sábado, 30 de maio de 2020

Red Bull Salzburg, de André Ramalho, conquista a Copa da Áustria


Uma sexta-feira (29/5) para ser lembrada para sempre na vida do zagueiro André Ramalho e de todo o elenco do Red Bull Salzburg, além da apaixonada torcida do clube. Afinal, a equipe é uma das primeiras a levantar um troféu após a retomada do futebol depois de longo tempo de paralisação por conta da pandemia do coronavírus. Jogando com o estádio Wörthersee vazio, por medidas necessárias de saúde, os Touros não tomaram conhecimento do Austria Lustenau e aplicaram sonora goleada de 5 a 0, na decisão da Copa da Áustria, garantindo o sétimo título da competição na história do Salzburg, sendo o quarto com o brasileiro.

O jogo

O título começou a ser confirmado na primeira etapa, com gols do húngaro Dominik Szooboszlai e do austríaco Dominik Stumberger, contra. No segundo tempo, o suíço Noah Okafor, o ganês Majeed Ashimeru e o maliano Sekou Koita sacramentaram o placar elástico.

Ídolo do clube e agora com oito títulos no currículo com a camisa do Red Bull Salzburg, André Ramalho também teve participação fundamental na conquista, já que participou dos seis jogos, deu uma assistência logo na partida de estreia e ajudou a equipe a sair com a defesa menos vazada do torneio, com apenas dois gols sofridos.

``Estamos vivendo momento muito complicado e todos devemos prezar pela saúde. Por conta dessa pandemia, esse título é especial e ficará marcado para sempre porque é um recomeço para todos nós. É muito bom voltar a fazer o que a gente ama, que é jogar futebol, e melhor ainda ser campeão. Espero que logo tudo se normalize e todas as pessoas possam retomar as suas atividades´´, ressaltou.

Por conta das orientações das autoridades de saúde, o título foi conquistado com o estádio vazio e o brasileiro falou sobre a sensação de levantar a taça sem a presença do público.

``Infelizmente, por conta de tudo o que já sabemos, nossos torcedores não puderam vir, mas esse título é para eles. A nossa torcida é muito apaixonada e sempre nos incentiva aonde quer que a gente vá. Espero que, em breve, quando as autoridades de saúde liberarem, todos nós possamos comemorar juntos´´, ressaltou.

Agora, o Salzburg volta suas atenções para o retorno do Campeonato Austríaco. A equipe enfrentará o Rapid Viena, na quarta-feira (3/6), em casa, pela fase final da competição. Os Touros lideram o torneio, com 24 pontos, contra 21 do LASK Linz, que perdeu seis pontos em decisão tomada pela Liga por ter violado o protocolo de segurança no último mês ao treinar com todo o elenco junto.

Nesta temporada, André Ramalho jogou 28 partidas oficiais, marcou três gols, deu uma assistência e o time saiu de campo sem ser vazado em 11 oportunidades. Somando as duas passagens do brasileiro pelo clube, são 190 atuações, 15 gols, nove assistências e agora oito títulos oficiais: o tetracampeonato Austríaco (2013/2014, 2014/2015, 2017/18 e 2018/19) e o tetra da Copa da Áustria (2013/2014 e 2014/2015, 2018/19 e 2019/20).





Foto: Divulgação / Red Bull Salzburg - Fonte: Triple

Museu do Futebol: Copa de 70 e as histórias atribuladas das eliminatórias


Enquanto o futebol brasileiro não volta, nada melhor do que relembrar momentos icônicos do esporte. No ano em que o tricampeonato mundial da seleção canarinho completa 50 anos, vamos recordar algumas histórias daquela Copa que começou no dia 31 de maio de 1970. Porém, antes dela, aconteceram as eliminatórias, que acabaram sendo para lá de movimentadas, como a ressurreição sueca, o fiasco argentino e uma guerra entre dois dos países concorrentes.

Quer saber mais curiosidades sobre a Copa de 70? O que foi a Guerra das Cem Horas? Como foi a primeira participação de Israel? Essas respostas, estão no artigo publicado pelo Centro de Referência do Futebol Brasileiro. O Museu do Futebol é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.


Sobre o Museu do Futebol

O Museu do Futebol está instalado em uma área de 6,9 mil metros quadrados sob as arquibancadas do Estádio do Pacaembu. É um espaço interativo, lúdico e multimídia, no qual a história do esporte mais popular do Brasil se confunde com a própria história do país.

O Museu do Futebol é uma iniciativa do Governo e da Prefeitura de São Paulo, com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho. Pertence à rede de museus da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e é gerido pelo IDBrasil, Organização Social de Cultura.

#culturaemcasa - A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, a que pertence o Museu do Futebol, lançou a campanha #culturaemcasa para que todos os seus equipamentos culturais disponibilizem atividades online no período que durar a pandemia. Museus, bibliotecas, teatros e centros culturais estão temporariamente fechados como parte do enfrentamento à doença.

O Museu do Futebol tem 15 exposições virtuais disponíveis na plataforma Google Art&Culture, o banco de dados online do Centro de Referência do Futebol Brasileiro (CRFB) e continuará com novas iniciativas nas redes sociais.

 
MUSEU DO FUTEBOL NA INTERNET

Jogos e conteúdo educativo: educar.museudofutebol.org.br

Visita virtual Google Street View:  https://url.gratis/Is0pb

Google Art & Culture -https://www.museudofutebol.org.br/pagina/exposicoes-virtuais

Banco de dados do Centro de Referência do Futebol Brasileiro:

http://dados.museudofutebol.org.br/

Medium: https://medium.com/museu-do-futebol

YouTube: https://www.youtube.com/user/museudofutebolspaulo/


PARCEIROS DO MUSEU

Um grande desafio para o Museu do Futebol é sua sustentabilidade. Parcerias são essenciais, pois ampliam sua atuação e levam a cultura e a educação a mais pessoas. 

O Itaú é seu patrocinador. Seus parceiros de responsabilidade social são: Lojas Torra, EMS Farmacêutica, Banco Safra, Pinheiro Neto Advogados, Verde Asset, Grupo Luminae Energia e Andra Materiais Elétricos. Tem a Rádio CBN, Revista Piauí, UOL, Revista Cult, Dinamize e Guia da Semana como parceiros de mídia.

O Museu do Futebol conta com as Lei Federais de Incentivo ao Esporte e à Cultura e com o ProAC/ICMS.





Fonte: assessoria de imprensa do Museu do Futebol

Breno Lopes comemora renovação de contrato com Ituano


Em meio à pandemia, caneta no papel e renovação contratual: o lateral-esquerdo Breno Lopes segue no Ituano. As partes negociaram e já assinaram um novo contrato, válido até o fim de 2020.


Motivo de satisfação para o jogador, que chegou ao Ituano no início do ano, vindo do Cruzeiro. Com boas atuações no Paulistão, Breno Lopes celebrou a renovação contratual.

``O Ituano é um clube que o atleta gosta de defender. E isso é extremamente importante, é organizado, oferece boa estrutura. Me abriu as portas no começo do ano, estávamos fazendo bom Paulistão. É gratificante renovar meu contrato e saber que vou continuar defendendo o Ituano´´, afirmou o jogador, com boas passagens também por Ponte Preta e Atlético Goianiense.


A negociação, aliás, foi simples, revela o lateral-esquerdo – que disputava seu terceiro Paulistão na carreira.

``Sinceramente foi algo bem rápido e simples. Eles queriam que eu ficasse e eu queria ficar. Aí não tem erro. Como eu disse, é clube estruturado e com ótimos profissionais. Fico feliz em renovar o contrato e seguir no Ituano´´, finalizou Breno Lopes, de 29 anos.






Foto: Miguel Schincariol / Ituano - Fonte: AV

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Prefeitura de Bragança Paulista autoriza Red Bull Bragantino a voltar aos treinos


O Red Bull Brasil está pronto para voltar aos treinamentos presenciais na próxima semana. A prefeitura de Bragança Paulista publicou nesta sexta-feira (29/5) decreto estabelecendo que as atividades da equipe retornem seguindo as recomendações do protocolo apresentado pelo clube.

O protocolo de segurança foi elaborado pelos médicos do Red Bull Brasil em conjunto com infectologista, seguindo normas da Organização Mundial da Saúde (OMS). O clube garante ter consultado Federação Paulista de Futebol (FPF),  Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação da Alemanha, onde os treinos e jogos já retornaram.

O Red Bull Bragantino avisou que realizou testes de coronavírus nos atletas e funcionários desde quinta-feira (28). Os resultados ainda não saíram.

No protocolo consta:

Realização periódica de exames;
Separação dos atletas em grupos menores;
Higienização constante das mãos;
Presença de número reduzido de pessoas no CT;
Quartos individuais para cada pessoa se vestir;
Utilização de máscaras (exceto os atletas durante a atividade física);
Não cuspir ou assoar o nariz em campo;
Manter distância de no mínimo dois metros;
Em caso de qualquer sintoma, informar imediatamente o departamento médico.

A diretoria do Red Bull Bragantino divulgou a seguinte nota:

"Seguindo decreto estadual, que permite ao setor interessado em voltar a atuar, protocolar um pedido à prefeitura de sua cidade, o Red Bull Bragantino entregou seu protocolo de intenção de retorno aos treinos. Em reunião realizada com o prefeito de Bragança Paulista, Jesus Chedid, com a secretária municipal da Saúde, Marina de Oliveira, com a comissão de prevenção da Covid-19 e a presença do deputado Edmir Chedid, o protocolo foi apresentado junto com a explanação do projeto e a aplicação dos cuidados médicos.

O documento foi bem recebido pelas partes e o clube só aguarda a oficialização para uma possível volta aos treinos na próxima semana.

O protocolo foi desenvolvido pelos médicos do Red Bull Bragantino em conjunto com infectologistas, seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde. Clubes e federação da Alemanha, bem como Federação Paulista de Futebol e a Confederação Brasileira de Futebol, também foram consultados para referência.

As orientações preveem, entre outras coisas, realização periódica de exames, separação dos atletas em grupos menores, higienização constante das mãos, presença de um número reduzido de pessoas no CT, quartos individuais para cada pessoa se vestir, utilização de máscaras (exceto os atletas durante a atividade física), não cuspir ou assoar o nariz em campo, manter uma distância de no mínimo dois metros e, em caso de qualquer sintoma, informar imediatamente o departamento médico.

Vale ressaltar que todos os atletas, comissão técnica e staff do clube foram testados antes do início das atividades, e a orientação para todos é seguir o caminho casa-treino-casa, sem mais paradas."

Com dois acessos no currículo, Ernandes promete que terceiro será com camisa da Ponte Preta


Marcação pesada, defesa firme, habilidade e vontade de vencer. Características que descrevem bem o lateral Ernandes , uma das mais recentes contratações da Macaca, que chega cheio de vontade para vestir a camisa pontepretana. Ele vinha atuando pelo Mirassol no último Campeonato Paulista, que foi paralisado pela pandemia do coronavírus.

``Já tenho dois acessos para elite do futebol no meu currículo e tenho certeza que terei o terceiro com a Ponte Preta´´, prometeu o atleta.

O próprio jogador fala um pouco dos próprios pontos fortes.

``Estou muito feliz para vestir uma camisa gloriosa, cheia de histórias. Tenho característica de marcar, bastante força. Os atletas que jogam contra são muito velozes, então temos que primeiro conter mais, defender. Ninguém ataca sem antes defender´´, destacou.

O atleta acrescenta conhecer a força da torcida pontepretana e que está pronto para jogar ao lado dela, quando as partidas voltarem a ser realizadas com a presença de público.

``Tenho responsabilidade e quem joga na lateral sabe que se erra uma bola, está mais perto do torcedor, vai ouvir.  Então quem joga ali tem que ser mais concentrado, ter psicológico muito bom e sou assim. Busco me motivar e dar meu melhor para fazer a diferença´´, justificou.


Ernandes, que participou do Bate Papo com a Torcida, na PonTV, também foi questionado sobre 2018, quando atuava pelo Goiás com idade errada na inscrição – fato que foi levado ao STF e que foi aventado, inclusive, como razão para causar a retirada do Goiás da quarta colocação daquele ano e a entrada da Ponte no lugar. A confirmação da informação errada não gerou prejuízo ao time goianiense, mas o jogador foi punido com gancho de 180 dias.

``A idade errada me incomodava e isso foi resolvido sem prejudicar ninguém. Acho que não há nenhum erro na pessoa procurar o que é melhor para ela e foi o que a Ponte fez na época. Não tenho nenhum ressentimento. Pelo contrário! Ninguém me fez mal e tive a chance de corrigir. É a lei da semeadura, o que você planta , você colhe. Plantei algo que não foi legal no passado, fiquei um tempo sem jogar por causa disso, o que não foi legal também, mas isso é passado. Estou sendo contratado pelo meu esforço, trabalho, carreira e darei tudo pela Ponte´´, afirmou.



Fonte e foto: assessoria de imprensa da Ponte Preta

Ferroviária ganha prêmio da Conferência Nacional de Futebol pelo melhor departamento feminino em 2019


A Ferroviária venceu o prêmio da Conferência Nacional de Futebol, a Conafut, de Melhor Departamento de Futebol Feminino em 2019, com 60% dos votos. Concorriam com a Locomotiva o Corinthians e o Internacional-RS. A votação foi feita por júri técnico, que tinha 70% do poder do voto, 20% para os membros da Conafut e 10% na votação popular.

Em 2019, a Ferroviária foi bicampeã brasileira, única equipe a ter dois títulos na competição, vice-campeã da Libertadores e chegou entre as quatro melhores equipes do Campeonato Paulista. Além de ter feito boas campanhas no Brasileiros Sub-14 e Sub-16, ter conquistado o título do Festival da Federação Paulista de Futebol no Sub-14 e chegado na semifinal do Campeonato Paulista sub-17.

A premiação foi realizada de forma virtual, através do canal oficial da Conafut no YouTube. Quem recebeu o prêmio, também virtualmente, foi a Coordenadora de Futebol Feminino da Ferroviária, Carolina Melo.

``É felicidade enorme fazer parte deste evento, ainda mais conquistando o prêmio. Estamos extremamente felizes e honrados com esse reconhecimento. Esse prêmio não é só da Ferroviária, é de Araraquara e de cada pessoa que acredita no futebol feminino. Cada atleta e cada funcionário da Ferroviária que dão a vida pelo projeto´´, falou.


Carolina fez questão de ressaltar o trabalho que é desenvolvido na Ferroviária.

``É clube de vanguarda, que acredita no projeto e evolução do futebol feminino desde o início dos anos 2000, quando poucos se importavam com a modalidade. Hoje, o futebol feminino da Ferroviária é referência no país. O clube acredita na igualdade de gênero. As equipes masculinas e femininas compartilham da mesma infraestrutura, onde todos os departamento são integrados e somos um dos poucos clubes que manda seus jogos no mesmo estádio.´´

Para o presidente da Ferroviária, Carlos Alberto Salmazo, o reconhecimento é importante para o clube.

``A Ferroviária acredita no futebol feminino e investe, mesmo não tendo a obrigatoriedade que outros times têm. Tivemos ano de 2019 muito especial. Nosso time principal ficou entre os melhores em todos campeonatos disputados, incluindo o bicampeonato brasileiro inédito na modalidade e um vice na Libertadores. Somos, também, a primeira campeã sob comando de uma mulher e com comissão técnica majoritariamente formada por mulheres. Além disso, tivemos ano excelente nas categorias de base, o que mostra que acreditamos no projeto do futebol feminino. Essa premiação é significativa para nós. Ainda mais por ser evento de extrema importância para o cenário do futebol, como é a Conafut. É mais um golaço do time feminino. Dentro ou fora de campo, um time de craques. Orgulho desta instituição´´, vibrou.


O presidente também faz questão de fazer os agradecimentos devidos ao poder público municipal e aos torcedores.

``Esse prêmio é de toda cidade. Temos que agradecer aos nossos torcedores, que sempre estão ao nosso lado, em todos os jogos, apoiando nossas equipes. E, claro, à Prefeitura, na pessoa do Edinho Silva, por todo suporte dado à Ferroviária em todos esses anos, é um grande incentivador e acredita muito no futebol feminino´´, lembrou.

Em 2020, antes da paralisação do novo coronavírus, a Ferroviária liderava o Campeonato Brasileiro com quatro vitórias em quatro jogos, tendo o melhor ataque, com 17 gols feitos e apenas três tomados, sendo a terceira melhor defesa da competição. Ainda neste ano, disputará o Campeonato Paulista e a Libertadores da América, que acontecerá no Chile.





Fonte e foto: assessoria de imprensa da Ferroviária

Lateral Leandro Silva elogia primeira semana de treinos do América-MG após quarentena


Leandro Silva é um dos jogadores do América Mineiro mais motivados com o retorno dos treinamentos após o período de quarentena em razão da pandemia do novo coronavírus. O lateral faz um balanço positivo da primeira semana de atividades no CT Lanna Drumond.

``Após bateria de testes para Covid-19 realizada na semana passada, fomos liberados para iniciar os treinos de campo na segunda-feira (25/5). Tudo, claro, com cuidados de higiene e distanciamento entre os atletas. Essa primeira semana foi positiva e já estamos realizando trabalhos com bola, passe e coordenativo. Está sendo período bastante produtivo e estou feliz também por poder voltar a trabalhar no campo e conviver com companheiros´´, comemorou.

Leandro Silva não disputou os últimos jogos do América antes do recesso do futebol brasileiro devido lesão muscular na coxa direita. O lateral, no entanto, garante que está recuperado.

``Eu voltei a treinar com o grupo no mesmo dia que houve a decisão pela quarentena, no mês de março, e já estava à disposição para os jogos.  Essa lesão foi no músculo reto femoral da coxa direita, lesão que exigiu protocolo rigoroso. Fiz todo o procedimento e aproveitei o tempo em casa para fazer fortalecimento muscular. Assim que os campeonatos forem retomados, estarei à disposição para entrar em campo com a camisa do América´´, garantiu o atleta.

 


Foto: Divulgação /América-MG - Fonte: Tática

Um mês após cirurgia no joelho, Rafael Longuine, emprestado ao CRB, intensifica recuperação no CT do Santos


No dia em que completa um mês da realização da cirurgia no joelho direito, Rafael Longuine faz balanço positivo das primeiras semanas de fisioterapia no departamento médico do Santos. O meia, cedido por empréstimo ao CRB até o final do ano, sofreu lesão no confronto com o Cruzeiro, pela Copa do Brasil, no Mineirão, no dia 11 de março, e foi operado em São Paulo no dia 29 de abril.

``Esse primeiro mês de fisioterapia foi excelente. Percebo que houve evolução a cada semana e as dores diminuíram. Estou indo de segunda a sexta-feira, sempre na parte da manhã, ao CT do Santos, onde fico em média de duas a três horas. E à tarde faço todos os dias fisioterapia em casa, seguindo orientação dos profissionais do departamento médico do clube, por causa do momento de pandemia que estamos passando´´, detalhou o atleta.

Confiante, Longuine já projeta as próximas etapas a serem seguidas no protocolo de tratamento.

``Já comecei a pedalar um pouco na bicicleta ergométrica e estou fazendo bastante fortalecimento. Provavelmente nas próximas semanas devemos evoluir em algumas situações, conforme as dores e o inchaço forem sendo reduzidos´´, explicou.

O meia fez questão de elogiar o trabalho que está sendo realizado pelo DM santista.

``Os fisioterapeutas Avelino Buongermino, Zé Renato e Marcelo são excelentes profissionais. Me sinto muito seguro por tê-los ao meu lado nesse momento importante de minha carreira´´.

APOIO DA TORCIDA DO CRB

Outro fator apontado por Longuine para deixá-lo ainda mais motivado na recuperação é o apoio que vem recebendo da torcida do clube alagoano.

``Todos os dias recebo mensagens de torcedores do CRB nas redes sociais, desejando boa recuperação. Esse carinho me deixa muito feliz, dá ainda mais vontade de seguir trabalhando. Ainda é um pouco cedo para falar em voltar a jogar, mas se isso acontecer ainda este ano vou procurar me empenhar ao máximo para retribuir um pouco desse apoio dentro de campo´´, concluiu o jogador.

O apreço da torcida regatiana por Rafael Longuine é plenamente justificado. O meia é um dos artilheiros do CRB na temporada com sete gols, tendo balançado as redes nas três competições disputadas pelo clube no início de 2020. Foram quatro gols na Copa do Nordeste, dois em jogos válidos pela Copa do Brasil e um no Campeonato Alagoano.




Foto: Divulgação / CRB - Fonte: Tática 

 

Webinário do Museu do Futebol apresenta pesquisa sobre volta aos estádios


Na próxima quarta-feira (3/6), às 17 horas, o Museu do Futebol, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, vai transmitir no Facebook e YouTube o webinário A volta aos estádios: o que pensam os torcedores?, apresentando os resultados de pesquisa online encabeçada por um grupo de acadêmicos e profissionais do mercado com mais de três mil entrevistados.

O webinário terá a participação de Luiz Barros, diretor da Sou do Esporte e gestor esportivo; Marina Tranchitella, gerente executiva de operações do Sport Club Internacional; e Ary Rocco, professor associado da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo e líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Marketing e Comunicação do Esporte, com mediação de Daniela Alfonsi, diretora técnica do Museu do Futebol.

A pesquisa também foi realizada por Luiz Augusto Brum, gerente operacional de evento da Team Copa/Dentsu e Rômulo Macedo, gestor de estádios e arenas.

Com o objetivo de escutar a voz do torcedor, o Webinário propõe compartilhar para o público esse estudo, conhecendo sua metodologia, e entendendo o que torcedor pensa sobre o retorno ao estádio de futebol e não refletindo necessariamente a opinião dos pesquisadores.

A participação é gratuita e dispensa inscrição prévia. Basta se conectar às redes do Museu do Futebol no horário marcado:

No Youtube - https://www.youtube.com/user/museudofutebolspaulo/

No Facebook - https://pt-br.facebook.com/museudofutebol/

 
Sobre o Museu do Futebol

O Museu do Futebol está instalado em uma área de 6,9 mil metros quadrados sob as arquibancadas do Estádio do Pacaembu. É um espaço interativo, lúdico e multimídia, no qual a história do esporte mais popular do Brasil se confunde com a própria história do país.

O Museu do Futebol é uma iniciativa do Governo e da Prefeitura de São Paulo, com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho. Pertence à rede de museus da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e é gerido pelo IDBrasil, Organização Social de Cultura.

#culturaemcasa - A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, a que pertence o Museu do Futebol, lançou a campanha #culturaemcasa para que todos os seus equipamentos culturais disponibilizem atividades online no período que durar a pandemia. Museus, bibliotecas, teatros e centros culturais estão temporariamente fechados como parte do enfrentamento à doença.

O Museu do Futebol tem 15 exposições virtuais disponíveis na plataforma Google Art&Culture, o banco de dados online do Centro de Referência do Futebol Brasileiro (CRFB) e continuará com novas iniciativas nas redes sociais.


MUSEU DO FUTEBOL NA INTERNET

Jogos e conteúdo educativo: educar.museudofutebol.org.br

Visita virtual Google Street View:  https://url.gratis/Is0pb

Google Art & Culture -https://www.museudofutebol.org.br/pagina/exposicoes-virtuais

Banco de dados do Centro de Referência do Futebol Brasileiro:

http://dados.museudofutebol.org.br/

Medium: https://medium.com/museu-do-futebol

YouTube: https://www.youtube.com/user/museudofutebolspaulo/


PARCEIROS DO MUSEU

Um grande desafio para o Museu do Futebol é sua sustentabilidade. Parcerias são essenciais, pois ampliam sua atuação e levam a cultura e a educação a mais pessoas.

O Itaú é seu patrocinador. Seus parceiros de responsabilidade social são: Lojas Torra, EMS Farmacêutica, Banco Safra, Pinheiro Neto Advogados, Verde Asset, Grupo Luminae Energia e Andra Materiais Elétricos. Tem a Rádio CBN, Revista Piauí, UOL, Revista Cult, Dinamize e Guia da Semana como parceiros de mídia.

O Museu do Futebol conta com as Lei Federais de Incentivo ao Esporte e à Cultura e com o ProAC/ICMS.





Fonte: assessoria de imprensa do Museu do Futebol

Após saída do Sampaio Corrêa, Abuda mantém rotina de treinos


A pandemia provocada pelo coronavírus atingiu em cheio o Sampaio Corrêa. Desde o seu último jogo, no dia 7 de março, o clube maranhense já rescindiu o contrato de 14 jogadores e hoje conta oficialmente com apenas 11 atletas com contrato visando a sequência de 2020. Vale lembrar que a Bolívia Querida disputará a Série B.

Entre os 14 jogadores que tiveram o seu vínculo rescindido com o Sampaio Corrêa está o volante Abuda. Com 31 anos e passagens por clubes importantes  como Vasco e Atlético-GO, o experiente jogador está livre no mercado e espera em breve acertar com novo projeto para a sua carreira.

``Foi passagem rápida pelo Sampaio. Infelizmente, tivemos a pandemia que prejudicou os planos do clube. Sai, porém, deixei a porta aberta. Vamos ver o que vai acontecer nas próximas semanas. Espero logo estar empregado e voltar a fazer o que mais gosto, que é jogar futebol profissionalmente´´, disse o atleta que carrega experiências também no exterior (Turquia e Arábia Saudita).


O início profissional de Abuda foi na Ferroviária. E é justamente na cidade de Araraquara que o volante segue diariamente uma rotina de treinos.

``Desde que voltei do Maranhão não parei um dia sequer. Diariamente corro entre seis e sete quilômetros. Além disso, tenho acompanhamento de um profissional, que realiza comigo treinos funcionais e de resistência. Me sinto bem fisicamente e pronto para o meu próximo desafio´´, finalizou.





Fonte e foto: AV

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Ferroviária e DrogaVen fazem doações para Fundo Social de Solidariedade de Araraquara


Uma parceria entre Ferroviária e DrogaVen resultou na arrecadação de vários itens de higiene pessoal, que foram entregues para o Fundo Social de Solidariedade de Araraquara nesta quinta-feira (28/5). Foram arrecadados cinco mil sabonetes, 1500 pastas de dente, 10 mil fraldas infantis e 10 mil fraldas geriátricas.

Segundo Cidinha Silva, presidente do Fundo de Solidariedade de Araraquara, a doação veio em momento fundamental.

``Estamos atendendo muitas pessoas, famílias com crianças pequenas que não têm condições de manter a casa por questões de emprego. Nós mandamos kits de limpeza e higiene básica para sobreviverem, além das cestas de alimentos. Nós já estávamos sem produtos para montar kits de limpeza. Me emocionou essa doação, porque veio em momento muito importante, para continuarmos assistindo com dignidade essas famílias que estão necessitando. Essa doação é muito significativa, vamos continuar ajudando, através da assistência social, as pessoas que estão necessitando. Eu só tenho agradecer a DrogaVen e a Ferroviária, que estão sempre pensando no bem estar das pessoas e ajudando´´, disse.



O presidente da Ferroviária, Carlos Alberto Salmazo, disse que o clube se mobiliza para auxiliar os movimentos sociais da cidade de Araraquara.

``Nesse momento difícil que passamos, a Ferroviária, mais uma vez, se mobiliza para colaborar com movimentos sociais da cidade. Em parceria com nossos patrocinadores, buscamos alternativas. Junto a DrogaVen levantamos quantidade significativa de produtos de higiene pessoal doados ao Fundo de Solidariedade do município´´, comentou.


Mateus Estrella, proprietário da DrogaVen, reforçou que essas ações desenvolvem a solidariedade e empatia nas pessoas.

``A grande importância é fortalecer essa rede de solidariedade. Atuação de marca que representa Araraquara em todos os cantos, a Ferroviária, se unindo a empresa araraquarense como a DrogaVen. Juntas as duas instituições conseguiram atender muitas pessoas com essa doação. São ações assim que incentivam empatia, solidariedade, olhar ao próximo e entender que, nesse momento difícil, quem pode deve se perguntar se consegue ajudar o próximo. Em cima dessa pergunta, achar a resposta, que é a solidariedade, de assumir compromisso que temos quando vivemos em sociedade, de poder ajudar em momento tão difícil quem está mais precisando´´, enfatizou.


A ação solidária acontece num momento de pandemia do novo coronavírus, e muitas pessoas estão necessitando de auxílio.

No dia 16 de abril, uma parceria entre Ferroviária e Jaboti resultou numa doação de 300 fardos de suco (cerca de 1600 litros) para o Fundo Social de Solidariedade.

No dia 24 de abril, a Ferroviária também doou 700 cestas básicas para o mesmo local.

Além disso, a Locomotiva está realizando com o goleiro Saulo uma campanha para arrecadar 200 cestas básicas, que serão destinadas para o Fundo Social de Solidariedade de Araraquara, Abrigo de Idosos Frederico Osanan e Casa da Criança, estas duas últimas instituições são da cidade de Salto (SP), cidade natal do goleiro Saulo.




Fonte e foto: assessoria de imprensa da Ferroviária

Zé Roberto e D’Alessandro convocam craques em duelo Brasil e Argentina virtual por doações no combate ao coronavírus


Domingo (31/5) é dia de clássico entre Brasil e Argentina e os times entram em campo no maior estádio do mundo: a internet. Convocados pelos embaixadores Zé Roberto e D’Alessandro, alguns craques do futebol, celebridades, influencers e gamers se juntarão numa disputa de futebol virtual entre os países para arrecadar fundos em prol do combate ao coronavírus, por meio do projeto Mães da Favela, mantido pela CUFA (Central Única das Favelas). A bola rola no tradicional horário do futebol brasileiro, às 16 horas (de Brasília).

Organizada pela KOEL (Kick-off Electronic League), maior Liga Independente de Futebol Virtual do mundo, a partida terá transmissão do DAZN e do canal da KOEL no Twich. Serão 11 convidados jogando simultaneamente de cada lado, com muita descontração, mas sem esquecer a rivalidade histórica mantida entre os dois países no futebol. O confronto será um duelo de ida e volta no modo Fifa Pro Clubs, onde cada atleta comandará o seu próprio jogador no game de futebol mais popular do mundo.

``Ter a oportunidade de conectar tanta gente boa e que busca fazer a diferença na vida das pessoas é muito gratificante. Posicionar o futebol virtual como plano de fundo e protagonista de uma ação deste porte também é motivo de muito alegria, pois faz parte de nosso projeto´´, ressaltou Felipe Carvalho, CEO da KOEL.

Estão confirmados Matheus Henrique, do Grêmio, além de Victor Cuesta e Sarrafiore, do Internacional. Mas não serão apenas os boleiros que irão participar da live. Entre outras surpresas, o evento contará com as participações do ex-campeão Mundial do UFC, José Aldo, do jogador de basquete do Flamengo, Olivinha, e do ex-participante do Big Brother Brasil, Felipe Prior, além de atletas profissionais de eSports, como Wendell Lira.

Responsável pela convocação da equipe brasileira, o ex-jogador Zé Roberto acredita que, no fim das contas, o que vale é o caráter social do projeto Jogando em Casa.

``Nessa rivalidade não tem brincadeira e é claro que eu quero que dê Brasil sempre, até no videogame, mas nesse jogo, especificamente, o que menos importa é o resultado. Estamos vivendo momento muito complicado e todos nós precisamos nos unir para combater essa pandemia. Será clássico virtual super interessante e com objetivos bem claros: ajudar aqueles que precisam´´, disse o ex-atleta e agora dirigente do Palmeiras, que construiu brilhante carreira como jogador e teve passagens marcantes por Bayer Leverkusen, Bayern de Munique, Santos, Grêmio, Palmeiras e Portuguesa, onde iniciou sua trajetória no futebol, além de ter defendido a Seleção Brasileira por anos e participado de duas Copas do Mundo.

O evento que envolve o superclássico virtual, entre Brasil e Argentina, terá, aproximadamente, quatro horas de live. Além dos dois jogos entre os times, haverá uma série de outras novidades, incluindo entrevistas e toda a descontração do que estará rolando nos bastidores da produção. Um pocket show da banda Atitude 67 será a grande atração do show do intervalo.

``Ajudar o próximo é gratificante. Espero que o pessoal curta muito essa live. Queria agradecer a cada um dos convidados, ao pessoal da KOEL, que organizou tudo para que esse evento pudesse acontecer´´, afirmou D’Alessandro, craque do Internacional.

``Vamos ajudar o pessoal da CUFA porque sabemos da atuação da entidade e a seriedade das ações desenvolvidas´´, completou o jogador.

Valores arrecadados com patrocínios e doações serão destinados ao projeto Mães da Favela, mantido pela CUFA. Durante a pandemia do coronavírus, o Mães da Favela já impactou 2,5 milhões de pessoas, em 5 mil favelas do Brasil, que, por meio das doações, tiveram acesso a 8 mil toneladas de alimentos, em valores que passam dos 81 milhões de reais.

``É muito importante contar com a confiança de grandes atletas como Zé Roberto e D’Alessandro. É o reconhecimento do trabalho incessante para diminuir as dificuldades do povo de favela e periferia, nesta crise global´´, disse Welington Galdino, diretor social da CUFA.

Jogando em Casa

Data
Domingo, 31 de maio

Hora
16h (de Brasília)

Onde assistir?
Canal da KOEL no Twich: https://www.twitch.tv/koel

Canal de Youtube do DAZN: https://www.youtube.com/watch?v=I9QbpPP41y8

Como vai funcionar?

Os embaixadores Zé Roberto e Andrés D’Alessandro convidaram 11 amigos (cada um) para confrontos de ida e volta no superclássico virtual, entre Brasil e Argentina. As partidas serão disputadas no modo de jogo FIFA Pro Clubs, onde cada atleta comanda apenas o seu respectivo jogador.

Qual a duração e as outras atrações do evento?

Durante aproximadamente quatro horas de live, além dos dois jogos entre os times, haverá uma série de outras novidades, incluindo entrevistas, vídeos dos bastidores da produção e convidados surpresas. Um pocket show da banda Atitude 67 será a grande atração do show do intervalo.

Participantes confirmados

Embaixadores: Zé Roberto (Brasil) e Andrés D’Alessandro (Argentina)

Convidados: Matheus Henrique, Victor Cuesta, Sarrafiore, José Aldo, Olivinha, Wendell Lira, Felipe Prior, Pedro Resende, Vini Leiva, Rafifa, Lucas Cordeiro, SpiderKong, Santino e Patanrex.

Convidado especial: Rudy Landucci

Influenciadores: Muuh Pro, Fred Vasquez e Fifa Lize (treinador da seleção brasileira)

Banda: Atitude 67

Talentos DAZN: Dudu Monsanto, Rafael Oliveira e Helena Calil

Talentos KOEL: Rodrigol, One Jorge, Igor Rezende e Rafa Souto

Objetivo da transmissão
Mobilizar os fãs do futebol real e virtual a ajudarem as comunidades mais carentes do Brasil no combate ao coronavírus.

Destino das doações

Os valores arrecadados com patrocínios e doações serão destinados ao projeto Mães da Favela, mantido pela CUFA (Central Única das Favelas).

Durante a pandemia do Coronavírus, o Mães da Favela já impactou 2,5 milhões de pessoas, em 5 mil favelas do Brasil, que, por meio das doações, tiveram acesso a 8 mil toneladas de alimentos, em valores que passam dos 81 milhões de reais.




Fonte: Triple

Museu do Futebol exibe curtas sobre Atlético Mineiro nas redes sociais


O programa Cinema na Rede, parceria entre o Museu do Futebol e o CineFoot, vai exibir no sábado (30/5), às 21 horas, dois curtas sobre o Atlético Mineiro: ‘``Quando se Sonha Tão Grande a Realidade Aprende´´, que fala sobre as quartas de finais da Libertadores de 2013, e ``O Imortal do Gelo’´´, que relata a turnê do clube de Minas Gerais pelo inverno europeu no Pós-Segunda Guerra Mundial. O Museu do Futebol é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. 

O primeiro filme mostra um Atlético rodeado por seus traumas e mais uma vez em situação desfavorável. Quartas de finais da Libertadores de 2013, duelo contra o Tijuana do México em casa, no Horto. Pênalti para o time mexicano aos 45 do segundo tempo – se fizer, acabou. Seria esse mais um choque para o Atlético Mineiro? Dirigido por Lobo Mauro, o curta ‘’Quando se Sonha Tão Grande a Realidade Aprende’’ mostra a tensão da torcida e dos jogadores,  e todo o entorno do time mineiro e seus torcedores fanáticos com a tão sonhada conquista da América.

Já ``O Imortal do Gelo´´ fala da histórica turnê do Atlético Mineiro em solo europeu, quando o clube foi convidado pela Federação Alemã de Futebol para disputar amistosos com os principais times do país na época. O Galo foi o primeiro time brasileiro a jogar na Alemanha e a excursão vitoriosa do time mineiro foi batizada pela crônica esportiva como “Campeões do Gelo”, uma referência ao fato de várias partidas terem sido disputadas sob o rigoroso inverno europeu.

Com direção de Marcelo Reis e Emmerson Maurilio o filme narra toda a trajetória do clube em solo europeu, pela visão do Walter José Pereira, o Vavá. Com 31 minutos de duração, o curta também mostra as dificuldades de um clube profissional do Brasil no exterior.


O programa Cinema na Rede faz parte da campanha #CulturaEmCasa, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, que proporciona alternativas de lazer para a população durante o período de distanciamento social em vigor para o combate ao coronavírus. As sessões também têm apoio da Federação Paulista de Futebol e do Acervo da Bola.

É só acessar os filmes e curtir!


No Youtube: https://www.youtube.com/user/museudofutebolspaulo/

No Facebook:

https://pt-br.facebook.com/museudofutebol/
https://pt-br.facebook.com/CINEfoot/

https://www.facebook.com/futebolpaulista/

https://www.facebook.com/acervodabola/



Sobre o Museu do Futebol 

O Museu do Futebol está instalado em área de 6,9 mil metros quadrados sob as arquibancadas do Estádio do Pacaembu. É espaço interativo, lúdico e multimídia, no qual a história do esporte mais popular do Brasil se confunde com a própria história do país.

O Museu do Futebol é uma iniciativa do Governo e da Prefeitura de São Paulo, com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho. Pertence à rede de museus da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e é gerido pelo IDBrasil, Organização Social de Cultura.

#culturaemcasa - A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, a que pertence o Museu do Futebol, lançou a campanha #culturaemcasa para que todos os seus equipamentos culturais disponibilizem atividades online no período que durar a pandemia. Museus, bibliotecas, teatros e centros culturais estão temporariamente fechados como parte do enfrentamento à doença.

O Museu do Futebol tem 15 exposições virtuais disponíveis na plataforma Google Art&Culture, o banco de dados online do Centro de Referência do Futebol Brasileiro (CRFB) e continuará com novas iniciativas nas redes sociais.


MUSEU DO FUTEBOL NA INTERNET

Jogos e conteúdo educativo: educar.museudofutebol.org.br

Visita virtual Google Street View:  https://url.gratis/Is0pb

Google Art & Culture -https://www.museudofutebol.org.br/pagina/exposicoes-virtuais

Banco de dados do Centro de Referência do Futebol Brasileiro:

http://dados.museudofutebol.org.br/

Medium: https://medium.com/museu-do-futebol

YouTube: https://www.youtube.com/user/museudofutebolspaulo/


PARCEIROS DO MUSEU

Um grande desafio para o Museu do Futebol é sua sustentabilidade. Parcerias são essenciais, pois ampliam sua atuação e levam a cultura e a educação a mais pessoas. 

O Itaú é seu patrocinador. Seus parceiros de responsabilidade social são: Lojas Torra, EMS Farmacêutica, Banco Safra, Pinheiro Neto Advogados, Verde Asset, Grupo Luminae Energia e Andra Materiais Elétricos. Tem a Rádio CBN, Revista Piauí, UOL, Revista Cult, Dinamize e Guia da Semana como parceiros de mídia.

O Museu do Futebol conta com as Lei Federais de Incentivo ao Esporte e à Cultura e com o ProAC/ICMS.

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Rafael Costa destaca importância da família enquanto aguarda retorno dos treinos no Guarani


Três jogos de invencibilidade, uma vitória histórica por 3 a 2 no dérbi contra a Ponte Preta, e vice-liderança do grupo D do Campeonato Paulista. Este era o cenário do Guarani quando os jogos no Brasil foram suspensos em função da pandemia do novo coronavírus.


``O time vinha numa crescente e com nível de confiança muito grande. Fizemos clássico espetacular contra a Ponte e num momento importante do campeonato. Infelizmente tivemos a paralisação e agora fica aquele sentimento estranho de não saber o que vai acontecer´´, revelou Rafael Costa.


São quase três meses sem jogos oficiais e sem contato com a bola. Além dos exercícios realizados em casa, muitos jogadores, como o atacante do Bugre, estão aproveitando o tempo de isolamento para curtir seus familiares.

``É quase impossível um atleta profissional ter tanto tempo livre em casa. Nesses momentos de dificuldade a gente confirma a importância de ter pessoas tão especiais do seu lado. Minha esposa, Maria Eduarda, e meu filho, Guilherme, são meu alicerce e estou aproveitando cada minuto ao lado deles´´, ressaltou o jogador.


Aos 32 anos e com quatro acessos na carreira, Rafael Costa permanece sonhando com o seu maior objetivo da temporada, que é levar o Bugre de volta à Primeira Divisão.

``Não sei quando e como será, mas penso nisso todos os dias. O Guarani precisa estar entre os maiores clubes do país por tudo que significa para o futebol brasileiro. É uma camisa pesada e com história maravilhosa. Espero que isso tudo se resolva logo e que a gente possa voltar a fazer o que mais gostamos, que é jogar futebol´´, finalizou.




Fonte e foto: AV

Judson avalia possível retorno aos treinos na Califórnia


O futebol nos Estados Unidos ainda não tem data oficial para retorno, mas a maioria dos clubes já foi liberada para os treinamentos presenciais. Poucos ainda não retomaram as atividades. É o caso do San Jose Earthquakes, do volante Judson.


A equipe, da cidade de San José, Califórnia, segue com treinos virtuais. De acordo com o brasileiro, a expectativa é que até a próxima semana a diretoria traga novidades para o elenco.

``Se não me engano só quatro ou cinco clubes não voltaram aos treinos em campo, e nós somos um desses. Acho que nesse momento realmente é importante ter precaução. Confio nas decisões do clube e acredito que em breve teremos boas notícias. Os Estados Unidos são um dos países mais afetados pelo coronavírus. Por isso, todo cuidado é pouco´´, destacou o atleta, que disputa a sua segunda temporada nos EUA.


Na última segunda-feira (25/5), Judson completou 27 anos e aproveitou o momento para pedir um presente de aniversário especial.

``O maior presente para mim seria que toda essa situação do coronavírus acabasse, que todos ficassem bem e que pudéssemos retornar a nossa vida ao normal. Vem sendo período difícil para muita gente, mas tenho fé que vamos superar tudo isso´´, finalizou.






Fonte e foto: AV

Renan Foguinho valoriza retorno aos treinos presenciais na Turquia


A bola já tem data para voltar a rolar na Lig A (segunda divisão da Turquia). A Federação Turca de Futebol confirmou o retorno da competição para o próximo dia 18 de junho. Até então, 28 de 34 rodadas haviam sido disputadas.


Com menos de um mês para a volta da competição nacional, os clubes turcos retomaram suas rotinas de treinos presenciais. Um deles foi o Giresunspor, que conta em seu elenco com o volante brasileiro, Renan Foguinho. O foco principal no retorno aos treinos foi a parte física e nos testes realizados, o ex-jogador do Athletico e Atlético-GO teve os melhores resultados do elenco.

Na opinião de Renan Foguinho, o que foi determinante para o bom desempenho físico foi manter os treinamentos em casa mesmo no período de isolamento social.

``Sou um jogador que dependo bastante do aspecto físico, por isso não parei. Segui treinando forte, mesmo em casa. Claro que o trabalho no clube é muito diferente, tem estrutura melhor. Mas tenho me sentido bem neste retorno e os treinos fizeram toda a diferença para eu ter os melhores resultados físicos´´, declarou o volante de 30 anos.


O último jogo do Giresunspor foi dia 15 de março, empate fora de casa em 1 a 1 com o Ankaraspor. Distante cinco pontos da zona de classificação e faltando seis rodadas para o término da primeira fase, Foguinho demonstra confiança no time quando retornar a competição.

``Estávamos invictos há quatro jogos, sendo que foram três vitórias. Demos salto na tabela e a nossa expectativa é boa na retomada. Temos chances claras de chegar aos playoffs e vamos em busca disso´´, garantiu o atleta que atuou em 20 rodadas.


Tendo novamente uma rotina na estrutura do Giresunspor, Renan Foguinho reforça a importância de volta aos trabalhos no clube.

``Nós, atletas, estamos acostumados com essa rotina. Ficar sem treinar, além de perder na parte física, nos traz aflição muito grande. Fomos testados, todos estão saudáveis e felizes de voltarmos a fazer o que nos faz sentir bem, que é jogar futebol´´, finalizou.





Foto: Divulgação/Girensuspor - Fonte: AV

terça-feira, 26 de maio de 2020

Ex-jogadores do XV de Piracicaba homenageiam Vadão


Faleceu na última segunda-feira (25/5), aos 63 anos, Oswaldo Alvarez, comandante do título do Campeonato Brasileiro Série C de 1995 pelo XV de Piracicaba. De carreira tímida como atleta, quando defendeu na década de 70 o Botafogo, de Ribeirão Preto, atuando no ataque, Vadão, como era popularmente conhecido, teve trajetória de destaque à beira do campo, em trabalhos pelo Mogi Mirim, batizado pelo extinto jornal Diário Popular de Carrossel Caipira, Guarani, Ponte Preta, São Paulo (quando lançou o jovem Kaká), Athletico/PR, Vitória, Criciúma, entre outros.

Nesta terça-feira (26) pela manhã, o corpo de Vadão foi sepultado na cidade de Monte Azul Paulista, interior de São Paulo, onde residia com a sua família.



Vadão, em duas passagens que lhe renderam mais alguns títulos, foi ainda treinador da Seleção Brasileira feminina, sendo seu último trabalho em 2019. No Nhô Quim dirigiu atletas como Cléber Gaúcho, Serginho Brasília, Biluca, Luís Fernando, Ferreira, Ivanildo, Wagner, Marinho, Lê, Mika, Almir, Taílson, Leives, Cleber Lima, Tito, Pavão, Silvinho e Alemão, além de Carlão e Cristiano Cavalcante, que ainda estão diretamente ligados ao Alvinegro Piracicabano.

Campanha em 1995

Na primeira fase, o XV se classificou em chave que tinha Paulista e Democrata-GV. Em seguida, em confrontos de ida e volta, o Nhô Quim eliminou Inter de Limeira, Barra/RJ, Brasil-RS, Joinville e Gama-DF. O jogo que deu o título foi diante do Volta Redonda. Após ganhar por 2 a 1 em Piracicaba, os comandados de Vadão trouxeram o troféu para casa com novo triunfo por 1 a 0, no Rio de Janeiro.

``É um dia muito triste. O Vadão foi meu treinador no início da minha carreira. Eu cheguei ao XV com 16 anos, vindo de Monte Verde e ele, que era da cidade vizinha, Monte Azul Paulista, me ajudou muito. Além de ótimo técnico, era pessoa fantástica, ser humano incrível. Nós temos um grupo de Whatsapp, com os campeões de 95, todos têm a mesma opinião e ficaram muito tristes com o ocorrido´´, Carlão, ex-volante e atual supervisor das categorias de formação do XV.

``Eu conheci o Vadão em 95, quando ele chegou para montar o time que foi campeão da Série C. Eu era jovem, o terceiro goleiro do profissional, mas os mais experientes naquela época já falavam que ele era à frente do tempo. Os treinamentos, forma de montar a equipe e as variações de jogadas era algo que nos surpreendia, diante do que conhecíamos. Ele era acima da média, em tempo em que o futebol não era tão moderno. Não à toa teve tantas conquistas. A marca dele no futebol ficará para sempre. Como pessoa, o que eu posso dizer é que respeitava a todos, independente de nome. O jogador era escalado por merecimento e a prova disso é o próprio Carlão, que atuou com 16 anos. Todos no grupo o respeitavam. Com certeza, deixará saudades´´, Cristiano Cavalcante, ex-goleiro e atual preparador de goleiros do elenco profissional do XV. 

``A perda do Vadão é sentida por todos que amam o futebol. Foi técnico capacitado e competente, conhecedor daquilo que gostava de transmitir aos comandados. Tive o prazer e o privilégio de ser seu atleta no XV na conquista do título da Série C de 1995. Profissional amigo, educado, transparente e honrado. Vai fazer muita falta. Que Deus conforte seus familiares. O futebol está de Luto”, Cleber Gaúcho, ex-meio-campista, campeão da Copa Paulista de 2016 como treinador quinzista. 

``O Vadão foi muito importante em 95, não só para o XV, mas para muitos moleques daquela equipe. O XV vinha de descenso no Paulistão, ele pegou o time desestruturado. Com seu estilo, foi montando o time do jeito que queria e deu certo. Era pessoa inteligente, com seu sistema 3-5-2. Treinador que gostava de conversar com os jogadores. Treinava muito. Pessoa do bem. Que Deus o receba de braços abertos. Sem nostalgia, um dos melhores treinadores que trabalhei, e olha que trabalhei com vários. Mas o jeito dele era diferente. Muito discreto, queria as coisas sempre corretas. Vai deixar saudades!”, Biluca, ex-zagueiro, capitão da equipe, levantou o troféu em 1995.




Fonte e foto: assessoria de imprensa do XV


Diretoria da Inter de Limeira segue tentando manter o elenco para retomada do Paulistão


Desde a paralisação do Campeonato Paulista devido à pandemia de Covid-19, o diálogo tem sido a peça-chave da diretoria da Internacional, da cidade de Limeira. Com questões contratuais incertas e sem data definida para a retomada da competição, dirigentes buscam estreitar a comunicação com atletas, a fim de garantir transparência sobre a situação do clube.

Todos os compromissos financeiros foram honrados até o momento. O trabalho feito este ano contribuiu à organização das finanças. Para Enrico Ambrogini, CEO do clube, é necessário posicionamento da Federação Paulista de Futebol.

``Não sabemos o que pode ocorrer, mas quanto antes soubermos, melhor´´, frisou.

A respeito dos atletas, apenas o meia Thomaz saiu do clube durante a quarentena. Ele acertou a sua transferência para o Operário-PR, onde vai disputar a fase final do Campeonato Paranaense e a Série B do Brasileiro.

Meso perdendo um dos titulares, Ambrogini garantiu que o objetivo da Inter de Limeira é assegurar a permanência dos jogadores até a conclusão do campeonato.

``Estamos lutando por isso´´, disse o dirigente.

Enquanto o campeonato permanecer suspenso, o CEO afirma que a diretoria continuará sendo transparente com todo o clube.

``Deixaremos todos cientes de qualquer situação´´, finalizou Ambrosini.





Fonte: assessoria de imprensa da Inter de Limeira

Volante Dudu Vieira, ex-Santo André, acerta com a Ferroviária


A Ferroviária não para de contratar para a sequência da temporada. Embora ainda falte a conclusão do Paulistão, já que a competição está paralisada por conta do COVID-19, os grandes objetivos são a Copa do Brasil, onde está na terceira fase e empatou o jogo de ida, em casa, contra o América-MG, e, principalmente, a Série D do Campeonato Brasileiro.

E o novo reforço da Locomotiva de Araraquara é o volante Dudu Vieira, de 26 anos, que estava defendendo o Santo André no Paulistão. O jogador chega por empréstimo até 30 de abril de 2021.

Carlos Eduardo de Souza Vieira é natural de Campo Grande (MS) e já atuou por Cene (MS), União Rondonópolis (MT), Santo André, Portuguesa, Figueirense, São Bento, Novorizontino e Vitória. No Ramalhão, ele conquistou a Copa Paulista em 2014 e o título da Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista em 2019.

Em 2020, Dudu Vieira foi titular em todos os jogos do Santo André, que liderava o Paulistão até a parada por causa da pandemia do novo coronavírus, e marcou o gol da vitória contra o São Paulo. Ele
 disse que vem para conquistar os objetivos traçados pela Ferroviária.

``Fiquei muito feliz quando apareceu a oportunidade de vir para a Ferroviária, pois é clube de muita história no futebol brasileiro. Quero agarrar essa oportunidade que estou tendo e vamos trabalhar muito para conquistar todos os nossos objetivos´´, disse.

O volante é mais um reforço que a Ferroviária apresenta. Antes chegaram os zagueiros Matheus Salustiano, Anderson Salles e Fabão; os meias Dener e Salomão; o atacante Will Viana e o técnico Dado Cavalcanti. Além disso, o clube renovou o contrato do meia Tony e anunciou a permanência do goleiro Saulo.



Foto: Beto Boschiero/Ferroviária SA

Garotos das categorias de base do Botafogo-SP seguem treinando em casa


Mesmo sem previsão de datas para a disputa do Campeonato Paulista sub-15, sub-17 e sub-20, os atletas das categorias de base do Botafogo continuam realizando treinamentos de acordo com a cartilha elaborada pelas comissões técnicas. Eles foram liberados das atividades presenciais desde o dia 16 de março, quando foi suspenso o Estadual na categoria principal.

``Quando um atleta fica nessa situação, ele acaba perdendo algumas adaptações como força, velocidade e resistência. Muito do que havia sido adquirido com os treinamentos, acaba sendo perdido de forma gradativa. Algumas capacidades como força são mais fáceis de serem mantidas em casa e facilitam a volta do atleta´´, disse Lucas de Paula, preparador físico do sub-20, sobre as atividades que estão sendo realizadas.

Lucas Faria, preparador físico da categoria sub-17, afirma que nova pré-temporada terá que ser realizada caso as competições sejam disputadas. As categorias de base do Paulista, por exemplo, estavam previstas para serem iniciadas na primeira semana de abril.

``Partindo do ponto que estamos há quase dois meses e meio sem treinamentos no clube, vejo necessidade de quatro a seis semanas de trabalho intenso para que os atletas fiquem em condições físicas ideias. Dessa forma, penso que poderíamos fazer temporada de intensidade muito alta e também com menor possibilidade de lesões´´, afirmou Lucas.


Pedro Bianchi, preparador físico da categoria sub-15, segue o mesmo pensamento. Inclusive, ele tem elaborado o que deve ser feito quando as atividades de forma presencial para a base estiverem liberadas.

``Faremos avaliações em todos os atletas para saber o nível de condicionamento e assim definiremos o planejamento para o grupo. Mesmo com os trabalhos em casa, os déficits na parte física e aeróbia estarão presentes nos meninos. Nós iremos fazer o máximo para evitar as lesões e os deixaram em condições ideais o mais rápido possível´´, completou Bianchi.

 

Fonte e foto: assessoria de imprensa do Botafogo