dos atletas, algo que me preocupa bastante. Mas vamos tentar fazer grande jogo contra o Rio Claro. Iremos oferecer o nosso melhor´´, afirmou o técnico Luís Carlos Martins, que não tem desfalques por suspensão.

Lucas Frigeri reencontra o Rio Claro na Série A-2

O goleiro Lucas Frigeri vai viver situação diferente na partida desta segunda-feira. Ele deixou o Rio Claro, o popular Galo Azul, para atuar no São Caetano, o conhecido Azulão.

``Respeito o Rio Claro, a torcida e a cidade, pois me acolheram muito bem. Mas sou profissional e hoje defendo o São Caetano. Vou oferecer sempre o meu melhor e fazer o máximo para sair vitorioso´´, afirmou.

Em quase duas temporadas pelo Galo Azul, Frigeri colecionou boas atuações e contribuiu pela classificação do clube à semifinal da última edição da Copa Paulista.
``Conheço um pouquinho do rival, pois trabalhei bastante com o Sérgio Guedes. Sei da sua qualidade e que fará de tudo para ganhar. Passei um pouco das qualidades e defeitos do Rio Claro para a comissão técnica, para desta forma estudarmos o rival com cuidado e fazer grande jogo na segunda-feira´´, explicou.



Fonte: Assessoria de imprensa do São Caetano

Mogi Mirim quer quebrar tabu de sete anos sem vencer Portuguesa fora de casa

Mogi Mirim e Portuguesa se enfrentam neste domingo, 19/2, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, às 16 horas, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A-2).

Para manter a boa fase vivida e subir ainda mais na tabela de classificação, o Sapão da Mogiana pretende quebrar um tabu de sete anos sem vencer a Lusa longe de seus domínios.

A última vitória diante da Portuguesa fora do Estádio Vail Chaves ocorreu em 2010, quando o Mogi Mirim bateu a Portuguesa, no Canindé, pelo placar de 1 a 0, pela quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A-1. O único gol da partida foi anotado pelo meio-campista Luís Mário.

De lá para cá, Lusa e Sapo se encontraram novamente no Canindé em 2014, com vitória da Portuguesa sobre o Mogi Mirim pelo placar de 2 a 0, em partida válida 11ª rodada da Série A-1 do Paulista.

Como visitante, o Sapão da Mogiana enfrentou a Portuguesa em 15 oportunidades: venceu uma, empatou sete e foi derrotado em outros sete compromissos. O Sapo marcou 16 gols e sofreu 24.

No histórico geral dos confrontos, Mogi Mirim e Lusa se enfrentaram 29 vezes. Foram 12 vitórias da Portuguesa, três do Mogi Mirim e 14 empates. A Lusa marcou 46 gols e o Sapo, 33.





Fonte: assessoria de imprensa da Portuguesa

Pelo Paulistão, Santo André e São Bernardo fazem tira-teima histórico

Santo André e São Bernardo enfrentam-se neste domingo (19/2), às 10 horas, no estádio Bruno José Daniel (Brunão), em Santo André, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Na rodada anterior as duas equipes jogaram fora de casa. Os andreenses venceram o Corinthians por 2 a 0, no Itaquerão, enquanto que o Tigre perdeu para o Palmeiras por 2 a 0, no Allianz Parque.

O Ramalhão está na terceira posição do grupo C, com cinco pontos, um a menos do líder Palmeiras e o vice-líder Novorizontino. Do outro lado, os são-bernardenses aparecem na lanterna do grupo A, com três pontos, a quatro do líder Ituano. Na classificação geral. O Santo André é o nono colocado e o Tigre está no 13º lugar.

Além dos três pontos da partida, este clássico regional do grande ABCD ganha ingrediente a mais com a possibilidade de possível desempate no retrospecto, até aqui, equilibrado. Os dois clubes vizinhos já se enfrentaram oficialmente oito vezes na história, com três triunfos para cada lado e dois empates.

Esta será a segunda vez que os rivais medem forças pelo Paulistão. Na única partida que eles disputaram entre si pela elite do futebol paulista, o Tigre venceu, de virada, o Santo André por 2 a 1, no estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo,  pelo Paulistão 2011, ano que as duas equipe acabaram sendo rebaixadas.

No estádio Brunão, em Santo André, o clássico foi disputado em outras três oportunidades, com duas vitórias dos donos da casa e uma vitória do Tigre.

No último clássico, em jogo bastante truncado, os rivais empataram sem gols, em São Bernardo do Campo, partida valida pela 10ª rodada do grupo 3, da primeira fase da Copa Paulista de 2014.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Mauricio Barbieri vai comandar o Guarani na Segunda Divisão do Paulista

O Guarani anunciou no sábado (18/2), pouco depois de demitir o técnico Ney da Matta, que Maurício Barbieri, que comandou com sucesso o Red Bull Brasil em 2016, será  o treinador do Bugre na sequência da Série A-2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista.

Marcus Vinicius, executivo de futebol do Guarani, contou o que pesou na escolha do novo treinador.

``Escolhemos o Maurício por ser estudioso, jovem, técnico da nova geração e atualizado. Tínhamos outro nome, mas o que pesou na escolha dele foi pelo fato de ter feito bons trabalhos e com acessos por Audax e Red Bull Brasil. Jovem e com acessos na divisão que o Guarani está jogando, além de ser conhecedor do mercado paulista e da competição´´, contou Marcus Vinicius.

O próximo desafio na Série A-2 será no próximo sábado (25), às 16 horas, contra o Juventus, na Rua Javari, na Capital, pela sétima rodada.

DANÇA DOS TREINADORES

1) UNIÃO BARBARENSE - Edson Leivinha saiu e chegou Cláudio Britto
2) OESTE - Vilson Tadei saiu e chegou Roberto Cavalo
3) BARRETOS - Márcio Ribeiro saiu e chegou Vitor Hugo
4) SERTÃOZINHO - Júlio Sérgio saiu e chegou José Carlos Serrão
5) GUARANI - Ney da Matta saiu e chegou Maurício Barbieri