sábado, 15 de fevereiro de 2020

Em busca da primeira vitória no Paulistão, Ituano desafia tabu contra Ponte Preta em Itu

Em casa, o Ituano encara a Ponte Preta na segunda-feira (17/2), às 20 horas, no Estádio Novelli Junior, em Itu, no encerramento da sexta rodada do Campeonato Paulista.
Este será o 35º confronto oficial entre eles, com retrospecto favorável a Macaca com 14 vitórias, contra nove do Galo de Itu e 11 empates. A Alvinegra marcou 52 gols e sofreu 45.

Além do histórico negativo, o Ituano não vence a Macaca no Novelli Junior há 17 anos.  A última vitória foi por 2  a 1, no Paulistão de 2003. De lá para cá, o Galo de Itu recepcionou a Ponte Preta mais sete vezes, com cinco empates e duas derrotas.

O último triunfo do Rubro-negro sobre a Macaca foi por 3 a 1, no Moisés Lucarelli, em Campinas, no Paulistão de 2014. Desde então, foram duas derrotas e dois empates em mais quatro confrontos.

No encontro mais recente, houve empate por 1 a 1, em Campinas, no Moisés Lucarelli, pela oitava rodada do Paulistão do ano passado. No primeiro tempo, Matheus Vargas abriu o placar em favor da Alvinegra. No inicio da segunda etapa, Martinelli deixou tudo igual.

Cenário

Sem saber o que é vitória neste Paulistão, o Ituano aparece na lanterna do Grupo C, com três pontos, seis atrás do Mirassol, que fecha o G2. Na classificação geral, o Galo de Itu está na zona de rebaixamento, na penúltima posição, apenas na frente do lanterna Botafogo, que soma dois pontos. Por outro lado, o Rubro-negro tem apenas um ponto de desvantagem do Oeste, primeiro fora do Z2.

Já a Ponte Preta, que vem de duas derrotas seguidas, ocupa a segunda colocação do Grupo A, com seis pontos, quatro atrás do Santos, o líder. Na classificação geral, a Macaca é a 10ª colocada.

Na rodada passada, o Ituano empatou, fora de casa, com o Novorizontino por 0 a 0,enquanto a Ponte Preta perdeu, em casa, para o Palmeiras por 1 a 0.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Invicto no Paulistão, Jenison avalia início do Novorizontino e projeta confronto com Guarani


Até o momento, só duas equipes ainda não perderam no Paulistão 2020. Uma delas, é o Novorizontino, do atacante Jenison, que brilhou com a camisa do Paraná Clube na temporada passada e agora vem mostrando serviço no futebol paulista.


O jogador, contratado no fim do último mês, fez a sua estreia na terceira rodada do estadual e, desde então, assumiu a titularidade da equipe.

``Feliz e muito motivado com essa oportunidade. É a primeira vez que disputo o Campeonato Paulista e, realmente, é competição muito intensa, o estadual mais difícil do país. Não existe jogo tranquilo, todos os times têm chances de classificação e lutam a cada rodada para isso´´, analisou o atleta, que marcou 17 gols na última temporada defendendo o Paraná Clube.



O Novorizontino, de Jenison, volta a campo neste sábado (15/2), às 16 horas, contra o Guarani, no Brinco de Ouro, na cidade de Campinas, pela sexta rodada do Paulistão.

``Mais um jogo importante pela frente e espero que a gente consiga manter essa invencibilidade. Tivemos essa semana um pouco mais tranquila, sem jogos, que foi importante para trabalhar e focar na sequência. O Guarani tem boa equipe e tenho certeza que será mais uma partida difícil´´, finalizou.






Foto: Divulgação / Novorizontino

Com objetivos opostos na Série A3, Velo Clube e Marília jogam no Benitão para desempatar retrospecto


Velo Clube (mascote acima) e Marília duelam neste sábado (15/2), às 16 horas, no Estádio Benito Agnelo Castellano, o Benitão, na cidade de Rio Claro, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Série A3, a Terceira Divisão. 
O Galo Vermelho busca a terceira vitória consecutiva para se manter na vice-liderança, com dez pontos, a cinco do líder Noroeste. Porem, em caso de derrota poderá perder posições para os seus concorrentes dentro do G8.


Já o MAC (mascote acima) entra em campo atrás da segunda vitória para entrar na zona de classificação às quartas de final. O time maqueano, que não perde há três partidas, aparece na 13ª posição, com cinco pontos, dois atrás do Olímpia, que fecha o G8. Por outro lado, o Tigre tem apenas um ponto de vantagem do Primavera, que abre a zona de rebaixamento.


Na rodada passada, as duas equipes jogaram em casa e venceram. O Rubro-verde rioclarense goleou o Barretos por 4 a 1, no Benitão, enquanto o MAC derrotou o EC São Bernardo por 1 a 0, no Abreuzão.

Retrospecto

Rivais desde 1979, Velo Clube e Marília se enfrentaram oficialmente nove vezes. O retrospecto é equilibrado, com quatro vitórias para cada lado e um empate. O Galo Vermelho leva pequena desvantagem nos gols marcados: 12 contra 13 do MAC.

A duas equipes não se enfrentam há quatro anos. No último encontro, com gol de Leandro Costa, aos 25' do primeiro tempo, o Velo Clube venceu o Marília por 1 a 0, no Estádio Benitão, em Rio Claro, pela 16ª rodada da Série A2 de 2016, ano que o MAC foi rebaixado à Série A3.



Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Com vida e carreira ligadas ao Guarani, Thiago Carpini recebe título de cidadão campineiro


Atleta do Guarani entre os anos de 2014 e 2016 e treinador da equipe desde a última temporada, Thiago Carpini viveu uma noite especial na última quinta-feira (13/2). Natural de Valinhos (SP), cidade vizinha de Campinas, o técnico foi homenageado pela Câmara Municipal com a honraria de “cidadão campineiro”.


A condecoração foi proposta do vereador Marcelo Silva (PSD). De acordo com a Câmara Municipal, o título é concedido “a nascidos fora de Campinas que tenham se destacado por relevantes serviços prestados ao município”.

``É uma sensação muto bacana, do reconhecimento de trabalho. A cidade de Campinas faz parte da minha história como atleta, hoje como treinador, mas também como ser humano. Foi um lugar que frequentei bastante durante a minha infância e adolescência, até pela proximidade com Valinhos. Tenho muitos amigos aqui, meu filhos estudam na cidade. Então fico muito feliz em poder sentir que fiz algo pelo Guarani e pela cidade de Campinas. Poder fazer algo por clube de tanta representatividade e tradição me deixa lisonjeado´´, destacou Carpini, que até aqui soma 26 jogos à frente do Bugre.


O treinador também ressalta a importância do Guarani na sua trajetória.

``A minha relação com o Guarani é muito antiga. O Brinco de Ouro foi o primeiro estádio de futebol onde fui quando criança e cheguei a fazer testes nas categorias de base do clube. Grande parte da minha família é bugrina e eu sempre fui por esse lado. Quando criança, sonhava em um dia jogar pelo Guarani, mas nunca pensei que seria treinador do clube. Eu não imaginava que essa transição seria tão rápida. Tenho relação de muito amor e carinho com esse clube, que me abriu muitas portas e a quem devo muito. O Guarani me proporcionou muitas coisas e eu procuro retribuir da melhor maneira possível para deixar um legado aqui. Fui atleta do Guarani entre 2014 e 2016, em momento bem difícil da história do clube. Enfrentamos muitas dificuldades financeiras, mas graças a Deus as coisas aconteceram e o clube vem se reorganizando cada vez mais. Eu fico feliz em poder fazer parte deste processo e contribuir de alguma forma´´, disse o profissional.


Com oito pontos somados em cinco jogos, o Guarani lidera o grupo D do Campeonato Paulista. Após livrar o Bugre do rebaixamento na Série B ainda como interino, Carpini valoriza o bom início na sua primeira temporada como treinador efetivo da equipe alviverde.

``Avalio este início de temporada de maneira positiva. Acho válido enaltecer o que o nosso grupo tem feito, o nosso desempenho, a união e o respeito do elenco. Conseguimos resgatar a identidade do Guarani, que é time técnico, que costuma propor o jogo e é muito forte no Brinco de Ouro. Temos conseguido trazer isso desde o ano passado, quando garantimos a permanência na Série B. Fico feliz por este bom início de temporada como treinador efetivo e espero que consigamos cumprir todas as metas traçadas´´, concluiu.





Foto: Câmara Municipal de Campinas / AV

Diretoria do Santo André avalia liderança no Paulistão e classificação à segunda fase da Copa do Brasil

Uma campanha surpreendente no Campeonato Paulista - líder geral da competição desde a terceira rodada, a melhor da história do clube - 12 pontos em cinco jogos. Garantido na segunda fase da Copa do Brasil após passar pelo Criciúma com goleada por 4 a 1, em casa. E, no último final de semana, venceu o São Paulo por 2 a 1 e praticamente definiu a sua permanência na Série A1 do Paulistão de 2021. Este é o Santo André, que voltou a disputar a elite do estadual após acesso em 2019, quando foi campeão da Série A2.

Um dos nomes que chegaram ao Santo André para o planejamento de 2020 foi o executivo de futebol Edgard Montemor. Após 14 anos comandando a gestão do rival São Bernardo FC, ele recebeu o convite para encarar o desafio de auxiliar na gestão do futebol do clube.

``O primeiro contato aconteceu em novembro de 2019. Tivemos primeira reunião para me passarem o que eles queriam e onde eu poderia auxiliar. O grupo de atletas já estava com algumas peças contratadas, assim como o técnico Paulo Roberto. Eu fui chamado para organizar os processos de trabalhos internos do clube no seu dia-a-dia e pude também ajudar a gerência do futebol e o Paulo na finalização da formação do elenco para a disputa do Paulistão. E a cada dia vamos buscando melhorar os departamentos, querendo o profissionalismo em todos os setores´´, conta Montemor.


Até aqui são quatro vitórias no Paulistão e apenas uma derrota. Além da vitória sobre o Criciúma e, consequentemente, a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil.


``Nós, como todos os clubes que não são os gigantes do estado, entramos no Paulistão pensando primeiramente em manter o clube na Série A1. O clube do interior que começa a competição falando em título ou classificação está errado. É campeonato muito difícil. Por isso traçamos meta de 12 pontos, que historicamente garantem a permanência na Série A1. Pensamos em fazer essa pontuação o mais rápido possível. E com o trabalho do Paulo e dos nossos atletas, conseguimos já na quinta rodada, o que nos permite traçar objetivos maiores, como a  Série D, e a classificação para a próxima fase do Paulista´´, afirmou.


Edgard falou também sobre os objetivos na Copa do Brasil. O Santo André encara o Goiás na segunda fase.

``Dentro do que pensamos, o ideal seria avançar pelo menos até a terceira fase. Passar pelo Goiás. Financeiramente, isso seria de extrema importância para o planejamento do Santo André, para o segundo semestre de 2020 e já visando o planejamento para o Paulista de 2021. Por isso é muito importante também ter foco na Copa do Brasil´´, avaliou.

Sobre a empolgação tomar conta do grupo de atletas em função da bela campanha neste início de ano, Edgard destacou o ótimo trabalho do técnico Paulo Roberto.

``Eu ainda não havia trabalhado com o Paulo. É profissional de altíssimo nível. Tanto é que tem currículo com passagens marcantes e vitoriosas por vários clubes, principalmente em São Paulo. Ele sabe conduzir o elenco muito bem dentro de campo e os atletas estão cientes que o cenário é bom neste momento, mas que se tiverem a mesma concentração e foco, o cenário poder ser ainda melhor lá na frente. E nós estamos dando o suporte para que tudo ocorra da melhor maneira do lado de fora do campo´´, finalizou.



Fonte: FG

Marcelo Veiga destaca a importância da vitória do São Bernardo em cima da Portuguesa


O técnico Marcelo Veiga comemorou bastante a vitória do São Bernardo por 2 a 0 sobre a Portuguesa, na últimaquarta-feira (12/2), pela sexta rodada da Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista. O Tigre do ABC vinha de derrota indigesta contra o Audax por 2 a 1, fora de casa, e precisava se recuperar para seguir dentro do G8.

``Foi importantíssima essa vitória. Estávamos precisando para manter a nossa confiança. E quando jogamos em casa temos sempre que buscar os três pontos´´, declarou o treinador do Tigre do Grande ABC.

Após a derrota contra o Audax, Marcelo Veiga ficou muito incomodado com a forma que a equipe se apresentou em Osasco. Contra a Portuguesa, a postura foi outra.
``Trabalhamos bastante para buscar o resultado. Tínhamos que mudar a postura. Os atletas fizeram grande jogo e se comportaram muito bem. Não tivemos sustos em nossa defesa e o nosso segundo gol foi fruto de jogada que treinamos intensamente´´, elogiou.


Com a vitória, o São Bernardo chegou aos 11 pontos, na vice-liderança da Série A2, ao lado de Portuguesa Santista e Taubaté.

``Sempre estamos reforçando que o nosso objetivo é estar entre os oito. E para isso precisamos sempre somar pontos em casa. Depois é outro campeonato entre os oito classificados´´, afirmou.

Na próxima rodada o São Bernardo enfrenta o Votuporanguense, fora de casa, no domingo (16), às 10 horas.
 

``Será jogo muito difícil. Viagem longa, adversário difícil, horário complicado. Além disso, tivemos alguns jogadores saindo de campo com dores e vamos verificar quais as condições para domingo´´, finalizou o treinador.




Foto: Gabriel Goto / FG

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Sport demite Guto Ferreira após eliminação na Copa do Brasil


A eliminação do Sport logo na primeira fase da Copa do Brasil na derrota por 2 a 1 para o Brusque-SC, fora de casa, na última quarta-feira (12/2), custou o emprego do técnico Guto Ferreira. Nesta quita-feira (13), dia seguinte do resultado desastroso, a diretoria se reuniu com a comissão técnica e definiu pela demissão do seu comandante.

Guto Ferreira foi o terceiro treinador de clubes que disputarão a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro a ser demitido. O primeiro foi Argel, que caiu no comando do Ceará e foi substituído por Enderson Moreira. O segundo foi Alberto Valentim, dispensado do Botafogo, que contratou Paulo Autuori.

Em um comunicado sucinto em suas mídias sociais, a diretoria do Sport agradeceu o trabalho de Guto Ferreira, campeão pernambucano em 2019, e vice-campeão da Série B na mesma temporada, quando o clube pernambucano retornou ao grupo de elite do futebol brasileiro.

A partir desta sexta-feira (14) a diretoria corre atrás do novo treinador do Sport. Mas, no clássico contra o Náutico, neste sábado (15), pela Copa do Nordeste, o tradicional Leão será comandado por algum auxiliar.

Atibaia, na Série A2, e Rio Preto, na Série A3, resolvem mudar de treinador

A dança dos treinadores segue a mil por hora no futebol paulista. Somando as três divisões (Séries A1, A2 e A3) já tivemos 11 trocas nas comissões técnicas. As duas últimas aconteceram na rodada da última quarta-feira (12/2), quando Atibaia (mascote acima) e Rio Preto resolveram mudar os seus planos para sequência da temporada.

O Atibaia, o rei dos empates na Segunda Divisão (Série A2) do Campeonato Paulista, decidiu pela demissão do técnico Wilson Júnior após ficar no 1 a 1 diante do Sertãozinho, mesmo atuando fora de casa. E olha que o Falcão ocupa a 11ª colocação, com sete pontos, um a menos que o Audax, o oitavo colocado, que está dentro do G8.

De maneira interina, o auxiliar-técnico Carlão assumiu o cargo para preparar o Atibaia para encarar o Taubaté neste domingo (16), em Americana, onde a equipe manda os seus jogos. Porém, a diretoria prometeu anunciar nos próximos dias o nome do substituto.

SÉRIE A3



Já na cidade de São José do Rio Preto, após a derrota por 3 a 2 para o Olímpia, na quarta-feira. o técnico 
Régis Angeli colocou o cargo à disposição no Rio Preto (mascote acima) e o presidente José Eduardo Rodrigues, que já pretendia o demitir, aceitou no ato.

Sem perder tempo, o dirigente do popular Jacaré afirmou que não contratará nenhum substituto e promoveu João Santos, que treinará o Sub 20 no Campeonato Paulista da categoria, a partir do mês de abril.

O Rio Preto ocupa a nona colocação na tabela de classificação, com seis pontos, um a menos que os clubes que estão nas últimas colocações dentro do G8. O próximo desafio do Jacaré será em Jundiaí, diante do lanterninha Paulista, no sábado (15/2), às 16 horas.


DANÇA DOS TÉCNICOS

PAULISTÃO

1 ÁGUA SANTA - Fernando Marchiori foi demitido e chegou Pintado

SÉRIE A2 (SEGUNDA DIVISÃO)

1 SÃO CAETANO - Adãozinho foi demitido e chegou Gallo
2 PENAPOLENSE - Edison Só foi demitido e chegou Alberto Félix
3 VOTUPORANGUENSE - Marcelo Henrique foi demitido e chegou Júnior Rocha
4 PORTUGUESA - Moacir Júnior foi demitido e chegou Fernando Marchiori
5 ATIBAIA - Wilson Júnior foi demitido


SÉRIE A3 (TERCEIRA DIVISÃO)

1 MARÍLIA - Júlio Sérgio foi demitido e chegou Guilherme
2 PRIMAVERA - Daniel Sabino foi demitido e chegou Paulo Antônio
3 COMERCIAL - Roberval Davino foi demitido e chegou Fahel Júnior
4 PAULISTA - Edson Fio foi demitido e chegou Oliveira
5 RIO PRETO - Régis Angeli foi demitido e chegou João Santos

Animado com gol marcado em Taubaté, Diego Tavares aposta na recuperação do São Bento na Série A2


Após seis jogos na Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista, o São Bento quer iniciar recuperação em busca da classificação às quartas de final. Na quarta-feira (12/2), a equipe comandada pelo treinador Léo Condé arrancou empate do Taubaté por 1 a 1, fora de casa, e fechou a rodada na 12ª colocação com seis pontos.

A Série A2 terá na primeira fase 15 rodadas. Os oito primeiros colocados garantem classificação às quartas de final. E os dois últimos serão rebaixados.



Autor do único gol do São Bento, o lateral-direito Diego Tavares minimizou o feito e foca no objetivo de retornar ao caminho das vitórias.

``Feliz pelo meu primeiro gol no clube, mas ciente que precisamos melhorar. Temos que iniciar recuperação imediata na competição para buscar uma vaga à próxima fase´´, destacou.


Aos 28 anos, Diego Tavares foi contratado no final do ano passado junto ao Fortaleza. Com passagens por Paraná, Avaí e Botafogo/SP, o lateral espera ajudar o Bentão a conquistar seus objetivos na temporada.

``Queremos recolocar o clube na elite do futebol paulista. Sabemos das dificuldades da Série A2, mas nosso elenco é qualificado. Temos condições de brigar na parte de cima da tabela de classificação´´, finalizou.


O próximo confronto do São Bento será domingo (16), às 10 horas, contra a Portuguesa Santista, no estádio Úlrico Mursa, na cidade de Santos.




Foto: Neto Bonvino / São Bento - Fonte: AV

João Paulo foca na Copa do Brasil e projeta estreia da Ponte Preta


Presente em todos os jogos da Ponte Preta nesse início do Paulistão, João Paulo agora muda o foco. Isso porque nesta quinta-feira (13/2) a Macaca fará a sua estreia na Copa do Brasil. A equipe enfrenta, em jogo único, o Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, podendo empatar para garantir classificação à segunda fase.


Será a sexta participação do meia na competição. Ao todo, acumula 11 jogos, um gol e duas assistências.

``É um torneio muito importante, com formato diferente, que abre possibilidade para todas as equipes. Além disso, a gente sabe que financeiramente é muito interessante para os clubes, por isso também é tão disputada. Já tive a oportunidade de participar outras vezes e sei que é complicada desde a primeira fase. Não tem vida fácil´´, revelou o jogador, que já soma duas assistências com a camisa do time.


Ciente da importância da partida, João Paulo avalia o duelo com o Novo Hamburgo.

``Esse início da competição é muito perigoso. Serão só 90 minutos, fora de casa, para decidir a vaga. Qualquer bobeira pode custar muito caro. Temos que ter atenção e seriedade o tempo inteiro, do início ao fim. Estamos focados em trazer essa classificação´´, concluiu.





Foto: Rebeca Reis  - Fonte: AV

Noroeste reina absoluto na Série A3 do Paulista, e Comercial vence a primeira


O Noroeste (mascote acima), do técnico Luiz Carlos Martins, reina absoluto na Série A3 (Terceira Divisão) do Campeonato Paulista. O tradicional clube de Bauru é o líder isolado, com 100% de aproveitamento após cinco rodadas, e caminhando cada vez mais firme para a classificação antecipada para as quartas de final. Além de estar jogando muita bola!

Na quarta-feira (12/2), na abertura da quinta rodada, atuando no estádio Alfredo de Castilho, em Bauru, o Noroeste não teve a menor dificuldade diante do vice-líder Batatais e venceu, com propriedade, por 3 a 0, gols de Fabrício (2) e Pedro Felipe. Com o resultado, o popular Norusca chegou aos 15 pontos, disparado, na liderança. Já o Fantasma, com a derrota, caiu para a terceira posição, com oito pontos.


O novo vice-líder é o Velo Clube (mascote acima), da cidade de Rio Claro. E o popular Galo Vermelho, ao lado do seu torcedor, goleou, de virada, o Barretos por 4 a 1, gols de Lucas Negueba (2), Rodney e Elton. Patrick havia aberto o placar para o Touro, que está em decadência.


A primeira vitória do Comercial (mascote acima) , na estreia do técnico Fahel Júnior, foi no sufoco. No estádio Francisco de Palma Travassos, na cidade de Ribeirão Preto, o Paulista, de Jundiaí, abriu o placar com gol de Rafael. Porém, ainda no primeiro tempo, Bruno Sabiá deixou tudo igual.

Na etapa final, com o apoio da torcida, o Comercial partiu para cima do lanterninha Paulista. E, depois de criar e desperdiçar chances, marcou com o lateral Brayan, cobrando pênalti, o gol da primeiro vitória na Série A3.

Enquanto o Comercial se afastou da zona do rebaixamento e alcançou a 12ª colocação, com cinco pontos, o Paulista segue na lanterna, com apenas um ponto, e demitiu o técnico Edson Fio. O novo treinador do Galo de Jundiaí será Oliveira.

Confira os resultados da quinta rodada da Série A3:


Capivariano 1 (Arthur) x Desportivo Brasil 0

Grêmio Osasco 1 (Abeny) x Primavera 0 

Rio Preto 2 (Gabriel Barcos 2) x Olímpia 3 (Paulo Vitor, Davidson e Eduardo Bahia)

Noroeste 3 (Pedro Felipe e Fabrício 2) x Batatais 0

Marília 1 (Lucas Formiga) x EC São Bernardo 0

Comercial 2 (Rodrigo Sabiá e Brayan) x Paulista 1 (Rafael)

Velo Clube 4 (Lucas Negueba 2, Rodney e Elton) x Barretos 1 (Patrick)
18/2 - 15h - Nacional x Linense


CLASSIFICAÇÃO

1º Noroeste - 15 pontos
2º Velo Clube - 10 pontos
3º Batatais - 8 pontos
4º Desportivo Brasil - 7 pontos
Linense - 7
EC São Bernardo - 7
Capivariano - 7
Olímpia - 7
9º Rio Preto - 6 pontos
Nacional - 6
Grêmio Osasco - 6
12º Comercial - 5 pontos
Marília - 5
Barretos - 5
15º Primavera - 4 pontos
16º Paulista - 1 ponto



DANÇA DOS TÉCNICOS

PAULISTÃO

1 ÁGUA SANTA - Fernando Marchiori foi demitido e chegou Pintado

SÉRIE A2 (SEGUNDA DIVISÃO)

1 SÃO CAETANO - Adãozinho foi demitido e chegou Gallo
2 PENAPOLENSE - Edison Só foi demitido e chegou Alberto Félix
3 VOTUPORANGUENSE - Marcelo Henrique foi demitido e chegou Júnior Rocha
4 PORTUGUESA - Moacir Júnior foi demitido e chegou Fernando Marchiori

SÉRIE A3 (TERCEIRA DIVISÃO)

1 MARÍLIA - Júlio Sérgio foi demitido e chegou Guilherme
2 PRIMAVERA - Daniel Sabino foi demitido e chegou Paulo Antônio

3 COMERCIAL - Roberval Davino foi demitido e chegou Fahel Júnior
4 PAULISTA - Edson Fio foi demitido e chegou Oliveira

Monte Azul dispara na liderança, e Portuguesa entra na zona do rebaixamento na Série A2 do Paulista



O Monte Azul (mascote acima), comandado pelo técnico Luciano Dias, é a grande sensação do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A2), onde segue cada vez mais tranquilo na liderança após a realização da sexta rodada. Já a Portuguesa, mesmo estreando o técnico Fernando Marchiori, segue sendo a decepção, o saco de pancadas da competição, perdendo mais uma e entrando, como de costume, na zona do rebaixamento. Nova decepção da Lusa, para desespero da sua torcida!

O líder Monte Azul defendeu sua liderança em grande estilo na cidade de Votuporanga, na quarta-feira (12/2) à tarde. Diante do lanterninha Votuporanguense, ganhou por 3 a 1, gols de Ferrugem, Gabriel Souza e Jonathan, e chegou aos 14 pontos. Ricardinho marcou o gol de honra do time da casa, o último colocado, com apenas dois pontos em seis jogos.



Também no período da tarde, mas na Javari, o Juventus (mascote acima) não tomou conhecimento do Audax e ganhou por 2 a 0. Léo Castro, o 
artilheiro da Série A2 com cinco gols, e o estreante Mazola foram os autores dos gols, um em cada tempo.

Quem venceu a primeira na Série A2 foi a garotada do Red Bull Brasil. Em Campinas, o Toro Loko fez 1 a 0 em cima do São Caetano. Pablo foi o autor do único gol da partida. O detalhe é que a partida estava empatada quando teve pênalti para o Azulão. Mas o atacante Marlon rebolou, fez gracinha e acreditando que tem categoria, que não tem, atrasou a bola para o goleiro Jordan. Um fiasco!


Já a Portuguesa (mascote acima), que venceu apenas na primeira rodada, o XV de Piracicaba, e depois não ganhou de mais ninguém, apanhou mais uma vez. Na cidade de São Bernardo do Campo, no estádio Primeiro de Maio, foi derrotada pelo São Bernardo, do técnico Marcelo Veiga, por 2 a 0, gols de Bruno Maia (contra) e o artilheiro Marlyson.

CONFIRA OS RESULTADOS DA SEXTA RODADA:

Votuporanguense 1 (Ricardinho) x Monte Azul 3 (Ferrugem, Gabriel Souza e Jonathan)

Juventus 2 (Léo Castro e Mazola) x Audax 0 

Red Bull Brasil 1 (Pablo) x São Caetano 0

Sertãozinho 1 (Toninho) x Atibaia 1 (Ronaldo)

XV de Piracicaba 2 (Gilberto Alemão e Marcelinho) x Rio Claro 1 (Douglas)

São Bernardo 2 (Bruno Maia, contra, e Marlyson) x Portuguesa 0

Portuguesa Santista 1 (Gabriel Terra) x Penapolense 1 (Washington)

Taubaté 1 (Dogão) x São Bento 1 (Diego Tavares)


CLASSIFICAÇÃO
1º Monte Azul - 14 pontos
2º São Bernardo - 11 pontos
Portuguesa Santista - 11
Taubaté - 11
5º Juventus - 9 pontos
Sertãozinho - 9
7º São Caetano - 8 pontos
Audax - 8
XV de Piracicaba - 8
10º Rio Claro - 7 pontos
Atibaia - 7
12º São Bento - 6 pontos
Red Bull Brasil - 6
14º Penapolense - 5 pontos
15º Portuguesa - 4 pontos
16º Votuporanguense - 2 pontos 

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Para deslanchar na Série A2, São Bento aposta em retrospecto para vencer Taubaté no Joaquinzão

Em duelo entre alvianis, o São Bento encara o Taubaté (mascote acima), fora de casa, na nesta quarta-feira (12/2), às 20 horas, no Estádio Joaquim de Moraes Filho, o Joaquinzão, na cidade de Taubaté, Vale do Paraíba, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Série A2, Segunda Divisão.

Este será o 59º confronto oficial entre as duas equipes, desde 1953. O retrospecto favorece ao time sorocabano. São 26 vitórias do Bentão, contra 22 do Burro da Central, além de 10 empates. Foram marcados 140 gols (média de 2,41 gols/partida), o São Bento assinalou 71 gols, contra 69 gols do time taubateano.


Além da vantagem histórica, o São Bento (mascote acima) não perde para o Burrão há 15 anos. A última derrota foi por 2 a 0, no Joaquinzão, pela Série A2 de 2005. De lá para cá, foram quatro vitórias beneditinas em quatro jogos.


Os velhos rivais não se enfrentam há seis anos. No último encontro, com gol de Éder, aos 17 do primeiro tempo, o Bentão venceu o Taubaté por 1 a 0, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela primeira rodada do returno do Grupo 3, da primeira fase da Copa Paulista de 2014.

Cenário

Sem vencer há três rodadas, o São Bento aparece na 12ª posição, com cinco pontos, a dois do Rio Claro, que fecha o G8. Por outro lado, o Bentão tem apenas dois pontos de vantagem sobre o Red Bull Brasil, que abre a zona de rebaixamento. Já o Taubaté é o terceiro colocado, com 10 pontos, um atrás do líder Monte Azul.

Na rodada passada, o Bentão jogou mal e só empatou, em casa, com o Red Bull Brasil por 1 a 1, enquanto o Burro da Central foi derrotado, fora de casa, pelo Monte Azul por 3 a 1, de virada.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

De olho no G8 da Série A3, Capivariano tenta acabar com tabu diante do Desportivo Brasil

Com a Arena Capivari interditada, o Capivariano (mascote acima) recebe o Desportivo Brasil nesta quarta-feira (12/2), às 15 horas, no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães (casa do União Barbarense), em Santa Bárbara D’ Oeste, pela quinta rodada do Campeonato Paulista da Série A3, a Terceira Divisão. Na rodada anterior, o Leão da Sorocabana empatou com o Barretos, fora de casa, por 0 a 0, enquanto o time de Porto Feliz empatou, em casa, com o Nacional por 1 a 1.

O Capivariano é o 10º colocado, com quatro pontos, um atrás do Nacional, que fecha a zona de classificação à fase de quartas de final. Já o Dragão Chinês aparece na terceira posição, com sete pontos, cinco atrás do líder Noroeste.


Para entrar no G8, o Leão da Sorocabana quer acabar com tabu. Na história, o Capivariano jamais venceu o Desportivo Brasil como mandante. Foram quatro confrontos na cidade de Capivari, com quatro triunfos do Dragão Chinês, com direito a goleada por 5 a 1 em 2010.

No geral, Capivariano e Desportivo Brasil se enfrentaram oficialmente oito vezes, com seis vitórias dos porto-felicenses, um empate e apenas um triunfo dos leoninos.

No último encontro, com gol de Bruno Sabiá, o Capivariano venceu o Desportivo Brasil por 1 a 0, no Estádio Ernesto Rocco, em Porto Feliz, pela 13ª rodada do Série A3 do ano passado.



Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Para se manter na vice-liderança da Série A3, Batatais desafia tabu contra Olímpia


O invicto Batatais (mascote acima) recebe o Olímpia nesta quarta-feira (12/2), às 20 horas, no Estádio Oswaldo Scatena, o Scatenão, na cidade de Batatais, pela quinta rodada do Campeonato Paulista da Série A3, a Terceira Divisão. 
O Fantasma da Mogiana o rival olimpiense há 10 anos. A última vez foi por 4 a 1, gols de Abuda, João Felipe, Jackson e Perdigão (contra), no Estádio Tereza Breda, em Olímpia, pela Série A3 de 2010.

No encontro mais recente, com três gols de Thauan, o Azulão venceu o Batatais por 3 a 1, em Olímpia, pela oitava rodada da Série A3 do ano passado. Matheus descontou para o Fantasma da Mogiana.


Cenário

O Batatais é o vice-líder da Série A3, com oito pontos, a quatro do líder Noroeste. Já o Azulão aparece na 11ª posição, com quatro pontos do Nacional, que fecha o G8. Por outro lado, o Olímpia (mascote acima) tem dois pontos de vantagem sobre o Marília, que abre a zona de rebaixamento.

Na rodada passada, o Fantasma da Mogiana empatou, em casa, com o Marília por 1 a 1, enquanto o Olímpia perdeu para o EC São Bernardo, fora de casa, por 1 a 0.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)


São Caetano desafia o desesperado Red Bull Brasil, no Moisés Lucarellli, pela Série A2


Após empatar, em casa, com o Sertãozinho por 1 a 1, o São Caetano pretende retomar ao caminho das vitórias na Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista para se manter no G8. Para isso, no entanto, o Azulão precisa superar o desesperado Red Bull Brasil, que ainda não venceu e está na zona do rebaixamento, nesta quarta-feira (12/2), às 19 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela sexta rodada.

A FPFTV, pelo sistema My Cujoo, transmite o jogo através da Vity Produções. A narração será de Eduardo Moreno, com comentários de Luiz Ademar.


O São Caetano ocupa atualmente o quarto lugar na classificação geral da Série A2, com oito pontos. E o técnico Alexandre Gallo falou sobre os desafios da equipe em Campinas.

``Um jogo muito difícil, como todos estão sendo. Precisamos ter equilíbrio maior em relação a última partida. Claro que queremos sempre vencer para ter tranquilidade em termos de pontuação e estar sempre entre os oito primeiros´´, afirmou Gallo.


Retrospecto

São Caetano e Red Bull Brasil já se enfrentaram em duas oportunidades por competições oficiais. O Toro Loko leva pequena vantagem com uma vitória, enquanto o outro compromisso terminou empatado.

No empate por 1 a 1 entre as duas equipes, no Paulistão de 2018, aconteceu no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Marlon fez o gol do Azulão.

De olho no G8 da Série A2, Juventus joga para empatar retrospecto contra Audax

O Juventus recebe o Audax na tarde desta quarta-feira (12/2), às 15 horas, na Javari, na Moóca, em São Paulo, pela sexta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2, a Segunda Divisão. Este será o 19º confronto oficial entre as equipes. O retrospecto favorece ao time de Osasco, com seis vitórias, sete empates e cinco derrotas. Cada clube marcou 20 gols.

Na Javari, Juventus e Audax se enfrentaram nove vezes, com três vitórias para cada lado e três empates.

No último encontro, com gols de Dener e Portuga, o tradicional clube paulistano bateu o Audax por 2 a 0, na Javari, pela décima rodada do Grupo 4 da Copa Paulista de 2018.


Cenário

Sem vencer há quatro jogos, o Moleque Travesso está na nona posição, com seis pontos, um atrás do Rio Claro, que fecha a zona de classificação às quartas de final.

Já o Audax, da cidade de Osasco, vem de duas vitórias seguidas, está em sétimo lugar, com oito pontos, três atrás do líder Monte Azul.

Na rodada passada, o Juventus empatou, fora de casa, com o Rio Claro por 0 a 0, enquanto os Vermelhinhos venceram, em casa, o São Bernardo por 2 a 1.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Em busca da primeira vitória na Série A3, Comercial e Paulista se enfrentam pela 49ª vez


Os tradicionais Comercial e Paulista medirão forças nesta quarta-feira (12/2), às 20 horas, no Estádio Francisco de Palma Travassos, em Ribeirão Preto, pela quinta rodada do Campeonato Paulista da Série A3, a Terceira Divisão. As duas equipes ainda não venceram e entram em campo em busca da reabilitação.

Na rodada passada, o Leão perdeu, em Ribeirão Preto, para o Velo Clube, de Rio Claro, por 1 a 0, enquanto o Tricolor de Jundiaí foi derrotado, em Bauru, pelo Noroeste por 2 a 0.


O Comercial aparece na 14ª posição na tabela de classificação, com dois pontos, mesma pontuação do Marília, que abre a zona de rebaixamento. Já o Galo da Japi vem de três derrotas seguidas e segura a lanterna da competição, com apenas um ponto ganho.


Retrospecto

Ao longo dos anos, Comercial e Paulista se enfrentaram 48 vezes por competições oficiais. O retrospecto favorece ao Tricolor de Jundiaí. São 23 vitórias do Paulista, contra 17 do Leão e nove empates. O Galo assinalou 73 gols, contra do 46 do Bafo.

A maior goleada do confronto pertence ao Paulista, que venceu o Comercial por 7 a 0, no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, pela Série A2 (segunda divisão) do estadual de 2001.  

No último encontro, com gols de Guti e Cesinha, o Leão venceu o Paulista, de virada, por 2 a 1, em pleno Estádio Jayne Cintra, em Jundiaí, pela quinta rodada da segunda fase da Segundona (quarta divisão) de 2018. Cuadrado fez o gol do Galo da Japi.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Bangu, do meia Juan Felipe, desafia Oeste, em Moça Bonita, pela Copa do Brasil

Após a disputa da Taça Guanabara, o Bangu volta suas atenções agora para sua estreia na Copa do Brasil. O clube carioca recebe o Oeste, de Barueri, na Grande São Paulo, nesta quarta-feira (12/2), às 16 horas, no estádio de Moça Bonita, no Rio de Janeiro.

De acordo com o regulamento da Copa do Brasil, o confronto é único e o time mandante precisa da vitória para avançar à segunda fase. Já o clube paulista tem a vantagem do empate.

Um dos principais reforços do Bangu, o popular Alvirrubro, para a temporada, o meia Juan Felipe mostra respeito pelo Oeste (mascote abaixo), adversário paulista, que disputa o Paulistão e a Série B do Campeonato Brasileiro, mas acredita na classificação para a segunda fase da Copa do Brasil.


``O Oeste é estruturado, com bom orçamento, joga o ano todo e está na Série B. Sabemos que teremos dificuldades, mas o fato de jogarmos em casa pode ter grande influência a nosso favor. Estamos bem preparados e acredito que podemos surpreender´´, disse o meia.





Foto: Divulgação / Bangu AC - Fonte: Tática

Comercial aposta em Fahel Júnior para sair do sufoco na Série A3


O Comercial (mascote acima) está passando por processo de reformulação na comissão técnica e no elenco após quatro rodadas da Série A3 (Terceira Divisão) do Campeonato Paulista. O experiente técnico Roberval Davino não suportou a pressão da torcida e diretoria após a derrota, em Ribeirão Preto, por 1 a 0 para o Velo Clube.

Já são quatro partidas sem vitórias. Fora de casa, o Bafo perdeu por 1 a 0 para o Rio Preto, e empatou sem gols diante do Nacional. E, diante da sua torcida, no Palma Travassos, empatou por 1 a 1 com o Grêmio Osasco, além da derrota para o Velo Clube.

A péssima campanha levou o Comercial para a 14ª colocação na tabela de classificação, com apenas dois pontos e ameaçado pela zona do rebaixamento. Por tudo isso, após conversa com Roberval Davino, ele deixou o cargo.

Sem perder tempo, a diretoria do Bafo já confirmou a contratação do também experiente treinador Fahel Júnior. E anunciou a contratação do atacante Lucas Lino, ex-Portuguesa Santista e Nacional, da Capital.

A estreia de Fahel Júnior no comando do Comercial já acontece nesta quarta-feira (12/2), às 20 horas, outra vez dentro de casa, na cidade de Ribeirão Preto, diante do lanterninha Paulista, de Jundiaí.


DANÇA DOS TREINADORES


PAULISTÃO

1 ÁGUA SANTA - Fernando Marchiori foi demitido e chegou Pintado

SÉRIE A2 (SEGUNDA DIVISÃO)

1 SÃO CAETANO - Adãozinho foi demitido e chegou Gallo
2 PENAPOLENSE - Edison Só foi demitido e chegou Alberto Félix
3 VOTUPORANGUENSE - Marcelo Henrique foi demitido e chegou Júnior Rocha
4 PORTUGUESA - Moacir Júnior foi demitido e chegou Fernando Marchiori

SÉRIE A3 (TERCEIRA DIVISÃO)

1 MARÍLIA - Júlio Sérgio foi demitido e chegou Guilherme
2 PRIMAVERA: Daniel Sabino foi demitido e chegou Paulo Antônio
2 COMERCIAL - Roberval Davino foi demitido e chegou Fahel Júnior

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Pintado e jogadores do Água Santa vibram com primeira vitória no Paulistão


Depois de vencer a Ferroviária por 1 a 0, na Arena Inamar, em Diadema, no último sábado (8/2), o técnico Pintado e os jogadores do Água Santa ressaltaram a importância do primeira resultado positivo no Paulistão e já se preparam para novos desafios. E na próxima sexta-feira (14),  às 21h30, o Netuno encara o Botafogo, no Estádio Santa Cruz, na cidade de Ribeirão Preto, na abertura da sexta rodada. 


Para o atacante Dinei, que sofreu o pênalti convertido por Robinho diante do time de Araraquara, o resultado deu confiança ao grupo. No entanto, ele ressaltou que o time de Diadema deve continuar firme e forte para conquistar mais vitórias na competição.

``A vitória foi muito importante e o grupo a merecia. Estávamos precisando deste resultado positivo porque o Campeonato Paulista é muito difícil. Passamos a semana inteira trabalhando e se dedicando. Para o decorrer da competição, não podemos baixar a guarda para somar mais pontos e buscar a classificação´´, disse Dinei. 


O lateral esquerdo Abner também afirmou que o primeiro triunfo no Paulistão fez com que os atletas ficassem mais tranquilos.

``Ter vencido a Ferroviária nos colocou de volta no campeonato. Acreditamos que é possível se classificar às quartas de final´´, sonhou. 


Tanto Dinei como Abner acreditam que o jogo contra o Botafogo, fora de casa, será muito complicado.

``Um duelo difícil. Eles também estão pressionados atrás do primeiro resultado positivo no campeonato. Temos que estar muito concentrados na partida. Assim, conseguiremos fazer excelente jogo e, consequentemente, conquistar a vitória´´, avaliou Abner. 


Dinei salientou que, independentemente da situação do adversário, enfrentar o Botafogo, em Ribeirão Preto, é sempre tarefa árdua.

``É campeonato bastante disputado, mas estaremos preparados para fazer grande jogo. Vamos trabalhar durante a semana e entrar focados no duelo´´, analisou o atacante. 


O atleta, inclusive, retornou contra a Ferroviária após sofrer contratura na coxa e desfalcar o Água Santa diante do Ituano. Em seu retorno, além de sofrer o pênalti, Dinei também teve uma chance cara a cara com Saulo, mas o goleiro realizou a defesa.

``Tive a infelicidade de chutar no meio do gol. Quis finalizar no canto. Mas também fico feliz por ter voltado e sofrido o pênalti que nos deu a vitória. Escapei bem do marcador e ele me segurou. Agora é manter a mesma pegada contra o Botafogo´´, concluiu.



Fonte: assessoria de imprensa do Água Santa

Jean Dias vive fase de artilheiro no São Caetano


Na vitoriosa campanha da Copa Paulista em 2019, Jean Dias foi o segundo principal goleador do São Caetano na competição. Agora não está sendo diferente e o atleta de 29 anos lidera entre os artilheiros na Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista, com três gols.


Autor do gol de empate diante do Sertãozinho, Jean Dias falou sobre a fase de artilheiro com a camisa do Azulão.
``Quando surgiu a oportunidade os gols começaram a sair  na Copa Paulista. Graças a Deus continuo fazendo gols e ajudando a equipe. Isso é o principal. Tudo é feito para que o clube possa vencer´´, explicou.

Jean Dias tem oito gols marcados em 28 partidas pelo São Caetano. Só nesta temporada, o atacante tem média de 0,6 gols por jogo.

O empate (1 a 1), no Anacleto Campanella, contra o Sertãozinho, não era o resultado desejado pelo São Caetano. Mas existe sempre o lado positivo, como explica o artilheiro Jean Dias.

``O importante nesta competição é somar pontos. O empate dentro de casa não era o que a gente queria. Mas não deixamos de lutar em nenhum momento. Parabenizo a equipe pela entrega. A gente procurou a todo tempo fazer o gol, aquilo que o treinador passou. No primeiro tempo não encaixamos direito, mas no segundo melhoramos. Acabamos tomando o gol, mas tivemos poder de reação para empatar´´, concluiu.

Em quarto lugar na classificação geral da Série A2, com oito pontos, o São Caetano volta a campo na quarta-feira (12) para encarar o Red Bull Brasil, às 15 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Roger Bernardo vibra com vitória gigante da Inter de Limeira em cima do Corinthians


Depois de início instável, a Inter de Limeira vem mostrando que pode ser uma das grandes surpresas do Campeonato Paulista. No último domingo (9/2), em Itaquera, a equipe comandada pelo técnico Elano venceu o Corinthians por 1 a 0, assumindo a liderança do grupo C com 9 pontos.


``Conseguimos resultado gigante. Vencer o Corinthians na casa deles é missão bastante difícil para qualquer time do país. A Inter estava confiante e fizemos partida muito inteligente. O Elano traçou estratégia interessante e conseguimos surpreender´´, avaliou Roger Bernardo.

Com três vitórias e duas derrotas, a Inter de Limeira quer continuar numa sequência positiva para ficar com uma das vagas na próxima fase.

``Sabemos a dificuldade que é o Paulistão. O nosso time vem se acertando ao longo da competição e os resultados começaram a aparecer. Espero que a gente continue crescendo para alcançar nossos objetivos na temporada´´, revelou o jogador.


Um dos jogadores mais experientes do elenco, Roger Bernardo segue com os pés no chão, mas acredita no potencial da equipe.

``Temos mescla interessante no elenco. Estamos pensando jogo a jogo e o grupo vem assimilando bem as orientações da comissão técnica. Vamos continuar trabalhando forte durante a semana para que os resultados continuem aparecendo dentro de campo´´, finalizou.


A Inter de Limeira volta a campo na sexta-feira (14), às 19h15, contra o Santo André, equipe de melhor campanha até o momento, no estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira.





Fonte: AV

domingo, 9 de fevereiro de 2020

Monte Azul assume a liderança isolada na Segunda Divisão (Série A2) do Paulista

O Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A2) tem novo líder isolado. Quem assumiu a ponta na tabela de classificação foi o Monte Azul, do técnico Luciano Dias, que atuando neste domingo (9/2) pela manhã, ao lado da sua torcida, na cidade de Monte Azul Paulista, ganhou, de virada, do Taubaté por 3 a 1.

O artilheiro Rodriguinho, em cobrança de pênalti, abriu o placar para o Taubaté, aos 40 minutos do primeiro tempo. Já na etapa final o Monte Azul passeou em campo e fez três gols, dois com Jhonatan, aos 12 e 17, e Isaac completou a vitória aos 42 minutos.

Com o expressivo resultado, o invicto Monte Azul chegou aos 11 pontos. Já o Taubaté tem os mesmos 10 pontos da vice-líder Portuguesa Santista, mas perde nos critérios de desempate e está na terceira colocação.

Quatro partidas terminaram empatadas na quinta rodada da Série A2. Quem venceu a primeira em casa foi o Audax, que quebrou a invencibilidade do São Bernardo vencendo por 2 a 1.

Já a primeira vitória do XV de Piracicaba na Série A2 foi fora de casa, na cidade de Americana, onde o Atibaia manda os seus jogos, ganhando por 1 a 0. O único gol da partida aconteceu no final do segundo tempo, com Erison, aos 42 minutos.

Quinta rodada da Série A2

Portuguesa 0 x Portuguesa Santista 1 (Juazeiro)

Atibaia 0 x XV de Piracicaba 1 (Erison)

Penapolense 0 x 0 Votuporanguense

São Caetano 1 (Jean Dias) x Sertãozinho 1 (João Gabriel)

Audax 2 (Jeffinho e Cajuru) x São Bernardo 1 (Marlyson)

São Bento 1 (Jheimy) x Red Bull Brasil 1 (Iago Teles)

Rio Claro 0 x 0 Juventus

Monte Azul 3 (Jhonatan 2 e Isaac) x Taubaté 1 (Rodriguinho)

CLASSIFICAÇÃO

1º Monte Azul - 11 pontos
2º Portuguesa Santista - 10 pontos
Taubaté - 10
4º São Caetano - 8 pontos
São Bernardo - 8
Sertãozinho - 8
Audax - 8
8º Rio Claro - 7 pontos
9º Juventus - 6 pontos
Atibaia - 6
11º XV de Piracicaba - 5 pontos
São Bento - 5
13º Portuguesa - 4 pontos
Penapolense - 4
15º Red Bull Brasil - 3 pontos

16º Votuporanguense - 2 pontos

Noroeste segue arrasador na liderança isolada da Série A3 (Terceira Divisão) do Paulista

O Noroeste (mascote ao lado), comandado pelo técnico Luiz Carlos Martins, segue arrasador na Série A3 (Terceira Divisão) do Campeonato Paulista. Não é à toa que a equipe da cidade de Bauru tem 100% de aproveitamento, com quatro vitórias em quatro jogos em 2020. E com esse desempenho já disparou na liderança isolada da competição.


No sábado (8/2), atuando no estádio Alfredo de Castilho, na cidade de Bauru, com o apoio da torcida, o Noroeste não teve a menor dificuldade para superar o lanterninha Paulista, de Jundiaí, por 2 a 0. Os gols foram marcados no primeiro tempo por Guilherme Teixeira e Yamada.

O vice-líder segue sendo o Batatais (mascote ao lado), com oito pontos. Mas, atuando dentro de casa, a equipe ficou no empate por 1 a 1 com o Marília, que estreou o técnico Guilherme e mesmo somando o ponto fora de casa segue na zona do rebaixamento.


O melhor desempenho na quarta rodada da Série A3 foi o do Rio Preto (mascote ao lado), do técnico Regis Angeli. Mesmo atuando na cidade de Indaiatuba, o popular Jacaré aplicou 3 a 0 em cima do Primavera. Os gols foram marcados por  Gabriel Barcos e Iago Martins (2).


Neste domingo (9), a diretoria do Primavera anunciou a demissão do técnico Daniel Sabino. E já anunciou o nome do substituto: Paulo Antônio.


Já o Comercial perdeu o técnico Roberval Davino. O motivo? Nova derrota, agora em Ribeirão Preto, por 1 a 0 para o Velo Clube.
 

Quarta Rodada - Série A3 do Paulista

Linense 2 (Felipe e João Carlos) x Grêmio Osasco 1 (Bruno Felipe)

Barretos 0 x 0 Capivariano

EC São Bernardo 1 (Wilson) x Olímpia 0

Primavera 0 x Rio Preto 3 (Gabriel Barcos e Iago Martins 2)

Desportivo Brasil 1 (Caio César) x Nacional 1 (Gabriel)

Noroeste 2 (Guilherme Teixeira e Yamada) x Paulista 0

Comercial 0 x Velo Clube 1 (Anderson Brito)

Batatais 1 (Robinho) x Marília 1 (Rafael Amoroso)

CLASSIFICAÇÃO

1º Noroeste - 12 pontos
2º Batatais - 8 pontos
3º Desportivo Brasil - 7 pontos
EC São Bernardo - 7
Linense - 7
Velo Clube - 7
7º Rio Preto - 6 pontos
Nacional - 6
9º Barretos - 5 pontos
10º Capivariano - 4 pontos
Olímpia - 4
Primavera - 4
13º Grêmio Osasco - 3 pontos
14º Comercial - 2 pontos
Marília - 2
16º Paulista - 1 ponto

DANÇA DOS TREINADORES

PAULISTÃO

1 ÁGUA SANTA - Fernando Marchiori foi demitido e chegou Pintado

SÉRIE A2 (SEGUNDA DIVISÃO)

1 SÃO CAETANO - Adãozinho foi demitido e chegou Gallo
2 PENAPOLENSE - Edison Só foi demitido e chegou Alberto Félix
3 VOTUPORANGUENSE - Marcelo Henrique foi demitido e chegou Júnior Rocha
4 PORTUGUESA - Moacir Júnior foi demitido e chegou Fernando Marchiori

SÉRIE A3 (TERCEIRA DIVISÃO)


1 MARÍLIA - Júlio Sérgio foi demitido e chegou Guilherme
2 PRIMAVERA: Daniel Sabino foi demitido e chegou Paulo Antônio
2 COMERCIAL - Roberval Davino foi demitido