terça-feira, 15 de agosto de 2017

Artilheiro Léo Gamalho, ex-Goiás, é o novo reforço da Ponte Preta

O atacante Léo Gamalho, artilheiro e campeão estadual em 2017 pelo Goiás (marcou 13 gols neste ano e acumula 24 em 49 jogos disputados), chegou ao Majestoso nesta terça-feira (15/8) para exames médicos e clínicos. Se aprovado, o jogador de 31 anos assinará contrato com a Ponte Preta até dezembro deste ano, com possibilidade de renovação.

Léo Gamalho foi comandado pelo técnico Gilson Kleina quando ambos estavam no Goiás.

``Ele marcou mais de 30 gols comigo e chama nossa atenção. Temos boas expectativas´´, destaca.


Surgido nas categorias de base do Grêmio e com passagem pelo River Plate antes de se profissionalizar, Léo Gamalho se destacou logo nos primeiros anos em que jogou como profissional, pelo Internacional.  Na época, em 89 jogos realizados nos anos de 2004 e 2005, marcou 62 gols.

No futebol paulista, o jogador teve rápida passagem pelo Grêmio Barueri, em 2011. Também atuou pelo Botafogo-RJ, Ceará, Santa Cruz, Bahia, Avaí, Shenyang Donjin (da China) e Nacional, do Uruguai.

Confira a ficha do jogador:


Léo Gamalho

Nome: Leonardo Gamalho de Souza
Data de nascimento: 30 de janeiro de 1986
Local: Porto Alegre-RS
Posição: atacante
Altura: 1m88
Peso: 87 quilos
Principais times que defendeu como profissional: Internacional-RS, Botafogo-RJ, América de Natal, Valdevez-ARG, Shenyang Donjin (China), Shanghai Pudong Zobon (China), Grêmio Barueri, Ceará, Santa Cruz, Bahia, Avaí, Nacional do Uruguai e Goiás






Fonte: assessoria de imprensa da Ponte Preta

Mirassol apresenta projeto para construção do Centro de Treinamento


O Mirassol Futebol Clube apresentou nesta terça-feira (15/8) o projeto do novo Centro de Treinamento (CT), em coletiva de imprensa realizada no estádio José Maria de Campos Maia, na cidade de Mirassol. O projeto, que foi realizado pelo engenheiro civil da Petraforte Engenharia, Bruno Marotto, conta com 1.500 metros quadrados de área construída e está orçado em cerca de R$ 4 milhões.

O lançamento contou com as presenças do prefeito de Mirassol, André Vieira; do vice Tiago Rodrigues; do presidente do Mirassol FC, Edson Antonio Ermenegildo; do engenheiro agrônomo da Itograss, Eder Carlos Pires; e do diretor técnico da World Sports, Fábio Camara.


No projeto apresentado, além dos quatro campos de futebol que terá toda a execução da drenagem e plantio realizados pelas empresas World Sports e Itograss, o local contará com uma área de alojamentos, com 20 dormitórios - equipados com banheiros -, uma cozinha industrial, refeitório, área de convívio e sala de cinema. O CT ainda contará com recepção, sala de imprensa, sala de administração geral, dois vestiários para atletas, dois vestiários para comissão técnica, um vestiário para arbitragem, duas rouparias, academia, sala de avaliação física, fisioterapia, sala de fisiologia, sala de massagista, um depósito de material esportivo e dois banheiros para portadores de necessidades especiais.

Uma piscina e uma caixa de areia também estão no projeto de construção do novo CT do Mirassol.

``Hoje podemos dizer que demos o pontapé inicial no projeto de construção do novo CT. É mais um sonho que tem o início de sua realização´´, disse o presidente do Leão, Edson Antonio Ermenegildo.


Os gramados vão seguir as normas dos principais clubes internacionais e brasileiros.

``Este projeto tem o diferencial de ter a construção de quatro campos para a prática do futebol profissional. Terão os mesmos padrões internacionais dos nossos campos que trabalhamos, como o do Santos Futebol Clube, do Corinthians e da Academia de Treinamento do Palmeiras´´, disse o diretor técnico da World Sports, Fábio Câmara.


O prefeito André Vieira ficou animado com o projeto.

``Tenho certeza que todos ganharemos com isso, a visibilidade trará investidores para a cidade. O Mirassol está se preocupando em investir na sua estrutura e trata o futebol com profissionalismo. Os atletas, que já gostam do Mirassol, gostarão mais ainda´´, disse o prefeito.


A compra do terreno do CT foi realizada no dia 11 de julho deste ano. A localização está ás margens da rodovia Euclides da Cunha, em Mirassol, e tem total de dois alqueires (cerca de 48,4 mil metros quadrados). A distância do estádio é de cerca de oito quilômetros. O valor do investimento foi de R$ 750 mil. A inauguração do primeiro campo está prevista até o Natal deste ano.







Fonte e foto: Vinicius de Paula/Agência Mirassol FC

Mogi Mirim envergonha cidade com calote nos jogadores e WO na Série C

O Mogi Mirim, comandado pelo saudoso presidente Wilson Fernandes de Barros, foi a sensação do futebol paulista no início da década de 90. O técnico Vadão, seguindo os passos da seleção holandesa na Copa do Mundo de 74, inovou com o Carrossel Caipira, onde se destacavam Rivaldo, Leto e Válber.

Além do futebol empolgante, que contagiou a torcida e encantou a cidade, o Mogi Mirim passou a ser respeitado no cenário nacional. Foram vários acessos, diversas revelações negociadas a peso de ouro e muito sucesso.

Com a saída de cena de Wilson Fernandes de Barros, por motivos familiares, o Mogi Mirim voltou a ser apenas figurante na maioria das competições. Mas jamais envergonhou o seu torcedor.

Nem o craque Rivaldo, que ainda jogava bola ao comprar o clube e assumir a presidência, fez a equipe voltar a ser a mesma sensação que havia sido na década de 90. Mas sempre cumpriu seus compromissos com jogadores, funcionários e fornecedores.

Rivaldo pisou na bola ao relutar em voltar a jogar com a camisa do Mogi Mirim. Preferiu atuar no São Paulo e São Caetano, antes de voltar a atuar pelo Sapão. Isso só aconteceu quando a carreira já estava em declínio, mas o apelo de atuar ao lado do filho Rivaldinho e o carinho pela cidade e clube eram elogiados.

Rivaldo, alegando estar perdendo dinheiro, repassou o clube para grupo de empresários. E a derrocada do Mogi Mirim passou a virar realidade. Triste realidade para torcida, cidade e futebol paulista.

Com Luiz Henrique Oliveira no comando, o Mogi Mirim caiu da Série B para a Série C do Brasileiro. E foi despencando no cenário estadual, saindo do Paulistão para a Terceira Divisão (Série A-3).

A derrocada final e vexatória está acontecendo em 2017. Além do rebaixamento na Segunda Divisão do Paulista (Série A-2) no primeiro semestre, na Série C do Brasileiro o Mogi Mirim virou saco de pancadas e jamais abandonou a zona do rebaixamento, ficando com a lanterna nas mãos praticamente o tempo todo.

No último domingo (13/8), os jogadores, comissão técnica e funcionários, cansados de esperar pelo pagamento de diversos salários (em alguns casos de até sete meses), radicalizaram. Depois de avisarem o sindicato que a situação estava feia, os atletas se recusaram a entrar em campo. E deram WO diante do Ypiranga-RS.

A diretoria, assustada com a união do elenco, prometeu quitar parte dos salários ainda nesta semana. Mas nesta terça-feira (15), apesar de agendar reunião com o Sindicato e os jogadores, deu cano em todo mundo e remarcou para quarta-feira (16).

Os jogadores seguem irredutíveis. Se negam a entrar em campo no domingo (20), fora de casa, diante do Tupi, se não receberem pelo menos a metade dos salários atrasados.

O acordo financeiro precisa ser feito o mais rápido possível. Afinal, se voltar a não entrar em campo pela segunda vez consecutiva, pelo regulamento da Série C, o Mogi Mirim será eliminado da competição. E o vexame será ainda melhor para torcida, cidade e futebol paulista. Um verdadeiro caos!

América-MG tem a melhor defesa da Série B

Líder isolado, menor número de derrotas, melhor defesa e terceiro melhor ataque. Esses são apenas alguns fatores que fazem com que o América-MG seja apontado como um dos favoritos a ficar com uma das quatro vagas na elite do futebol nacional em 2018. Não é à toa que é o líder isolado da Série B do Campeonato Brasileiro, à frente do badalado Internacional.

Um dos ídolos do clube, o goleiro João Ricardo vem dando sua parcela de contribuição nessa grande campanha do Coelho até o momento. Em 20 rodadas, o América-MG é a equipe que mais vezes saiu de campo sem sofrer gols. Foram 11 partidas contra 10 do Internacional.

``É marca significativa, mas o mérito é de todos. O grupo está bastante focado nesse objetivo. Mesmo com alterações devido a lesões e suspensões, a equipe não perde qualidade. Estamos no caminho certo´´, revelou o arqueiro.


O próximo desafio pela competição será na sexta-feira (18/8), às 21h30, contra o Goiás, no estádio Serra Dourada.

``O Goiás vem de bom empate fora de casa e vai querer confirmar com a vitória diante dos seus torcedores. Vamos para Goiânia com a mesma disposição de todas as rodadas. Encaramos essa partida como mais uma final e vai ser assim até a última rodada da competição´´, finalizou o camisa um.






Fonte: AV

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

São Bento desbanca Botafogo-SP e curte liderança na Série C do Brasileiro

No último domingo (13/8), o São Bento foi à Ribeirão Preto enfrentar o líder Botafogo, no Estádio Santa Cruz, pela 14ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Disputando a liderança do grupo B diretamente com o Pantera, o Azulão venceu por 2 a 0, gols de Marcelo Cordeiro e Maicon Souza, e assumiu, pela primeira vez, a ponta, com 23 pontos. 

No primeiro tempo, o São Bento dominou boa parte em bons lances com Felipe Manoel e Rogério, que aproveitaram os cruzamentos para área. Maicon Souza também tentou em cobranças de falta, e Muriel protagonizou o lance mais perigoso em chute que assustou o goleiro Neneca.

Aos 36 minutos, Gladstone derrubou Caio Cézar dentro da área. Pênalti, que o capitão Marcelo Cordeiro abriu o placar para o Azulão.

``Quando a gente bate muito pênalti, o goleiro acaba estudando. Tomei cuidado para não chutar e ele sair antes. Estou feliz com o gol. Aproveito para dedicá-lo ao meu pai, à minha esposa e meus filhos, e, também, aos jogadores do Mogi Mirim pela coragem que tiveram em tomar a decisão de não mais atuar pelo clube após sete meses de salários atrasados´´, ressaltou Marcelo Cordeiro. 

Na volta do intervalo, o São Bento manteve o mesmo ritmo de jogo do primeiro tempo. Com isso, o segundo gol saiu logo aos oito minutos em um belo chute de Maicon Souza. Outras tentativas foram criadas pelo Azulão, que permaneceu boa parte da partida com a bola nos pés. Por outro lado, o Botafogo também criou boas chances, mas sempre parando nas defesas do goleiro Rodrigo Viana. 

``O futebol jamais será jogado para perder ou empatar. Nossa prioridade será, sempre, os três pontos. Sabíamos que seria jogo muito difícil pela qualidade do adversário e porque tínhamos dúvidas com relação ao esquema que seria adotado para a partida. No jogo, encaixamos a marcação e aproveitamos os erros do adversário para marcar e garantir a vitória´´, disse o técnico Paulo Roberto Santos.  

O São Bento foi à campo com Rodrigo Viana; Muriel, Halisson, Rogério, Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Felipe Manoel, Maicon Souza; Cassinho (Everaldo, depois Branquinho), Caio Cézar e Nilson (Rennan Oliveira). 

Na 15ª rodada, o agora líder São Bento recebe o Joinville no Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC), às 21 horas, na sexta-feira, dia 18, em Sorocaba. 

Grupo A

CSA-AL 2 (Rafinha e Didira) x Remo-PA 0
Sampaio Corrêa-MA 2 (Maracás e Reginaldo Jr) x Confiança-SE 1 (Tito)
Salgueiro-PE 2 (Jean Carlos e Rodolfo Potiguar) x ASA-AL 0
Botafogo-PB 3 (Rafael Oliveira, Roger Gaúcho e André Santos) x Moto Club-MA 2 (Vinicius Paquetá e Danilo Bala)
Fortaleza 1 (Ronny) x Cuiabá-MT 1 (Bileu)

CLASSIFICAÇÃO

1º CSA - 27 pontos
2º Sampaio Corrêa - 25 pontos
3º Fortaleza - 23 pontos
4º Salgueiro - 20 pontos
5º Remo - 18 pontos
6º Botafogo-PB - 17 pontos
7º Cuiabá - 16 pontos
8º Moto Club - 13 pontos
Confiança - 13
10º ASA - 12 pontos

Grupo B

Mogi Mirim 0 x 3 Ypiranga-RS (WO)
Tupi-MG 1 (Ítalo) x Macaé-RJ 0
Volta Redonda-RJ 1 (David Batista) x Bragantino 0
Joinville 2 (Lúcio Flávio e Rafael Grampola) x Tombense-MG 0
Botafogo-SP 0 x São Bento 2 (Marcelo Cordeiro e Maicon Souza)
 
Classificação

1º São Bento - 23 pontos
Tupi - 23
3º Ypiranga - 21 pontos
Botafogo-SP - 21
Joinville - 21
6º Volta Redonda - 20 pontos
7º Tombense - 18 pontos
8º Bragantino - 15 pontos
9º Macaé - 12 pontos
10º Mogi Mirim - 10 pontos




Fonte: assessoria de imprensa do São Bento

Ferroviária contrata volante com passagens pelas seleções de base

Na disputa pelo título da Copa Paulista, a Ferroviária apresentou mais um reforço para o meio-campo. Trata-se do volante Marlon Bica, oficializado pela diretoria nesta segunda-feira (14/8), na Fonte Luminosa, em Araraquara. 

Marlon tem passagens por diferentes categorias da seleção brasileira, e foi revelado pelo Internacional de Porto Alegre - foram mais de oito anos defendendo o clube colorado.

Aos 23, o atleta já integra o elenco comandado pelo técnico PC de Oliveira.

``É o meu primeiro time em São Paulo. Acompanho bastante futebol e conheço a Ferroviária. Tive amigos que falaram muito bem do clube, e estou constatando isso agora. Gostei muito da estrutura, projeto, profissionalismo e ambiente de trabalho. É oportunidade muito boa que espero agarrar da melhor maneira possível´´, destacou o atleta. 

Marlon chegou ao Inter em 2007, aos 13 anos. Por lá, o volante rapidamente se tornou destaque da base e conquistou muitos títulos. Profissionalizado em 2014, ele disputou dois Campeonatos Gaúchos. No segundo semestre de 2015, ele foi emprestado ao Metropolitano-SC.

Pela seleção brasileira, o atleta defendeu o sub 13, 15 e 18. Segundo o jogador, oportunidade que lhe rendeu muita experiência e aprendizado.

``Foram anos de muitas conquistas. A gente acaba amadurecendo e conhecendo outras escolas do futebol mundial. Estou muito feliz pela oportunidade de defender a Ferroviária, e espero colocar em prática meu estilo de jogo e contribuir para o crescimento coletivo da equipe´´, afirmou.

FICHA TÉCNICA DO JOGADOR:

Marlon Bica Bernardo
Posição: Volante
Data de nascimento: 25/05/1994
Local: Porto Alegre-RS
Altura: 1,82m
Peso: 73 kg
Último Clube: Metropolitano-SC






Fonte: assessoria de imprensa da Ferroviária

TJD indefere pedido do Rio Preto para retornar à Segunda Divisão do Paulista

O Rio Preto, um dos poucos times do Estado de São Paulo que detém certidões negativas de débito (CNDs), teve o seu recurso indeferido, na noite desta segunda-feira (14/8), pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Paulista de Futebol. O clube ingressou com ação para garantir sua permanência na Série A-2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista de 2018, com base na Lei do Profut.

No regulamento da Segunda Divisão deste ano, o texto dizia que todos os times precisariam possuir suas CNDs. Caso não possuíssem, não poderiam disputar a competição e seriam rebaixados. O TJD alega que a ação do clube está prescrita.

``Em outubro do ano passado, falamos no Conselho Técnico, apresentamos nossas CNDs. Nesse caso não existe prescrição do direito, pois o que ocorreu foi ato omissivo continuado da Federação Paulista no cumprimento da Lei Federal, do início ao fim da competição. Somente após a configuração do dano nasce o direito de agir e foi isso justamente o que ocorreu´´, acentuou o advogado Marcelo Fadul, que representa o clube.

Na sessão desta segunda-feira não foi apreciado o mérito, porém os julgadores se mostraram simpáticos ao cumprimento da lei federal

``Eles acabaram decidindo pela prescrição´´, afirmou o presidente José Eduardo Rodrigues.

A direção do clube irá recorrer em todas as instâncias para ver o seu direito preservado.

``O nosso jurídico irá até as últimas consequências´´, afirmou Rodrigues.

O Rio Preto Esporte Clube, clube praticamente centenário, que traz consigo o nome de grande cidade formada por gente honrada, trabalhadora, em respeito a seus milhares de torcedores, patrocinadores e simpatizantes, em razão do julgamento de nosso Mandado de Garantia pelo Tribunal de Justiça Desportiva, esclarece:

1. O corpo jurídico do Rio Preto manifesta sua discordância e constrangimento quanto ao entendimento prolatado em referido julgado em relação à afirmação de estar prescrito o direito de ação do clube. Com o devido respeito, os julgadores envolvidos no caso, buscando um escudo para a análise material do caso (a qual certamente daria razão aos pleitos do Rio Preto, conforme, inclusive, vastíssima doutrina elaborada pelo próprio corpo jurídico da FPF), inovaram juridicamente ao criar novo e irreverente conceito de prescrição. Neste histórico julgamento, o TJD/SP criou a figura da prescrição de dano não sofrido, prescrição de dano incerto, ao arrepio do artigo 189 do Código Civil, que assim dispõe:

“Art. 189. Violado o direito, nasce para o titular a pretensão, a qual se extingue, pela prescrição, nos prazos a que aludem os arts. 205 e 206.”

2. O corpo jurídico do Rio Preto Esporte, em consonância com pacificadíssima jurisprudência e doutrina, esclarece para seus torcedores que o início da contagem de um prazo prescricional somente se inicia a partir da ocorrência de um dano/prejuízo sofrido.

3. Na ação em discussão, o dano sofrido pelo Rio Preto Esporte Clube somente se verifica ao final do campeonato, com seu rebaixamento. Nesse sentido, claríssimo está o fato da não prescrição do direito de ação do clube, eis que o Mandado de Garantia foi protocolado no prazo de 20 dias após o término do campeonato.

4. Mais ainda, o Rio Preto defende, igualmente, respeito às noções mínimas de direito legislativo e hierarquia de leis e normas aos membros do TJD/SP Procuradoria e do corpo jurídico da FPF, de modo que os mesmos, ao defender o indefensável, evitem macular sua biografia jurídica.

5. É sabido até mesmo por alunos de semestres iniciais de qualquer faculdade de direito que uma Resolução Administrativa é norma hierarquicamente inferior a uma Lei Federal, não podendo restringir ou modificar os efeitos e disposições desta, sob pena de ilegalidade.

6. Nesse sentido, apegar-se ao entendimento de que a Resolução nº 46/2016 emitida pelo Conselho Nacional do Esporte (órgão meramente administrativo, vinculado ao Ministério dos Esportes), que postergou a aplicação do inciso II do Parágrafo Único do artigo 10 da Lei Federal nº 10.671/2003 (Estatuto do Torcedor), com as alterações trazidas pela Lei Federal nº 13.155/2015 (Profut) para o ano de 2018 demonstra, respeitosamente, além de desrespeito pela primazia da lei, gravíssimo equívoco interpretativo das partes envolvidas.

7. Mais ainda, o Rio Preto Esporte Clube esclarece que entidades privadas não possuem legitimidade e capacidade para decidir sobre a aplicação ou não de lei.

8. O Rio Preto, única entidade esportiva do Brasil a defender judicialmente a moralidade e o respeito ao fair play financeiro, bem como a gestão responsável dos clubes, que devem arcar com seus tributos, continua em sua solitária defesa desses valores, inclusive junto ao Supremo Tribunal Federal, na Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 5450, em que os agentes do futebol que se beneficiam do status quo buscam a manutenção do calote financeiro dos clubes aos cofres públicos, a pirataria futebolística (com todo respeito que aos piratas) e o desequilíbrio esportivo gerado em desfavor dos clubes honestos, “fichas limpas”, que arcam com suas responsabilidades sociais, esportivas, mas também fiscais.

9. Alertamos a sociedade sobre a movimentação de tais agentes em busca de uma nova e ilegal prorrogação do prazo para a exigibilidade de regularidade fiscal dos clubes perante o governo federal e junto as entidades desportivas
.

10. O Rio Preto Esporte Clube, mesmo que solitariamente, informa aos seus torcedores que irá até a última instancia contra tais abusos praticados contra a lei vigente.

11. NOSSO JOGO É LIMPO!


Presidente José Eduardo Rodrigues

Vice-presidente jurídico, Marco Feitosa
Dr. Marcelo Fadul
Dr. Gustavo Escobar
Dr. Paulo Gorayb






Fonte: Assessiva

Rentería: ``Guarani precisa ter tranquilidade para acabar com sequência negativa na Série B´´

Contratado para reforçar o setor ofensivo, o atacante Rentería vai aos poucos se adaptando ao elenco do Guarani. Aos 32 anos e com currículo repleto de feitos marcantes, o colombiano quer aproveitar sua experiência para ajudar o Bugre a encerrar o mau momento vivido na Série B do Campeonato Brasileiro.

Enfrentando jejum de sete jogos sem vitória, Rentería acredita que chegou o momento de iniciar a arrancada rumo ao acesso.

``A Série B é campeonato muito equilibrado e que possibilita várias reviravoltas. Precisamos ter tranquilidade para passar por esse momento ruim e voltar a conquistar os bons resultados´´, analisou.

Ocupando a oitava colocação na tabela de classificação com 28 pontos, o Guarani está a seis do primeiro time no G-4.

``Nos próximos cinco jogos faremos três dentro de casa. É o momento de retomarmos o caminho das vitórias para encostar novamente nos primeiros colocados. Tenho certeza que a torcida vai nos ajudar e tudo voltará a normalidade´´, revelou Rentería.

No próximo sábado (19/8), às 16h30, no estádio Brinco de Ouro, o Bugre receberá o Santa Cruz, que briga para escapar das últimas colocações.

``Esse é o típico jogo perigoso. O Santa Cruz tem muita tradição e passa por momento conturbado. Temos que saber explorar essa situação e sair de campo com os três pontos, que serão de fundamental importância para a nossa equipe´´, finalizou o atacante, que acumula dois jogos com a camisa do Guarani.

Confira os jogos já realizados da 20ª rodada:

Terça-feira 8/8

Santa Cruz 1 (André Luís) x Criciúma 2 (Silvinho e Alex Maranhão)
Luverdense 1 (Marcos Aurélio) x Juventude 0

Sexta-feira - 11/08

Brasil-RS 1 (Lincom) x Guarani 0
Vila Nova-GO 1 (Alípio) x Boa Esporte 0
América-MG 1 (Hugo Almeida) x Náutico 0

Sábado - 12/8

Internacional 3 (Cuesta e Klaus 2) x Londrina 1 (Bídia)
Ceará 1 (Lima) x CRB 0
Figueirense 1 (Zé Love) x Goiás 1 (Carlos Eduardo)
Oeste 1 (Robert) x Paysandu 3 (Rodrigo Sam, contra, Bergson e Magno)
Paraná 1 (Renatinho) x ABC 0

CLASSIFICAÇÃO
1º América-MG - 39 pontos
2º Internacional - 36 pontos
3º Vila Nova - 35 pontos
4º Ceará - 34 pontos
5º Juventude - 31 pontos
6º Paraná - 30 pontos
7º Criciúma - 29 pontos
8º Guarani - 28 pontos
CRB - 28
Boa Esporte - 28
11º Brasil - 27 pontos
Londrina - 27
Oeste - 27
14º Paysandu - 26 pontos
15º Goiás - 24 pontos
16º Santa Cruz - 23
Luverdense - 23
18º Figueirense - 21 pontos
19º ABC - 16 pontos
20º Náutico - 14 pontos

ARTILHEIROS

11 GOLS

Jonatas Belusso (Londrina)

10 GOLS

Tiago Marques (Juventude)

9 GOLS

Henan (Figueirense)

7 GOLS 

Robinho (Figueirense), Renatinho (Paraná) e Alan Mineiro (Vila Nova)

6 GOLS

Ruy (América-MG), Lucão (Criciúma), Carlos Eduardo (Goiás), William Pottker (Inter) e Bergson (Paysandu)

5 GOLS

Bill (América-MG), Neto Baiano (CRB), Silvinho (Criciúma), Nico López (Inter) e Mazinho (Oeste)

4 GOLS

Dalberto (ABC), Luan e Renan Oliveira (América-MG), Taciano (Boa Esporte), Arthur (Ceará), Alex Alves (Goiás), Fumagalli e Brian Samudio (Guarani), Wallacer (Juventude), Rafael Silva (Luverdense), Alemão, Minho e Robson (Paraná) e Ricardo Bueno (Santa Cruz)

3 GOLS

Douglas Assis, Diones e Felipe Matheus (Boa Esporte), Lincom e Marcinho (Brasil), Elton, Pedro Ken, Rafael Carioca e Roberto (Ceará), Chico e Flávio Boaventura (CRB), Eliandro (Guarani), Klaus (Inter), Ramon (Juventude), Artur (Londrina), Sérgio Mota e Ricardo (Luverdense), Vinícius (Náutico), Robert (Oeste), Marcão (Paysandu), João Paulo (Santa Cruz) Alípio e Geovane (Vila Nova)

2 GOLS

Gegê, Caio Mancha, Echeverria e Adriano Pardal (ABC), Rodolfo e Reis (Boa Esporte), Nem, Itaqui e Rafinha (Brasil), Valdo (Ceará), Zé Carlos (CRB), Caio Rangel, Diego Giaretta e Douglas Moreira (Criciúma), Zé Love e Luidy (Figueirense), Tiago Luís (Goiás), Bruno Nazário, Diego Jussani e Caique (Guarani), Eduardo Sacha, Carlos, D´Alessandro e Victor Cuesta (Inter), Ruan Renato e Diego Felipe (Juventude), Celsinho, Carlos Henrique e Germano (Londrina), Rafael Ratão e Pablo (Luverdense), Erick e Gilmar (Náutico), Júlio César e Alexandro (Oeste), Gabriel Dias (Paraná), Magno, Ayrton, Rodrigo Andrade e Fernando Gabriel (Paysandu), André Luís e Augusto (Santa Cruz) e Moisés, Matheus Anderson, Wesley Matos (Vila Nova)

1 GOL

Lucas Coelho, Filipe e Nando (ABC), Ernandes, Messias, Norberto, Pará, Neto Moura, Matheuzinho e Rafael Lima (América-MG), Wesley (Boa Esporte), Éder Sciola, João Afonso, Leandro Camilo, Wagner, Bruno Lopes e Rodrigo Silva (Brasil), Lima, Cafu, Pio, Ricardinho, Rafael Pereira e Felipe Menezes (Ceará), Adalberto, Diego, Élvis, Edson Ratinho, Ytalo e Mailson (CRB), Zé Roberto e Diogo Mateus (Criciúma), Nicolas Careca, Zé Antônio, Joãozinho e Jorge Henrique (Figueirense), Léo Gamalho, Andrezinho, Júnio Viçosa, Michael, Jarlan, Victor Bolt, Pedro Bambu, Aylon e Jean Carlos (Goiás), Genilson, Lenon, Evandro, Claudinho, William Rocha (Guarani), Cláudio Winck, Leandro Damião, Uendel, Fabinho, Marcelo Cirino e Diego (Inter), Lucas, Leílson e Vinicius (Juventude), Bídia, Edson Silva, Matheus, Ayrton, Reginaldo, Welisson, Jumar, Fabinho e Marcinho (Londrina), Aderlan, Eduardo, Léo Cereja, Erik e Alaor (Luverdense), Breno, Aislan, Iago e Manoel (Náutico), Raphael Luz, Danielzinho, Lídio, Gabriel Vasconcelos, Leandro Amaro, Velicka e Fernando Aguiar (Oeste), Rafael Lucas, Maidana, Eduardo Brock, João Pedro e Felipe Alves (Paraná),  Wesley e Leandro Carvalho (Paysandu), Júlio Sheik, Bruno Silva, Derley, Léo Lima, Bruno Paulo, Anderson Salles, Roberto, Halef Pittbull, Vitor e William Barbio (Santa Cruz), Maguinho, Marcos Paulo e Alemão (Vila Nova)

GOLS CONTRA

Rodrigo Sam (Oeste, para Paysandu), Teco (Brasil, para Criciúma), Edson Borges (Criciúma, para Ceará), Rayan (Paraná, para o Oeste), Everton Sena (Goiás, para o Náutico) e Assis (do Paraná, para Juventude)





Fonte: AV

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Guarani perde em Pelotas e se distancia do G-4 da Série B

O Guarani está em franca decadência na Série B do Campeonato Brasileiro. Depois de brilhar ao longo da maior parte do primeiro turno, quando esteve sempre dentro do G-4, e chegou a liderar a competição, a equipe caiu vertiginosamente nas últimas rodadas e encerrou sua participação na sexta colocação com 28 pontos.

A sonhada voltada por cima foi traçada para o returno da Série B. Mas, nesta sexta-feira (11/8), o Bugre estreou perdendo para o Brasil, em Pelotas, por 1 a 0, gol do artilheiro Lincom.

Por enquanto, o Guarani desabou para a sétima colocação. Porém, como o líder América-MG venceu o Náutico por 1 a 0, e disparou com 39 pontos, e o Vila Nova-GO derrotou o Boa Esporte também por 1 a 0, e assumiu provisoriamente a segunda colocação com 35 pontos, se Internacional e Ceará, que atuarão dentro de casa neste sábado (12), contra Londrina e CRB, respectivamente, vencerem, o G-4 ficará cada vez mais distante para o Bugre.

Confira os jogos já realizados da 20ª rodada:

Terça-feira 8/8

Santa Cruz 1 (André Luís) x Criciúma 2 (Silvinho e Alex Maranhão)
Luverdense 1 (Marcos Aurélio) x Juventude 0

Sexta-feira - 11/08

Brasil-RS 1 (Lincom) x Guarani 0
Vila Nova-GO 1 (Alípio) x Boa Esporte 0
América-MG 1 (Hugo Almeida) x Náutico 0

Sábado - 12/8

Internacional x Londrina
Ceará x CRB
Figueirense x Goiás
Oeste x Paysandu
Paraná x ABC

CLASSIFICAÇÃO
1º América-MG - 39 pontos
2º Vila Nova - 35 pontos
3º Internacional - 33 pontos
4º Ceará - 31 pontos
Juventude - 31
6º Criciúma - 29 pontos
7º Guarani - 28 pontos
CRB - 28
Boa Esporte - 28
10º Brasil - 27 pontos
Paraná - 27
Londrina - 27
Oeste - 27
14º Goiás - 23 pontos
Paysandu - 23
Santa Cruz - 23
Luverdense - 23
18º Figueirense - 20 pontos
19º ABC - 16 pontos
20º Náutico - 14 pontos

Copa Paulista: Briosa e Lusa voltam a se enfrentar em Ulrico Mursa depois de 11 anos

Um dos confrontos mais tradicionais do futebol brasileiro, Portuguesa Santista e Portuguesa se enfrentam neste domingo (13/8), às 10 horas, no Estádio Ulrico Mursa. A partida válida pela oitava rodada – a primeira do returno – da Copa Paulista marcará o reencontro entre os dois clubes, na cidade de Santos, depois de mais de 11 anos.

A última vez que a Briosa enfrentou a Lusa, no campo da Avenida Pinheiro Machado, foi no dia 4 de março de 2006. Na oportunidade, a equipe praiana venceu por 2 a 1, em jogo válido pelo Campeonato Paulista da Primeira Divisão.

No domingo, o time comandado pelo técnico Ricardinho tentará sua primeira vitória na Copa Paulista.

``Sabemos das dificuldades para conquistar a classificação. Mas, enquanto houver chances matemáticas, vamos lutar com esse objetivo. Temos que pensar em um jogo de cada vez e trabalhamos bem durante a semana para buscar o resultado positivo´´, disse o treinador.


Os ingressos já estão à venda na secretaria da Portuguesa, que neste sábado funciona das 8 às 12 horas. No domingo, a compra poderá ser realizada a partir das 9 horas nas bilheterias do estádio.

O valor para arquibancada coberta e descoberta é de R$ 20, com a meia valendo R$ 10. O setor de cadeira apresenta os mesmos valores, mas o acesso só estará disponível para sócios com o pagamento da mensalidade em dia, além de conselheiros, sócios torcedores categoria ouro e convidados.





Fonte: Tática Assessoria

Pela Copa Paulista, Desportivo Brasil desafia retrospecto para vencer Taboão da Serra

O Desportivo Brasil recebe o Taboão da Serra neste sábado (12/8), às 15 horas, no Estádio Municipal Ernesto Rocco, em Porto Feliz, pela oitava rodada da Copa Paulista. Na rodada anterior, o Dragão Chinês venceu, em casa, o Osasco Audax por 1 a 0, enquanto que o Tricolor taboanense empatou, em casa, com o São Paulo por 2 a 2.

A equipe de Porto Feliz aparece na segunda posição do Grupo 2, com 10 pontos, um atrás da líder Internacional, de Limeira. Já o Cão Pastor é o quinto colocado da chave, com seis pontos, a três do São Paulo, que fecha o G-4.

Rivais desde 2010, as duas equipes já se enfrentaram oficialmente oito vezes, com retrospecto amplamente favorável ao clube da Região Sudoeste da Grande São Paulo. Foram seis vitórias do Cão Pastor, contra apenas duas do Desportivo Brasil.

Esta será a quarta vez que eles se enfrentam em Porto Feliz. Nos outros três duelos ocorridos na Terra das Monções, os donos da casa venceram um jogo e os taboanenses triunfaram por duas vezes.

No primeiro turno, com gol de Diego Souza, o Cão Pastor venceu o Desportivo Brasil por 1 a 0, no Estádio Vereador José Ferez, em Taboão da Serra, pela primeira rodada.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Após demitir Mauro Fernandes, Portuguesa corre atrás de novo treinador

O técnico Mauro Fernandes não conseguiu classificar a Portuguesa para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Mesmo pegando o trabalho no meio do caminho, os resultados não foram o esperado no torneio nacional.

Ele iniciou a Copa Paulista com bom trabalho e transformou a Lusa na melhor campanha da competição. Porém, na última quarta-feira (9/8), a equipe perdeu em pleno Canindé para o Água Santa, de Diadema, que jogou parte do jogo com um jogador a menos, e a Portuguesa desabou na tabela de classificação, apesar de se manter no G-4.

O resultado foi preponderante para Mauro Fernandes ser demitido no comando
 da Portuguesa. Após reunião com a diretoria, ele foi desligado do cargo na quinta-feira (10)>
 

``Gostaria de agradecer a todos na Portuguesa pela oportunidade. Vou torcer pelo sucesso do clube na competição. A semente do trabalho foi plantada e agora espero que colham bons frutos. Deixo meu agradecimento também aos jogadores, funcionários e a torcida que é tão apaixonada´´, explica Mauro Fernandes, de 63 anos.

O treinador chegou a Lusa em 30 de maio e dirigiu a equipe por sete rodadas na Copa Paulista, com quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Além de quatro jogos no fim da primeira fase da Série D.

Com passagens por Sport, Goiás, Coritiba, Bahia, Vitória e Santa Cruz, Mauro Fernandes conquistou acesso à Série A com o América-MG, em 2010. Em 2008, no Atlético-GO foi campeão da Série C.

Mauro deixa a Portuguesa na terceira colocação do Grupo 3 da Copa Paulista, com 13 pontos. O líder é o São Caetano, com 15, seguido pelo Água Santa, com 14.

A diretoria da Portuguesa promete anunciar o novo treinador nos próximos dias. Geninho é o preferido, mas o acordo financeiro não parece muito fácil.



Fonte: Tuddo

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

São Caetano curte a melhor campanha na Copa Paulista


Líder isolado do Grupo 3, com 15 pontos conquistados, o São Caetano, que tem a melhor campanha da Copa Paulista, segue trabalhando forte para garantir - mais rápido possível -, classificação à segunda fase. Para isso, o Azulão aposta na manutenção do time dos últimos anos.

Um destes exemplos de nomes que permanecem no clube é o zagueiro Eduardo Luiz, que chegou em 2015, e destacou os benefícios proporcionados ao Azulão por segurar grande parte do elenco para a sequência da temporada.  

``Mantivemos a base desde o ano passado, algo que facilita muito o entrosamento. Sabemos das dificuldades do campeonato, como as condições dos campos em que iremos atuar, por exemplo. Conhecer os companheiros facilita para superar estas adversidades, pois nossa intenção é sempre melhorar visando a conquista do título´´, contou o zagueiro, que tem 39 jogos pelo clube.

Do time campeão da Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista de 2017, no primeiro semestre, nenhum titular deixou o clube no segundo semestre. Além disso, reforços chegaram como o goleiro Ygor (Capivariano), o lateral-direito Angelo (Novo Hamburgo), o volante Coppetti (Batatais) e o atacante Daniel Bueno (Bangu).

Com a intenção assegurar a primeira colocação, o São Caetano mira o resultado positivo diante do Santos neste sábado (12/8), às 16 horas, na Vila Belmiro. 

``Vamos em busca da vitória. Iremos atuar em campo que ajudará não apenas a nossa equipe, mas o deles também. Precisamos manter o nosso ritmo de jogo para conquistar os três pontos”, afirmou o defensor.

São Caetano e Santos abriram a primeira rodada do turno da Copa Paulista. Na ocasião, o duelo terminou empatado em 2 a 2, no estádio Anacleto Campanella.





Fonte: assessoria de imprensa do São Caetano

Xandão, ex-São Paulo, troca Rússia pela Espanha


O brasileiro Xandão, ex-São Paulo, está de casa nova. Nesta quinta-feira (10/8), o zagueiro acertou a transferência ao Sporting Gijón, da Espanha, e defenderá o clube europeu por um ano, com possibilidade de renovação por mais uma temporada. Após atuar em Portugal e Rússia, será a primeira vez que ele jogará na Liga Espanhola.

Apesar de o Gijón ter caído para a segunda divisão do país na última temporada, Xandão está animado e acredita que a equipe voltará à elite do futebol espanhola.

``O Sporting Gijón é clube tradicional na Espanha e a diretoria demonstrou muita confiança no meu futebol. Analisei o projeto apresentado por eles, gostei bastante e, a partir de agora, estou totalmente focado em ajudar o clube a voltar à primeira divisão´´, afirmou o defensor.


A possibilidade de jogar na Espanha pela primeira vez na carreira também chamou a atenção do atleta.

``Depois que saí do Brasil, joguei duas temporadas em Portugal e quatro anos na Rússia. Um dos meus objetivos na carreira era atuar na Liga Espanhola, uma das mais fortes do mundo, e acho que será ótima oportunidade. Já dei estudada sobre a cidade e, pelo pouco o que já pude conferir, é um lugar maravilhoso´´, disse o brasileiro.


A equipe espanhola será o oitavo clube na carreira de Xandão. Antes de acertar com os Rojiblancos, o brasileiro defendeu o Guarani, onde se profissionalizou, Fluminense, Grêmio Barueri, São Paulo, Sporting-POR, Kuban Krasnodar-RUS e Anzhi Makhachkala-RUS, que não conseguiu arcar com salários previamente acordados e o jogador rescindiu o contrato no início deste ano.

O Sporting Gijón faz o seu primeiro jogo na competição nacional, chamada de LaLiga 123, no próximo dia 19 de agosto, contra o Alcorcón, fora de casa. Como Xandão vem de longo período longe dos gramados, a estreia do brasileiro deve acontecer somente a partir da segunda rodada.





Fonte e foto: Triple

Bruno Oliveira aposta na recuperação do Bragantino na Série C


O lateral-direito Bruno Oliveira, que fez um dos mais belos gols do Bragantino no início do ano, foi peça importante na vitória por 1 a 0, no último sábado (6/8), contra o Mogi Mirim, no Nabizão. Com esse resultado positivo, o Massa Bruta deixou a zona do rebaixamento e ficou a três pontos do G-4 do grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C.

``Essa vitória foi muito importante, não podíamos deixar passar. No primeiro turno já havíamos ganhado deles e sabíamos que com muito trabalho poderíamos repetir o resultado. Agora estamos três partidas sem perder e encostando no G-4´´, analisa Bruno.

Sobre o próximo compromisso, contra o Volta Redonda-RJ, fora de casa, o atleta falou do retorno da confiança ao time.

``Nossa expectativa é ir para Volta Redonda, fazer bom jogo e levar os três pontos para Bragança. Depois dessa última vitória, por mais suada que tenha sido, tiramos um peso das costas e a confiança voltou. Vamos muito mais confiantes para esse confronto no Rio de Janeiro´´, conta o atleta.

A partida entre Volta Redonda e Bragantino será realizada neste sábado (12), às 15 horas, no estádio Raulino de Oliveira, na cidade de Volta Redonda.





Fonte: SMM

Vilson Tadei assume o comando do Linense

O Linense resolveu mudar o seu planejamento para a Copa Paulista de 2017. Depois de testar o auxiliar Altair Coimbra no cargo de treinador, o gerente de futebol Fausto Momente optou pela experiência, já pensando no Paulistão de 2018 e na Série D do Brasileiro, e anunciou a contratação do técnico Vilson Tadei para assumir o comando do Elefante da Noroeste.
Altair Coimbra voltará a função de auxiliar técnico. Vilson Tadei tem no Elefante da Noroeste bonita história e apresenta excelentes resultados. Foi vice-campeão da Copa Paulista de 2007, conquistou o acesso da Série A-3 (Terceira Divisão) para o Campeonato Paulista da Série A-2 (Segunda Divisão) em 2008, e o título da Segunda Divisão de 2010, assegurando o cobiçado acesso ao Paulistão de 2011.

Vilson Tadei também foi o p
rimeiro treinador a comandar o Linense em competição nacional, o Brasileiro da Série C de 2008. São 134 partidas no comando do Elefante da Noroeste, alcançando 70 vitórias, 32 empates e 32 derrotas.

O Linense faz campanha fraca na atual Copa Pauulista. Em seis jogos no Grupo 1, a equipe está fora do G-4  e ocupa a quinta colocação com seis pontos. Foi apenas uma vitória, com dois empates e três derrotas.

O Elefante da Noroeste somente no dia 19 de agosto, na cidade de Lins, quando terá pela frente a líder Ferroviária.






Fonte: assessoria de imprensa do Linense

Jussani aposta no Guarani na estreia do returno da Série B


O Guarani estreia no segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B nesta sexta-feira (11/8), quando enfrenta o Brasil, de Pelotas. A partida será realizada às 19h15, no Estádio Bento Freitas, no Rio Grande do Sul.

Mesmo mostrando respeito pelo adversário, o zagueiro Diego Jussani afirma que o pensamento do elenco bugrino é iniciar a segunda metade da competição com resultado positivo em solo gaúcho.

``Sabemos da força do Brasil quando joga ao lado de sua torcida. Mas o Guarani não pode ficar mais tempo sem vencer no campeonato. Por isso, trabalhamos forte durante a semana e nosso foco está em estrear de maneira positiva no returno, o que pode nos levar de volta ao G-4 da Série B´´, disse o zagueiro.

O Guarani inicia a rodada no sétimo lugar do torneio nacional com 28 pontos, quatro a mais que o clube de Pelotas. O líder é o América Mineiro, que soma 36 pontos, seguido por Internacional (33), Vila Nova (32) e Ceará (31 pontos).




Fonte: Tática Assessoria

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Alan Kardec marca, e dá a vitória para o Chongqing Lifan


Depois de dois jogos sem vencer, o Chongqing Lifan se recuperou na Superliga Chinesa e conquistou importante resultado nesta quarta-feira (9/8) sobre o Shandong Luneng, uma das principais forças do campeonato. O duelo marcou o encontro de dois brasileiros: Alan Kardec, pelo Lifan, e Gil, Pelo Shandong. Melhor para o atacante que, de cabeça, marcou o único gol da partida, chegando a sete no campeonato.

``Foi uma vitória muito importante. Vínhamos de duas derrotas e precisávamos vencer. Sabíamos que não ia ser nada fácil, pois o Shandong Luneng é muito forte, mas fizemos ótima partida, neutralizando os principais pontos deles. Graças a Deus, consegui aproveitar a única finalização que tive no jogo. Nem sempre aparecem muitas oportunidades nas partidas, mas temos que manter a concentração e a tranquilidade. Estou muito feliz com mais um gol marcado´´, disse Kardec, artilheiro do time na Superliga.

Com a vitória, o Chongqing Lifan chegou aos 30 pontos na tabela de classificação, ocupando a oitava posição. Na próxima rodada, o time do brasileiro viaja para encarar o Shanghai East Asia, no domingo (13).







Fonte: SMG 

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Portuguesa encara Água Santa para recuperar melhor campanha na Copa Paulista

A Copa Paulista chega a sua metade da primeira fase e para fechar o primeiro turno, a Portuguesa receberá no Canindé o Água Santa, de Diadema. O jogo acontece nesta quarta-feira (9/8), às 20 horas, e a Lusa, com 13 pontos, se vencer, recupera a melhor campanha na competição, que atualmente pertence ao São Caetano, com 15 pontos. 

O atacante Luizinho valorizou os trabalhos que antecederam a partida. A Lusa teve bastante tempo para trabalhar, já que a última vez que entrou em campo foi no dia 28 de julho. Na oportunidade, o time comandado pelo técnico Mauro Fernandes venceu o Taubaté, fora de casa, por 1 a 0. 

``Tivemos uma semana inteira para ajustar o que estávamos errando e entrar bem em campo. Nossos treinos foram fortes e em alguns dias em dois períodos. Estamos preparados para fechar o turno com resultado positivo´´, disse o jogador. 

No Grupo 3, a Portuguesa ocupa a segunda colocação na tabela de classificação, com 13 pontos, já  o Água Santa é o quarto colocado, com 11 pontos ganhos e, em caso de vitória, assume a vice-liderança. Por tudo isso, a partida é considerada importante para as pretensões dos dois times. 

``Será jogo contra adversário muito importante, forte, que sempre briga para chegar entre as primeiras colocações. Não fizemos as contas ainda para saber de quantos pontos precisamos para passar para a próxima fase, mas estamos buscando pontuar o máximo possível´´, finalizou Luizinho. 

O segundo turno começa para algumas equipes já na próxima quinta-feira (10). Se classificam para a segunda fase os quatro primeiros colocados dos três grupos. A final da Copa Paulista está marcada para novembro.
 
Grupo 1

1º XV de Piracicaba - 13 pontos
2º Ferroviária - 12 pontos
3º Mirassol - 8 pontos
4º Penapolense - 7 pontos
5º Linense - 5 pontos
Noroeste - 5
7º Velo Clube - 4 pontos

Grupo 2

1º Inter de Limeira - 11 pontos
2º Desportivo Brasil - 10 pontos
Atibaia - 10
4º São Paulo - 9 pontos
5º Taboão da Serra - 6 pontos
6º Osasco Audax - 4 pontos
7º Rio Branco - 3 pontos

Grupo 3

1º São Caetano - 15 pontos
2º Portuguesa - 13 pontos
3º Nacional - 11 pontos
Água Santa - 11
5º Santos - 8 pontos
6º Taubaté - 6 pontos
Juventus - 6

8º Portuguesa Santista - 2 pontos





Fonte: Tuddo

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Guarani termina primeiro turno em sexto e tenta dar volta por cima na Série B

Após a derrota para o Internacional por 2 a 0, no último sábado (5/8), no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro da Série B, o Guarani caiu para a sexta posição, com 28 pontos, com três a menos que o Ceará, o quarto colocado e dentro do G-4, que garante o acesso à Série A em 2018, e distante oito pontos do líder América-MG

Mesmo desabando na tabela de classificação da Série B e perdendo Auremir, que foi atuar na Turquia, o técnico Vadão preferiu olhar para frente em busca da volta por cima no segundo turno. A meta é colocar novamente o Bugre dentro do G-4.

``Vai ser guerra o tempo todo. Se você olhar a tabela está tudo embolado. Nós teremos muitos confrontos pela frente e daqui para frente vamos começar analisar quanto vale cada vitória. E começar bem vai valer muito porque se vencermos o Brasil-RS, fora, e a segunda partida, em casa, esses seis pontos já nos dão outra condição na tabela. É isso que temos que entender! A partir de agora as vitórias terão maior valor´´, explicou o treinador.

De acordo com Vadão, a campanha do Guarani no returno esteve quase dentro do que foi combinado antecipadamente.

``A campanha é boa, mas poderia ser melhor se tivéssemos alcançado os 30 pontos mínimos. Nós tivemos momento em que fizemos 12 pontos e agora é a mesma situação, na próxima mini-meta temos que fazer 12 para voltar a média de 10 pontos a cada seis jogos e equilibrar aquilo que tínhamos planejado´´, afirmou.

O Guarani volta a campo para encarar o Brasil, na sexta-feira (11), às 19h15, no Estádio Bento Freitas, em Pelotas.

Confira os jogos da última rodada do primeiro turno:

Criciúma 1 (Teco, contra) x Brasil 2 (Lincom e Éder Sciola)

Náutico 1 (Erick) x Luverdense 0

Goiás 0 x Oeste 2 (Mazinho e Raphael Luz)

CRB 2 (Chico 2) x América-MG 1 (Ernandes)

ABC-RN 0 x Ceará 1 (Arthur)

Guarani 0 x Inter 2 (Eduardo Sasha e Claudio Winck)

Juventude 2 (Tiago Marques 2) x Santa Cruz 1 (Júlio Sheik)

Paysandu 0 x Figueirense 1 (Robinho)

Boa Esporte 2 (Douglas Assis e Reis) x Paraná 1 (Rafael Lucas)

Londrina 0 x Vila Nova-GO 1 (Alípio)

Classificação


1º América-MG - 36 pontos
2º Inter - 33 pontos
3º Vila Nova - 32 pontos
4º Ceará - 31 pontos
Juventude - 31
6º Guarani - 28 pontos
CRB - 28
Boa Esporte - 28
9º Paraná - 27 pontos
Londrina - 27
Oeste - 27
12º Criciúma - 26 pontos
13º Brasil - 24 pontos
14º Goiás - 23 pontos
Paysandu - 23
Santa Cruz - 23
17º Figueirense - 20 pontos
Luverdense - 20
19º ABC - 16 pontos
20º Náutico - 14 pontos

ARTILHEIROS

11 GOLS

Jonatas Belusso (Londrina)

10 GOLS

Tiago Marques (Juventude)

9 GOLS

Henan (Figueirense)

7 GOLS 

Robinho (Figueirense) e Alan Mineiro (Vila Nova)

6 GOLS

Ruy (América-MG), Lucão (Criciúma), William Pottker (Inter) e Renatinho (Paraná)

5 GOLS

Bill (América-MG), Neto Baiano (CRB), Silvinho (Criciúma), Carlos Eduardo (Goiás), Nico López (Inter), Mazinho (Oeste) e Bergson (Paysandu)

4 GOLS

Dalberto (ABC), Luan e Renan Oliveira (América-MG), Taciano (Boa Esporte), Arthur (Ceará), Alex Alves (Goiás), Fumagalli e Brian Samudio (Guarani), Wallacer (Juventude), Rafael Silva (Luverdense), Alemão, Minho e Robson (Paraná) e Ricardo Bueno (Santa Cruz)

3 GOLS

Douglas Assis, Diones e Felipe Matheus (Boa Esporte), Lincom e Marcinho (Brasil), Elton, Pedro Ken, Rafael Carioca e Roberto (Ceará), Chico e Flávio Boaventura (CRB), Eliandro (Guarani), Ramon (Juventude), Artur (Londrina), Sérgio Mota e Ricardo (Luverdense), Vinícius (Náutico), Marcão (Paysandu), João Paulo (Santa Cruz) Alípio e Geovane (Vila Nova)

2 GOLS

Gegê, Caio Mancha, Echeverria e Adriano Pardal (ABC), Rodolfo e Reis (Boa Esporte), Nem, Itaqui e Rafinha (Brasil), Valdo (Ceará), Zé Carlos (CRB), Caio Rangel, Diego Giaretta e Douglas Moreira (Criciúma), Luidy (Figueirense), Tiago Luís (Goiás), Bruno Nazário, Diego Jussani e Caique (Guarani), Eduardo Sacha, Carlos e D´Alessandro (Inter), Ruan Renato e Diego Felipe (Juventude), Celsinho, Carlos Henrique e Germano (Londrina), Rafael Ratão e Pablo (Luverdense), Erick e Gilmar (Náutico), Robert, Júlio César e Alexandro (Oeste), Gabriel Dias (Paraná), Ayrton, Rodrigo Andrade e Fernando Gabriel (Paysandu), André Luís e Augusto (Santa Cruz) e Moisés, Matheus Anderson, Wesley Matos (Vila Nova)

1 GOL

Lucas Coelho, Filipe e Nando (ABC), Ernandes, Messias, Norberto, Pará, Neto Moura, Matheuzinho e Rafael Lima (América-MG), Wesley (Boa Esporte), Éder Sciola, João Afonso, Leandro Camilo, Wagner, Bruno Lopes e Rodrigo Silva (Brasil), Cafu, Pio, Ricardinho, Rafael Pereira e Felipe Menezes (Ceará), Adalberto, Diego, Élvis, Edson Ratinho, Ytalo e Mailson (CRB), Zé Roberto e Diogo Mateus (Criciúma), Zé Love, Nicolas Careca, Zé Antônio, Joãozinho e Jorge Henrique (Figueirense), Léo Gamalho, Andrezinho, Júnio Viçosa, Michael, Jarlan, Victor Bolt, Pedro Bambu, Aylon e Jean Carlos (Goiás), Genilson, Lenon, Evandro, Claudinho, William Rocha (Guarani), Cláudio Winck, Leandro Damião, Uendel, Klaus, Fabinho, Marcelo Cirino, Diego e Victor Cuesta (Inter), Lucas, Leílson e Vinicius (Juventude), Edson Silva, Matheus, Ayrton, Reginaldo, Welisson, Jumar, Fabinho e Marcinho (Londrina), Aderlan, Eduardo, Léo Cereja, Erik e Alaor (Luverdense), Breno, Aislan, Iago e Manoel (Náutico), Raphael Luz, Danielzinho, Lídio, Gabriel Vasconcelos, Leandro Amaro, Velicka e Fernando Aguiar (Oeste), Rafael Lucas, Maidana, Eduardo Brock, João Pedro e Felipe Alves (Paraná), Magno, Wesley e Leandro Carvalho (Paysandu), Júlio Sheik, Bruno Silva, Derley, Léo Lima, Bruno Paulo, Anderson Salles, Roberto, Halef Pittbull, Vitor e William Barbio (Santa Cruz), Maguinho, Marcos Paulo e Alemão (Vila Nova)

GOLS CONTRA

Teco (Brasil, para Criciúma), Edson Borges (Criciúma, para Ceará), Rayan (Paraná, para o Oeste), Everton Sena (Goiás, para o Náutico) e Assis (do Paraná, para Juventude)

Carlão festeja boa fase dos atacantes do São Caetano

Depois de quatro vitórias consecutivas, o São Caetano vivencia ótimo momento na Copa Paulista. O setor ofensivo não passa por situação diferente, tanto que o Azulão tem o melhor ataque do campeonato, com 14 gols marcados.

Boa parte deste desempenho se deve aos atacantes Carlão, Ermínio e Daniel Bueno. Ao todo, o trio já balançou as redes dos rivais nove vezes, números que representam 64% dos gols anotados pelo clube em toda competição.

Artilheiro da Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista de 2017, no qual o São Caetano foi o campeão, Carlão destacou a fase vivenciada pelos atacantes do Azulão em prol do sucesso do time na temporada.

``Temos jogadores importantes no elenco. Sabemos da nossa função no ataque, da importância de fazer o gol. O principal é ajudar o time. Independentemente de quem começa jogando, queremos contribuir. Exemplo está no Daniel (Bueno), que está entrando muito bem. Queremos ajudar não apenas na parte ofensiva, mas também no geral´´, contou o goleador.

Ermínio lidera entre os artilheiros do São Caetano na Copa Paulista, com quatro gols. Daniel Bueno e Carlão aparecem em seguida, com três e dois gols anotados, respectivamente.

Água Santa, Portuguesa, Nacional e Juventus foram os adversários derrotados pelo Azulão, do técnico Luís Carlos Martins nas últimas quatro rodadas da Copa Paulista. Diante deste desempenho, Carlão ressaltou a dedicação de todos pelo crescimento do clube na disputa.

``Nós sabíamos que uma hora a gente iria engrenar, mas queríamos ter começado o primeiro e segundo jogo com o pé direito também. A gente sabe da força e qualidade do grupo - que foi mantido para o segundo semestre -, e quando engrenássemos seria difícil nos parar. Tomara que possamos continuar assim e garantir a classificação quanto antes´´, concluiu Carlão.





Fonte: assessoria de imprensa do São Caetano

sábado, 5 de agosto de 2017

Lins, ex-Ponte Preta, vai jogar no Japão


O atacante Lins acertou na última sexta-feira (4/8) a transferência para o Ventforet Kofu, do Japão. O jogador, de 29 anos, que estava na Ponte Preta, viajou para o país asiático e firmou contrato até o fim deste ano.

``Fico satisfeito por este retorno ao Japão, país onde fui muito feliz e conquistei muitos títulos. Espero poder viver bons momentos novamente, junto dos novos companheiros. É lugar espetacular, cultura incrível, e povo muito educado e acolhedor. Não posso deixar de agradecer a todos na Ponte, onde fizemos campanha histórica no Paulistão, quando fomos finalistas. De longe estarei torcendo por todos – disse.

Lins foi apresentado à torcida do Ventforet Kofu antes do duelo da equipe contra o Gamba Osaka, neste sábado (5), às 6 horas (de Brasília).

Foi justamente pelo Gamba Osaka, clube que defendeu em 2014 e 2015, que ele fez história no Japão. Em dois anos, obteve cinco conquistas: Liga Japonesa (2014), Copa Nabisco (2014), Copa do Imperador (2014), Copa do Imperador (2015) e Supercopa do Japão (2015).




Fonte e foto: Inovem Comunicação/Divulgação

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Marcelo Veiga deixa Mogi Mirim, que vive pior pesadelo da sua história

O Mogi Mirim já fez história no futebol paulista no início da década de 90, quando era comandado pelo saudoso presidente Wilson Fernandes de Barros, tinha o técnico Osvaldo de Alvarez, o Vadão, iniciando sua trajetória vitoriosa, e grande time capitaneado pelo craque Rivaldo e excelentes coadjuvantes como Leto, Válber, Fernando, Hildo, Admilson, Capone, Lélis, entre outros.

Mas, atualmente, o Mogi Mirim vive o pior pesadelo da sua história, com inúmeras dívidas, elencos fracos a cada temporada, e sequência de rebaixamentos nos cenários estadual e nacional. Uma crise sem fim!

Rivaldo chegou a ser o presidente do Mogi Mirim para tentar amenizar a crise do clube. Mas trabalhou mal, deixou o Sapão nas mãos de terceiros enquanto perambulava, sem brilho, por São Caetano e São Paulo. Depois, quando resolveu jogar na sua equipe, ao lado do filho Rivaldinho, a situação já estava se deteriorando.

Para não perder dinheiro, Rivaldo vendeu o clube rapidamente, pendurou as chuteiras e negociou o seu filho para evitar problemas na cidade. E os novos administradores fizeram sucessivas besteiras e o time foi rebaixado na atual temporada para o Campeonato Paulista da Terceira Divisão (Série A-3) em 2018.

Mas o rebaixamento à Terceira Divisão do Paulista não foi a única derrocada. Neste segunda semestre, na Série C do Campeonato Brasileiro, o Mogi Mirim segue sendo o saco de pancadas do torneio. Ocupa a 10ª e última colocação no seu grupo, sem conseguir deixar a zona do rebaixamento, e tem tudo para ser rebaixado mais uma vez.

Cansado do elenco fraco, da falta de planejamento, do amadorismo da diretoria e dos salários atrasados, o técnico Marcelo Veiga, que havia retornado após ter trabalhado na Segunda Divisão do Paulista, deixou o clube nesta sexta-feira (4/8). Com tanta confusão, ele resolveu pedir demissão em caráter irrevogável.

Com a saída de Marcelo Veiga, o auxiliar permanente Mário Júnior ficará no cargo para a partida contra o Bragantino, neste sábado (5), às 16 horas, fora de casa, pela Série C. Curiosamente, as duas equipes paulista estão na zona do rebaixamento e quem vencer poderá sair do sufoco.

Pela Copa Paulista, Juventus defende tabu na Mooca contra o São Caetano

O Juventus recebe o São Caetano neste sábado (5/8), às 15 horas, no estádio da Rua Javari, na Mooca, em São Paulo, pela sétima rodada da Copa Paulista. Na rodada anterior, o Moleque Travesso empatou, fora de casa, com Santos B por 2 a 2, enquanto o Azulão do ABC venceu, em casa, o Nacional por 2 a 1.

A equipe grená da Mooca aparece na sexta posição do Grupo 3, com seis pontos, a dois do Nacional, que fecha o G-4. Já o Pequeno Gigante é o segundo colocado da chave, com 12 pontos, um atrás da líder Portuguesa.

De olho no G-4, o Juventus defende tabu de 10 anos sem perder para o São Caetano. A última derrota, por 2 a 0, aconteceu em 7 de fevereiro de 2007, em São Caetano do Sul, no Anacleto Campanella, pela sétima rodada do Paulistão. Desde então, foram cinco confrontos, com três vitórias e dois empates.

Na história, os dois clubes se enfrentaram oficialmente 18 vezes, com sete triunfos do Pequeno Gigante, cinco empates e seis vitórias juventinas.

No encontro mais recente, com gols de Kaiany e Felipe, o Juventus derrotou o Pequeno Gigante por 2 a 0, em pleno Anacletto Campanella, no ABC, pela décima rodada da Segunda Divisão (Série A-2) do Campeonato Paulista deste ano.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Fernando e Lucas Lino estão de volta à Briosa para sequência da Copa Paulista

A Portuguesa Santista ganhou dois importantes reforços para a sequência da Copa Paulista. Os atacantes Fernando e Lucas Lino, que estavam emprestados ao São Bernardo FC, retornaram a Ulrico Mursa após o término da participação do clube do ABC no Campeonato Brasileiro da Série D.

``O Fernando já treinou quarta-feira e o Lucas Lino se apresentou quinta-feira à tarde. E estamos trabalhando para que a inscrição deles na Copa Paulista seja realizada a tempo de estarem à disposição do técnico Ricardinho para o jogo de domingo como Santos B´´, detalhou o gerente de Futebol Samuel Maninho.

Os dois atletas que estão de volta à Briosa foram importantes na boa campanha da equipe na Terceira Divisão (Série A-3) do Campeonato Paulista deste ano. Fernando, com oito gols, foi o artilheiro do time, ao lado de Washington, que também integra o elenco na Copa Paulista. Já Lucas Lino balançou as redes em sete oportunidades.

Já estão à venda na secretaria da Portuguesa Santista os ingressos para o derby praiano com o Santos B, pela Copa Paulista, marcado para domingo (6), às 10 horas, no Estádio Ulrico Mursa.

O ingresso para arquibancada coberta e descoberta tem o preço de R$ 20, com a meia valendo R$ 10. O setor de cadeira apresenta os mesmos valores, mas o acesso só estará disponível para sócios com o pagamento em dia, conselheiros, sócios torcedores categoria ouro e convidados.

Os ingressos para os torcedores do Santos apresentam os mesmos valores (R$ 20 inteira e R$ 10 meia). O acesso se dará pelo portão exclusivo para a torcida visitante, junto à Rua Joaquim Távora.

A secretaria da Portuguesa Santista atende de segunda a sexta-feira das 8 às 18 horas e aos sábados, das 8 às 12 horas. O endereço é Avenida Pinheiro Machado, 240.





Fonte: Tática Assessoria

Com jejum de vitórias, Bragantino e Mogi Mirim duelam no Nabizão pela Série C

Os paulistas Bragantino e Mogi Mirim jogam neste sábado (5/8), às 16 horas, em Bragança Paulista, no estádio Nabi Abi Chedid (Nabizão), pela 13ª rodada da Terceira Divisão (Série C) do Campeonato Brasileiro. Na rodada passada, o Massa Bruta empatou, fora de casa, por 0 a 0 com o Ypiranga-RS, e o Alvirrubro mogimiriano empatou, em casa, com o Tombense-MG por 1 a 1.

Os dois clubes se encontram dentro do Z-2 do Grupo B. O Alvinegro de Bragança Paulista é o penúltimo colocado, com 12 pontos, mesma pontuação do Macaé, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Sapão da Mogiana é o lanterna da chave, com 10 pontos ganhos.

Neste duelo direto para sair da zona da degola, os clubes tentam reencontrar o caminho da vitória. O Braga não vence há oito jogos (cinco empates e três derrotas). A última vitória, de 4 a 2, aconteceu em 3 de junho e justamente sobre o Sapão, no Vail Chaves, em Mogi Mirim, jogo valido pela quarta rodada. O gols do jogo foram de Bruno Oliveira, Vitor, Anderson Ligeiro e Felipe Silva para o Massa Bruta, enquanto que Régis e Rodrigo assinalaram os tentos dos mogimirianos.

Já o Mogi Mirim não sabe o que é vitória há cinco rodadas (três empates e duas derrotas). O último triunfo do Sapão foi  de 2 a 1, sobre o Volta Redonda-RJ, em Mogi Mirim, gols de Diego e Edson, jogo valido pela sétima rodada da competição, ocorrido em 24 de junho.

Na história, Bragantino e Mogi Mirim se enfrentaram 26 vezes, com 11 vitórias para o Massa Bruta, seis empates e nove vitórias do Mogi. O Braga também leva vantagem nos gols marcados, 47 contra 40 do Sapão.





Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)