sábado, 14 de setembro de 2019

Marcelo Vilar analisa atuação do São Caetano no empate diante do Rio Claro

Após empate em 0 a 0 com o Rio Claro, em casa, na sexta-feira à noite (13/9), o São Caetano somou o seu oitavo ponto na segunda fase da Copa Paulista e segue firme na liderança isolada do Grupo 8, muito próximo da classificação às quartas de final. Mesmo sem conseguir vencer o rival mais uma vez, o técnico Marcelo Vilar avaliou o desempenho do Azulão diante de sua torcida.

``Não é o que queríamos. Buscamos a vitória e infelizmente ela não veio. Mas precisamos avaliar os pontos positivos, principalmente quando o São Caetano esteve muito bem no segundo tempo. Tomou conta do jogo e criou oportunidades. Mas não era o dia de vencer. No primeiro tempo o time esteve ansioso, mas no segundo isso foi corrigido. Tanto que estivemos próximos daquilo que desejamos´´, afirmou.



Já sobre a atuação do São Caetano na etapa final, Marcelo Vilar fez questão de elogiar o desempenho dos jogadores que vieram do banco de reservas: Anderson Rosa e Clayton.


``Eles foram os responsáveis pela maior qualidade de jogo no segundo tempo. Quando nos aproximamos de marcar o gol.  São dois jogadores que conheço, de boa qualidade. Acredito que eles ainda podem ajudar muito o São Caetano nesta caminhada´´, disse Vilar. 

O São Caetano volta a campo pela Copa Paulista para enfrentar o Linense, em Lins, na próxima quarta-feira (18). O empate garante a classificação do clube do ABC.

No outro jogo do Grupo 8, na cidade de Porto Feliz, Desportivo Brasil e Linense ficaram no empate por 1 a 1.

Faltando duas rodadas para encerrar as oitavas de final, a classificação do Grupo 8 está da seguinte maneira:

GRUPO 8

1º São Caetano - 8 pontos
2º Linense - 5 pontos
Rio Claro - 5
4º Desportivo Brasil - 2 pontos




Foto: Fabrício Cortinove / AD São Caetano

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Mirassol encara Nacional de olho na classificação antecipada às quartas de final da Copa Paulista

Na manhã desta sexta-feira (13/9) o elenco do Mirassol fez seu penúltimo treino antes da partida de domingo (15), em casa, diante do Nacional. O confronto que pode dar a classificação antecipada para a terceira fase da Copa Paulista 2019, em caso de vitória do time de Ricardo Catalá, acontece às 10 horas, no estádio José Maria de Campos Maia.

Com três vitórias nas três primeiras rodadas da segunda fase da Copa Paulista, o Leão é o líder do seu grupo com nove pontos. Já o Nacional tem apenas um ponto e amarga a lanterna. Mesmo com a boa fase do Mirassol e a vantagem de jogar em casa, o técnico Ricardo Catalá espera um jogo muito duro.

``Acredito que será um jogo muito difícil, o time deles tem suas qualidades, é muito forte fisicamente. Além disso, eles vão vir para tentar a sua última cartada na competição, precisam da vitória para continuar na briga pela vaga à próxima fase e nós precisamos vencer para garantir matematicamente a classificação. Quem for ao Maião tenho certeza que verá belo jogo´´, afirmou o treinador.

Lembrando que os ingressos para a partida entre Mirassol e Nacional, domingo, às 10 horas, no Maião, custam apenas R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 a meia-entrada. A venda começará a ser feita às 8h30 no domingo, nas bilheterias do Maião.

Ponte Preta perde em casa e Gilson Kleina lamenta inúmeros problemas no elenco


Problemas não faltam na Ponte Preta no dia seguinte a derrota para o Vila Nova-GO, um dos rabeiras da Série B do Brasileira, na última quinta-feira (12/9), em pleno estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, por 1 a 0, em pênalti polêmico marcado para o time goiano. São lesões, jogadores negociados, reforços que não fora inscritos e, principalmente, a distância cada vez maior para o G4.


``Deixamos mais uma vez de somar pontos valiosos: precisamos evoluir e ajustar´´ disse o técnico Gilson Kleina, 
que fez seu terceiro jogo no comando da Macaca em seu retorno ao clube. ``Precisamos buscar a vitória contra o Operário-PR, fora de casa, na próxima rodada´´, emenda.

Kleina analisou a partida em cima de realidade que vivenciou nos últimos dias de treinamentos no Moisés Lucarelli. 

``A equipe fez 20 minutos contundentes, Criou jogadas e trabalhou pelos lados do campo. Depois perdemos o Marquinhos por lesão e o  Ivan fez dois milagres. No segundo tempo, eles abaixaram linha de defesa e tivemos muita dificuldade, não fomos efetivos. Tivemos um erro com dois marcando o atacante e houve falta fora da área em que o juiz deu pênalti. Tomamos gol de bola parada e ficamos vulneráveis´´, analisa.


O treinador destaca situações adversas durante a semana e que elas explicam parte do ocorrido, mas não são justificativas para a derrota.

``Perdemos três jogadores – Tiago Real e Matheus que saíram e Camilo, suspenso. Lucas Mineiro não pode estrear, Roger foi para o sacrifício jogando com fratura na face, Arnaldo levou pancadas no início, Marquinhos se lesionou e teve que ser tirado, duas das nossas substituições foram por lesão. Foram várias situações numa vez só, mas precisamos melhorar´´, admite, emendando.


``Deixamos de ganhar pontos importantes, mas se queremos nosso objetivo de acesso temos que ir buscar fora. Alertei aos atletas que se não tivermos organização e paciência, tomaremos revés como tomamos. A equipe do Vila veio por uma bola e nós propiciamos isso. Vamos ter que trabalhar bastante para ajudar e melhorar a situação´´, ressalta

Kleina finaliza dizendo que o time, além de empenho, terá de ter tranquilidade e concentração na segunda-feira, fora de casa.

``Nesta seqüência vamos ter que ir bem no Paraná. Não podemos ter nervosismo, tem que ter concentração e calma, Temos 90 minutos para fazer gols. E sem situações de erro como a em que tomamos o gol. Não acredito que foi pênalti, mas não podia o adversário correr no meio de dois jogadores nossos. Um tinha que parar na frente ao menos e bloquear a jogada´´, conclui.




Felipe Mattioni destaca boa fase do Coritiba e aposta na vitória sobre Londrina em clássico regional na Série B


O Coritiba segue lutando para permanecer dentro do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O objetivo é retornar à Primeira Divisão em 2020 e correr atrás do título. Tanto que o lateral-direito Felipe Mattioni falou sobre a importância do grupo manter esse ritmo forte no encerramento do turno, já pensando em campanha até melhor no returno.

``Estamos juntos em ritmo forte. A equipe tem evoluído bastante e melhorado seu rendimento em campo da Série B. Sofremos alguns tropeços, que nos dá margem para evoluir. Vamos passo a passo, jogo a jogo. A tendência é crescermos de produção para continuarmos firmes no G4´´, projetou.

Para o jogador, a meta do Coxa é vencer o Londrina no clássico regional neste sábado, fora de casa, e terminar o turno da Série B no G4.

``O Londrina tem equipe perigosa e é clássico regional. Temos que ter o máximo de atenção para vencermos fora de casa. Seria muito importante conquistar os três pontos, encerrando o turno da Série B na zona de acesso´´, afirmou.



Foto: Divulgação / Coritiba

Marcelo Boeck avisa que Fortaleza está pronto para embalar no Brasileirão


O Fortaleza segue lutando para evoluir e melhorar seu rendimento em campo no Campeonato Brasileiro. A meta é somar o maior número de pontos possíveis e seguir lutando por vaga na Copa Sul-Americana de 2020. Focado neste objetivo, o goleiro Marcelo Boeck, ídolo tricolor e um dos líderes do elenco cearense, destacou o empenho do grupo.


``Nosso elenco vem batalhando para crescer de produção na Série A. Temos que manter ritmo forte agora para melhorarmos nosso desempenho e ganharmos confiança na sequência da temporada. O grupo tem se empenhado bastante para fazer grande segundo semestre´´, disse o goleiro. 

Para o goleiro do Fortaleza, a primeira meta, que era ficar longe da zona do rebaixamento, vem sendo alcançada. O desafio agora é permanece entre os 12 primeiros colocados. Vale lembra que da sétima a 12ª colocação garantem vagas na Copa Sul-Americana.

``Precisamos fazer boa sequência de jogos para crescermos na tabela de classificação. O elenco tem se dedicado para isso. É importante seguir distante do Z4 para projetarmos algo maior lá na frente´´, analisou Marcelo Boeck.

O Fortaleza volta a campo neste domingo (15/9) para disputar o clássico nordestino contra o Bahia, na Arena da Fonte Nova, em Salvador. A partida começará 16 horas.




Foto: Divulgação / Fortaleza

Muriel pede foco para Fluminense vencer o Corinthians e sair da zona do rebaixamento


Precisando voltar a vencer para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Fluminense enfrenta o Corinthians, neste domingo (14/9), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela última rodada do primeiro turno. E um dos trunfos para conseguir os três pontos é Muriel. O goleiro chegou ao time carioca há pouco tempo e, rapidamente, chamou a atenção por conta de suas boas atuações.


Apesar do momento complicado do Tricolor das Laranjeiras, o arqueiro não sentiu a pressão, realizou grandes partidas e já é apontado como um dos principais destaques da equipe, como comprovam os números.

Segundo análise do site de estatísticas Footstats, o camisa 27 apresenta média de 1,9 defesas difíceis por jogo e lidera o ranking do torneio (dentre os goleiros com, pelo menos, duas partidas), superando grandes nomes, como Cássio (Corinthians) e Diego Alves (Flamengo).


Muriel chegou ao Fluminense durante a pausa para a Copa América após duas excelentes temporadas pelo Belenenses, de Portugal. Desde então, foi titular em sete jogos do clube carioca no Brasileiro e fez 13 defesas difíceis, além de outras 20 consideradas não tão complicadas.

``É bacana conseguir ajudar o time, mas o que mais importa mesmo são os três pontos. Eu trocaria todas as minhas defesas pelas vitórias. Nosso time tem jogado bem, com bom volume de jogo, mas estamos pecando em algumas situações e num campeonato equilibrado como o Brasileiro esses detalhes são cruciais. Sabemos o que precisamos evoluir e estamos trabalhando com muito empenho´´, afirmou o goleiro, que também falou sobre o confronto de domingo.

``Recentemente, enfrentamos o Corinthians na Sul-Americana e foram dois jogos bem equilibrados. A equipe deles é muito bem montada e sabemos que será mais um duelo extremamente complicado. Temos que entrar com muito foco do primeiro ao último minuto para conseguir a vitória e, quem sabe, sair da zona do rebaixamento´´, finalizou.

O confronto com o Corinthians será o 12º de Muriel com a camisa do Flu. Entre Brasileiro e Copa Sul-Americana, o goleiro fez 50 defesas, sendo 21 delas consideradas difíceis, o que representa uma média de 1,9 por partida.




Foto: Lucas Merçon / Fluminense - Fonte: Triple

Zagueiro Diego Jussani ressalta importância da vitória do Vila Nova sobre a Ponte Preta em Campinas


A vitória de quinta-feira (12/9) do Vila Nova-GO por 1 a 0 sobre a Ponte Preta foi bastante comemorada pelo zagueiro Diego Jussani. O confronto realizado no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, deu sequência à 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.


``Entramos em campo pressionados pela presença na zona de rebaixamento. Mas desde que saímos de Goiânia senti o grupo focado e confiante. Fizemos partida muito boa e, mesmo enfrentando adversário muito difícil, e fora de casa, conquistamos vitória de grande importância, que dá novo ânimo para a sequência do campeonato´´, disse o defensor.

O Vila Nova volta a campo pela Série B na próxima terça-feira (17), quando enfrenta outro clube paulista, o Botafogo, de Ribeirão Preto. O jogo será realizado às 19h15, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.




Foto: Divulgação / BL Sports - Tática Assessoria

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Bruno Aguiar lamenta derrota do Brasil e planeja recuperação na Série B


Na abertura da 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Brasil, de Pelotas, desperdiçou grande oportunidade para encostar no G4 e entrar firme na luta pelo cobiçado acesso ao Brasileirão 2020. Jogando em Maceió, no estádio Rei Pelé, o Xavante perdeu para o CRB por 3 a 1 e agora ocupa provisoriamente a 12ª colocação, com 28 pontos.

Titular e capitão do Brasil de Pelotas, o zagueiro Bruno Aguiar, ex-Santos, Goiás e Sport, destacou a importância da equipe manter a intensidade nos próximos jogos da Série B para voltar a sonhar com a parte de cima da tabela de classificação.


``Nosso elenco vem lutando muito para fazer boa sequência. Estamos buscando nos superar no dia a dia e trabalhar muito para crescermos de produção. Apesar da derrota, vamos continuar trabalhando alcança nossos objetivos na competição´´, disse o capitão.

Segundo Bruno Aguiar, a Série B deste ano está muito equilibrada e o perde e ganha entre as equipes continuará acontecendo nas próximas rodadas.

“A Série B está muito equilibrada este ano. Tudo pode acontecer. Nossa equipe tem batalhado para crescer de produção e melhorar sua posição na tabela. Vamos manter isso´´, afirmou o zagueiro do Xavante.




Foto: Divulgação / Brasil de Pelotas

Em busca da classificação às quartas de final da Copa Paulista, São Caetano parte para cima do Rio Claro

Após o empate  com o Rio Claro por 1 a 1, fora de casa, na terceira e última rodada do turno das oitavas de final da Copa Paulista, o São Caetano abre o returno novamente diante do Galo Azul. Mas agora o duelo será no estádio Anacleto Campanella, na cidade de São Caetano do Sul, nesta sexta-feira (13/9), às 20 horas.

Líder do Grupo 8, com sete pontos conquistados, o Azulão mira outro resultado positivo, que dependendo da combinação de resultados pode até garantir a classificação antecipada para as quartas de final da Copa Paulista.

``Passei para os jogadores que esses dois jogos poderíamos encarar como mata-mata. A nossa colocação na tabela nos daria condições de classificar com um empate fora e vitória em casa. Agora já conhecemos o adversário e no Anacleto Campanella somos fortes. Vamos procurar de todas as maneiras a vitória´´, afirmou o técnico Marcelo Vilar.

Retrospecto

Equilíbrio é a marca principal do confronto entre São Caetano e Rio Claro por competições oficiais. Cada equipe tem quatro vitórias, além de quatro empates.

No último encontro entre eles, na casa do São Caetano, nova igualdade no placar. O empate foi sem gols, pela segunda fase da Copa Paulista do ano passado.


Xandão elogia o crescimento de produção do Bahia no Brasileirão e já pensa no Fortaleza


O Bahia segue fazendo ótima participação no Campeonato Brasileiro e o grande objetivo segue sendo a entrada no G6, em busca da cobiçada vaga na Libertadores de 2020. O bom futebol da equipe comandada pelo técnico Roger vem agradando a todos e a ideia do elenco é crescer ainda mais de rendimento nas próximas partidas.
``Nosso elenco vem batalhando muito para fazer bom segundo semestre e manter essa intensidade nas próximas rodadas do Brasileiro. Estamos no caminho certo! Todos estão se dedicando ao máximo para que esses próximos meses sejam de grandes resultados para nosso torcedor´´, disse o zagueiro Xandão.

O próximo desafio do Bahia será o Fortaleza, no clássico nordestino que acontecerá na Fonte Nova, em Salvador. E mesmo sabendo que o jogo será muito complicado, Xandão aposta na boa fase da equipe para somar mais três pontos.


``O Fortaleza é grande e trata-se de clássico do Nordeste. Vamos procurar ter o máximo de atenção para sairmos com grande resultado diante do nosso torcedor. Temos que ter um ritmo forte desde o início para superar nosso adversário´´, afirmou.



Foto: 
Felipe Oliveira / EC Bahia

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Após vencer Chapecoense, Jean Cléber cobra mesma postura do CSA diante do São Paulo


O CSA bateu a Chapecoense no último domingo, por 2 a 0, em casa, pela Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado, diante de equipe que também briga para fugir da zona do rebaixamento, ajudou o grupo a ganhar motivação para as próximas rodadas. Quem garante é o volante Jean Cléber.


``Esse resultado diante da Chapecoense foi muito importante, principalmente por ter sido diante de adversário direto na briga para fugir do Z4. Tenho certeza que ganharemos motivação e confiança para os próximos jogos. Agora é manter ritmo forte para crescermos de produção no campeonato ´´, disse o jogador.

De acordo com Jean Cléber, a meta do Azulão é fazer grande jogo diante do São Paulo, neste domingo (15/9), no Morumbi.

``O São Paulo é grande adversário, de alto nível, e merece nossa atenção. Vamos lutar muito para fazer jogo perfeito, sem erros, para sairmos do Morumbi com grande resultado. Essa é a meta de todos no CSA´´, avisou.



Foto: Divulgação / CSA

Polivalente Emerson Santos não escolhe posição no São Caetano

Contratado para a disputa da Série D do Brasileiro em 2019, Emerson Santos já atuou em diversas posições pelo São Caetano desde então. Nos últimos meses, por exemplo, jogou de volante, meia e até mesmo centroavante. Polivalência que desenvolveu na base do Grêmio (RS).

E a fama de quebra galho começou com incentivo do treinador Andrey Lopes, ex-integrante da comissão técnica de Dunga na Seleção Brasileira e hoje auxiliar no Palmeiras.


``Desde cedo na categoria de base eu tive um treinador que me ajudou muito a fazer outras funções. Ele (Andrey) me disse que eu só tinha a ganhar com isso. Escutei o seu conselho e hoje tenho apenas a acrescentar quando o técnico Marcelo Vilar precisa de algo´´, explicou.

Com essa capacidade de atuar em diferentes posições, Emerson Santos foi titular nas três últimas partidas. Além disso, soma 14 exibições pelo Azulão e dois gols na temporada.

Faltando três rodadas para o término da segunda fase da Copa Paulista, o São Caetano tenta agora garantir classificação às quartas de final o mais rápido possível.

``Lutamos muito para conseguir a liderança. Faltando três partidas para o término da segunda fase, vamos batalhar até o final em busca dos resultados´´, disse Emerson Santos, antes de projetar o duelo diante do Rio Claro, o popular Galo Azul. ``Vai ser bom jogo. Vamos oferecer o nosso melhor. Em casa temos identidade de muita entrega e vamos nos dedicar pelos três pontos´´, concluiu.

São Caetano e Rio Claro se enfrentam nesta sexta-feira (13/9), às 20 horas, no estádio Anacleto Campanella, às 20 horas.




Foto: Fabrício Cortinove / AD São Caetano

Jonathan valoriza seu momento no Atlético-GO e mira duelo dos líderes da Série B


Vice-líder da Série B do Brasileiro com 37 pontos, o Atlético-GO vive  ótimo momento na temporada 2019. No último domingo, por exemplo, o Dragão superou o Coritiba, em pleno o estádio Couto Pereira, por 2 a 1 e deu mais um passo importante rumo ao acesso à Série A.


Um dos principais destaques do clube goiano nesta temporada é o lateral-direito Jonathan. Os números são aliados para comprovar a importância do jogador. Das 21 partidas do Atlético-GO na competição, ele esteve presente em 13, com 71% de aproveitamento, desempenho melhor, por exemplo, que o líder Bragantino, que tem 65%. Já nos oito jogos que ele não esteve em campo, o aproveitamento caiu para 37%.

Outra estatística que deixa Jonathan bastante entusiasmado é seu histórico recente pelo Atlético-GO. Nos últimos 15 jogos dele pelo Dragão, o lateral-direito sofreu apenas uma derrota. De resto, foram 10 vitórias e quatro empates.

``São números expressivos e que servem para comprovar a felicidade que vivo pelo meu momento no Atlético-GO. Além dos resultados, temos sofrido poucos gols e para mim, como defensor, isso também é muito importante. Espero manter essa boa fase e ajudar no grande objetivo do clube em 2019 que é conquistar o acesso à Série A´´, disse o camisa 2.


Desde 2016 vestindo a camisa do Atlético-GO, Jonathan está próximo de atingir uma marca importante. Ele tem 89 partidas pelo Dragão e como é titular absoluto do técnico Wagner Lopes tem tudo para chegar aos 100 jogos pelo clube goiano ainda em 2019.

Por sinal, nesse ano, o lateral também deve bater o recorde de jogos numa temporada. Ele já soma 30 partidas no ano.

``Tem sido um ano muito positivo para a minha carreira. Venho tendo sequência de jogos, poucas lesões e bons resultados dentro de campo. Isso me deixa muito feliz. Espero chegar o quanto antes ao 100º jogo no Atlético-GO, que é algo que poucos conseguem. Venho colhendo frutos do esforço do meu trabalho diário e espero cada vez mais escrever história bonita com a camisa atleticana´´, admitiu o lateral de 27 anos.


A partida de número 90 de Jonathan pelo Atlético-GO tem tudo para ser especial. Afinal colocará frente a frente, na sexta-feira (13/9), líder e vice-líder da Série B. O duelo será às 21h30, no estádio Antônio Accioly.

``Equilíbrio contra o Bragantino. Acho que é esse o segredo que precisamos ter diante do líder da Série B. Eles têm equipe que joga da mesma maneira dentro e fora de casa. É time bastante qualificado, que gosta de ficar com a bola. Estamos nos preparando bem. Nosso time está muito motivado e confiante, principalmente após a grande vitória que tivemos diante do Coritiba. Teremos agora mais esse confronto direto. Será uma batalha e faremos de tudo para sairmos com mais um resultado positivo´´, finalizou.






Foto: Paulo Marcos/Atlético Goianiense  - Fonte: AV

Para sair do Z4 da Série B, São Bento aposta em tabu para vencer o Botafogo em Ribeirão Preto


Em duelo paulista, o São Bento enfrenta o Botafogo nesta sexta-feira (13/9), às 19h15, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a segunda divisão.

Sem vencer há três rodadas - duas derrotas e um empate, o Azulão sorocabano aparece na 19ª posição da tabela de classificação, com 20 pontos, três atrás do Oeste, primeiro fora da zona de rebaixamento.

Já o Pantera da Mogiana, que não vence há quatro jogos - duas derrotas e dois empates seguidos, está em 10º lugar, com 29 pontos, cinco atrás do Coritiba, que fecha o G4.

Na rodada passada, São Bento e Botafogo jogaram em casa. O Bentão empatou com o Figueirense por 0 a 0, em Sorocaba, enquanto o Pantera empatou com  o América Mineiro por 0 a 0, em Ribeirão Preto.

Retrospecto

Este será o 98º confronto entre as duas agremiações. Rivais desde 1954, eles se enfrentaram 97 vezes, com pequena vantagem botafoguense no retrospecto. São 36 vitórias do Tricolor, contra 35 do Bentão e mais 26 empates.

Tabu

Como visitante, o São Bento não perde para o Botafogo há 29 anos. A última derrota para o Pantera em Ribeirão Preto, foi por 2 a 1, pelo Paulistão de 1990. De lá para cá, o Bentão visitou o Tricolor mais quatro vezes, com duas vitórias e dois empates.

No primeiro turno da competição atual, com gol de Henan, aos 36 do segundo tempo, o Botafogo venceu o Bentão por 1 a 0, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, jogo da terceira rodada.



Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Anderson Luís comemora fim das lesões e foca na classificação do São Caetano na Copa Paulista


Machucado no início da temporada, Anderson Luís não conseguiu entrar em campo pelo São Caetano no Campeonato Paulista, quando a equipe acabou sendo rebaixada para a Segunda Divisão (Série A2). Mas gora totalmente recuperado, o lateral-direito é presença frequente no time comandado pelo técnico Marcelo Vilar na Copa Paulista.


Com a lesão do titular de Alex Reinaldo, que se machucou na partida cotra o Linense, o ala falou sobre a felicidade de atuar novamente em alto nível, como aconteceu diante do Rio Claro.

``É muito importante jogar de novo. No início do ano não tive oportunidade de atuar por conta da lesão (de cartilagem no joelho). Mas graças a Deus estou tendo sequência agora e feliz por ajudar os meus companheiros. Quero manter isso´´, afirmou Anderson Luís.


Ao término das três primeiras rodadas da segunda fase da Copa Paulista, o São Caetano lidera o Grupo 8, com sete pontos. E está muito próximo da classificação às quartas de final.

``Queremos, pelo menos, manter o que está sendo feito.  O momento é bom, fizemos boas apresentações. Mas é preciso melhorar muita coisa também. Com a ajuda da comissão técnica estamos conseguindo a cada jogo a evoluir´´, explicou Luís.

O São Caetano volta a campo nesta sexta-feira (13/9) para enfrentar o Rio Claro, às 20 horas, agora no estádio Anacleto Campanella. Diante deste desafio, o foco é total para conseguir novo resultado positivo.

``Vamos buscar a vitória. Claro que respeitamos o adversário. Mas jogando em casa precisamos vencer´´, concluiu o lateral-direito.



Foto: Fabrício Cortinove / AD São Caetano

Tiago Real assina com Al-Muharraq, do Bahrein, e se despede da Ponte Preta


Foram quase dois anos e 57 jogos, mas na última semana a história entre Tiago Real e Ponte Preta terminou, pelo menos momentaneamente. Aos 30 anos, o meio-campo aceitou o desafio de defender o Al-Muharraq, do Bahrein, até junho do ano que vem.


Apesar de ter no currículo passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, esta será a primeira experiência de Tiago Real fora do país.

``Eu sempre tive essa vontade, mas por algum motivo ou outro esse momento acabava não se concretizando. Dessa vez tudo caminhou bem e acabei aceitando esse convite. Acredito que será experiência interessante e muito válida na minha carreira´´, revelou.


Terceiro clube que mais atuou na carreira, atrás de Bahia e Joinville, a Ponte Preta possui espaço especial no coração de Tiago Real.

``No último dia 6 o meu ciclo na Macaca querida foi encerrado! Agradeço ao clube, que guardarei no coração, por entender meu momento de vida. Foram momentos incríveis, mágicos e de muita dificuldade! Fiz diversos amigos no clube e na cidade. Cresci como pessoa, atleta e como papai, pois meu filho nasceu na cidade. Nosso Enrico passou por maus bocados nos primeiros meses de vida, mas Deus me deu a certeza que era para estarmos ali, justamente para ele ser tão bem atendido por pessoas maravilhosas e competentes que cruzaram nosso caminho. Hoje estou indo para novo desafio, novo ciclo. Algo que pedia em minhas orações, enfim, muito obrigado a todos que de alguma forma contribuíram com minha vida e da minha família. Amigos, funcionários do clube, minha sócia, treinadores, comissões técnicas, familiares, empresários, todos. O sentimento é de gratidão´´, disse.


A assinatura de contrato ocorreu nesta terça-feira (10/9) e a apresentação oficial deverá ser realizada nos próximos dias.




Foto: Divulgação / Ponte Preta

Nilso Moreira, que em 2012 levou o Penapolense ao Paulistão, retorna ao cargo de presidente


Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (10/9), no Teatro Municipal de Penápolis, foi confirmado o nome do médico Nilso Moreira para a presidência do Clube Atlético Penapolense. Sem chapa concorrente a eleição transcorreu de forma ordeira e rápida.

Nilson Moreira tem moral com a torcida do Penapolense. Afinal, em sua passagem anterior a presidência do clube, a equipe, após conquistar o título da Terceira Divisão (Série A3) em 2011, na temporada seguinte ficou entre os quatro melhores colocados na Série A2 (Segunda Divisão) e disputou o sonhado Paulistão em 2012.

Ainda esta semana, o novo presidente deverá divulgar os nomes dos demais componentes da sua diretoria. Nilso Moreira adiantou aos presentes que já está entrando em contato com vários jogadores que irão compor o elenco para a disputa do Campeonato Paulista da Série A2 (Segunda Divisão) de 2020.


O Centro de Treinamento do Penapolense será colocado em uso na primeira semana de novembro, quando se iniciará a preparação da equipe, que já tem técnico. Trata-se de Edison Só, confirmado pelo presidente.

Nilso destacou que a pretensão é que o time seja montado para brigar pelas primeiras colocações, uma das marcas registradas por ele nos anos que dirigiu o Pantera da Noroeste.

Outra novidade é que a cidade de Penápolis não ficará sem futebol no segundo semestre de 2020, como aconteceu agora em 2019. Além da Segunda Divisão do Paulista, a equipe também participará da Copa Paulista.



Foto: Silas Reche / Penapolense


Mailson acredita que Vila Nova-GO pode surpreender a Ponte Preta em Campinas pela Série B


O Vila Nova-GO está em situação muito delicada na tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro. Com apenas 21 pontos em 21 partidas, a equipe está na zona do rebaixamento, ocupando a 18º e antepenúltima colocação na tabela de classificação.

E para iniciar a reação a tarefa não será nada fácil. O Vila Nova 
volta a campo nesta quinta-feira (12/9), às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, para encarar a embalada Ponte Preta, que luta para retornar ao G4 da Série B.

``A Ponte Preta vem fazendo grande campeonato, muito forte, e é sempre adversário difícil de ser batido em sua casa. Vamos procurar fazer partida segura, sem erros, para sairmos com grande resultado de Campinas. O elenco sabe da responsabilidade que terá neste confronto. Lutaremos muito para pontuar´´, afirmou o atacante Mailson.


Ainda de acordo com o atacante, a meta do Vila Nova é melhorar sua posição na tabela de classificação da Série B o mais rápido possível.


``Estamos lutando muito para evoluir e melhorar nossa posição na tabela de classificação da Série B. Temos que sair do Z4 o quanto antes. Isso nos dará tranquilidade. O grupo tem trabalhado forte para isso. Agora é buscar manter ritmo forte para iniciar boa sequência na disputa´´, analisa o jogador.



Foto: Divulgação / Vila Nova-GO

Marquinhos chega para reforçar meio-campo do Paraná na Série B


O meia Marquinhos é o novo reforço do Paraná Clube. O jogador chega para suprir a ausência de Matheus Anjos – que está machucado e ainda não tem previsão de retorno – e dar maior consistência ao meio-campo tricolor na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro.

``É grande oportunidade. Sei da grandeza deste clube, que precisa estar na Série A. Meu objetivo é ajudar nessa missão, contando com a força da nossa torcida, na Vila Capanema´´, disse o meio-campista.


Marquinhos tem apenas 22 anos e se define como meia articulador, que busca sempre a aproximação aos atacantes.

``Vejo o Paraná com grandes chances de acesso. A campanha é muito boa e estamos próximos do G4. Vamos atrás do equilíbrio necessário nestas rodadas que restam´´, frisou o novo reforço do clube, emendando em seguida.

``O clube oferece ótima estrutura para treinamentos e jogos. É contar com a força da torcida para buscarmos a arrancada dentro de casa. Estou muito confiante´´, concluiu.



Marquinhos

Nome: Marcos Severo dos Santos

Idade: 22 anos (29/01/1997, João Pessoa-PB)

Altura: 1,87m

Peso: 76kg

Posição: meia

Clubes: Botafogo-PB, Vitória-BA, Tombense-MG e Paraná Clube





Foto: Divulgação / Departamento de Comunicação - PRC

Erick Luis quer grande jogo do Botafogo-SP diante do São Bento visando aproximação do G4 na Série B


Ainda sem vencer no returno da Série B do Campeonato Brasileiro e com o técnico Hemerson Maria ameaçado no cargo, o Botafogo volta a campo nesta sexta-feira (13/9), às 19h15, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, para encarar o São Bento. Para o atacante Erick Luis, esse confronto será muito complicado, mas o Pantera precisa reagir.


``Vamos enfrentar uma equipe difícil e experiente. Temos que ter o máximo de atenção para vencermos. Só a vitória nos interessa. O grupo está muito focado em fazer grande apresentação. Só os três pontos nos interessa´´, disse.


Erick Luís lamentou os tropeços anteriores, mas destacou o desejo do elenco em conquistar o acesso esse ano.

``Vamos pensar passo a passo, rodada a rodada. O primeiro passo é manter a equipe firme entre os primeiros colocados. Queremos nos aproximar do G4 novamente. Isso será muito importante. Temos que continuar ali no bloco da frente da tabela de classificação´´, projetou.



Foto: Divulgação / Botafogo-SP

Lucas Mineiro, ex-Chapecoense e Vasco, acerta com a Ponte Preta


Já participando da intertemporada na cidade de Bragança Paulista desde o último final de semana, o volante Lucas Mineiro aguarda a conclusão de procedimentos burocráticos para poder ser oficializado como atleta da Ponte Preta. Apesar de já ter se desligado do Vasco, onde estava emprestado, o jogador precisa aguardar os trâmites formais do retorno dele a Chapecoense, para que então seja oficializado o empréstimo à Macaca.


Integrante do time de Gilson Kleina no ano passado na arrancada no Brasileiro, quando a Ponte Preta não subiu por critérios de desempate, já que tinha a mesma pontuação do quarto colocado, Lucas Mineiro foi um pedido do treinador. A expectativa do jogador é, ajudar os companheiros para a Macaca voltar à elite do futebol brasileiro.



Confira a ficha do jogador:


Nome: Lucas da Silva Izidoro

Posição: Volante/Meio-campista
Pé preferencial: canhoto
Data de nascimento: 24/2/1996
Local: Belo Horizonte-MG
Altura: 1m88
Peso: 80 quilos
Principais equipes que defendeu: Ponte Preta, Vasco da Gama, Chapecoense, Vila Nova



Foto:PontePress/ThiagoToledo

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Com show de Renato Cajá, Juventude tritura Imperatriz-MA, garante acesso à Série B, e encara o Náutico nas semifinais da Série C


Foi um show do meia Renato Cajá, de 34 anos, com passagem marcante pela Ponte Preta, e que jogou muita bola, marcou três gols e assegurou o acesso do Juventude à Série B do Campeonato Brasileiro em 2020. Nesta segunda-feira (9/9), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, a equipe gaúcha goleou o Imperatriz-MA por 4 a 0, após o empate sem gols no jogo de ida, garantindo classificação às semifinais da Série C.




Agora, o adversário do Juventude nas semifinais da Série C será o Náutico, que no domingo (8), em Recife, após empate sem gols em Belém, empatou com o Paysandu por 2 a 2 e garantiu sua classificação na disputa por pênaltis, vencendo por 5 a 4.

A outra semifinal da Série C será nordestina. O Confiança, que eliminou o Ypiranga-RS, terá pela frente, em sistema de ida e volta, o Sampaio Corrêa-MA, que despachou o São José-RS, após empate sem gols em Porto Alegre, ganhando em casa por 3 a 2.
Os jogos de ida já acontecem no próximo sábado e domingo, com transmissão ao vivo do DAZN. A CBF vai definir os dias e horários das partidas. 

A classificação e o acesso do Juventude foram garantidos ainda no primeiro tempo. Logo aos três minutos, em cobrança de falta de Renato Cajá, que tentou cruzar, a bola foi morrer no fundo da rede do Imperatriz, que entrou em parafuso, esbanjou nervosismo e sucumbiu em campo.

Já aos 16 minutos, Renato Cajá, de fora da área, arriscou chute forte, a bola quicou e traiu o goleiro: 2 a 0 para o Juventude.  Aos 18, em erro gritante na saída de bola do Imperatriz, Dalberto recuperou a bola e apenas rolou para Carlos Henrique fazer 3 a 0 ainda o primeiro tempo.

Mesmo diminuindo o ritmo de jogo no segundo tempo, o Juventude continuou melhor em campo. E, aos 15 minutos, após finalização de Bruno Alves, que o goleiro rebateu, o oportunista Renato Cajá apareceu para tocar para o fundo da rede.

No final da partida, a torcida do Juventude, que compareceu em grande número, festejou com os jogadores o acesso. Afinal, no ano passado, a equipe havia sido rebaixada na Série B, para onde já retornou no primeiro ano disputando a Série C. O objetivo agora é o título.

Cuiabá contrata Renan Bressan, que estava no futebol europeu


O Cuiabá tem mais um reforço para a Série B do Campeonato Brasileiro. O Dourado acertou com o meia Renan Bressan, de 30 anos, que estava atuando no Chaves, de Portugal. O jogador tem carreira interessante, principalmente na Europa. Nascido em Tubarão-SC, foi para a Bielorrússia em 2009 e se naturalizou bielorrusso.


Destacou-se jogando pelo Bate Borisov e defendeu a Bielorrússia em 29 partidas, fazendo três gols. Na Olimpíada de Londres em 2012, enfrentou o Brasil, na vitória verde-amarela por 3 a 1, anotando o gol bielorrusso

Pelo Bate Borisov, Renan Bressan jogou também a Liga dos Campeões nas temporadas 2011/2012 e 2012/2013, fazendo gols contra Paris Saint-Germain, Milan e Bayern de Munique.

O atleta chegou à Cuiabá neste início de semana e já iniciou os treinamentos com o restante do elenco, que se prepara para a partida de quarta-feira (11/9), diante do Costa Rica-MS, pela Copa Verde, na Arena Pantanal.


FICHA DO ATLETA

RENAN BRESSAN


Posição: Meia

Nome: Renan Bardini Bressan
Nascimento: 03/11/1988, em Tubarão-SC
Altura: 1,81 m – Peso: 75 kg
Clubes: Tubarão-SC, Gomel-BIE, Bate Borisov-BIE, Alania-RUS, Astana-CAZ, Rio Ave-POR, Apoel-CHI e Chaves-POR




Foto: AssCom Dourado

Para se livrar da crise, Murilo projeta vitória do Botafogo diante do São Bento


O Botafogo, de Ribeirão Preto, após a demissão inesperada do técnico Roberto Cavalo, faz campanha ridícula sob o comando de Hemerson Maria. O treinador está mais perdido do que cego em tiroteio e não consegue fazer o Pantera render dentro de campo.

De presença garantida no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro sob o comando de Roberto Cavalo, o Botafogo despencou na tabela de classificação. Jogando futebol medonho com Hemerson Maria, a equipe agora ocupa aa 10ª colocação, com 29 pontos, e se não vencer o São Bento, sexta-feira (13/9), dentro de casa, a crise vai estourar por todos os lados do clube e a cabeça do treinador deverá ser guilhotinada.

Apesar do caos que impera no Botafogo, com desavenças entre a SA e o clube, o meia-atacante Murilo demonstrou confiança na melhora de rendimento do time no duelo contra o São Bento, sexta-feira, às 19h15, no estádio Santa Cruz, pela 22ª rodada da Série B.


``Tivemos evolução, principalmente na parte defensiva. Precisamos agora aprimorar a parte ofensiva. Falta ter tranquilidade no último terço do campo, passe melhor, finalização melhor. Tenho convicção que vamos melhorar contra o São Bento´´, disse o meia-atacante Murilo, que disputou 19 dos 21 jogos do Tricolor na competição.




``Temos total confiança no trabalho do Hemerson Maria. Quando o resultado acontecer, vamos melhorar e subir na tabela´´, acrescentou.

Murilo também projetou o duelo contra o São Bento, que ocupa a penúltima colocação na Série B do Campeonato Brasileiro, com 20 pontos. O Tricolor é o décimo com 29 pontos.

``Independente do adversário, a dificuldade na Série B do Brasileiro é a mesma. Será jogo difícil assim como os outros que jogamos no estádio Santa Cruz´´, completou Murilo.




Foto: Divulgação / Assessoria de imprensa do Botafogo

Ídolo no Jeonbuk Motors, Ricardo Lopes quer tricampeonato da K-League e fala sobre sua naturalização


Com mais uma brilhante temporada, o Jeonbuk Motors segue na briga pelo título da K-League neste ano. Um dos principais jogadores do país e campeão em 2017 e 2018, o atacante Ricardo Lopes revelou sua principal meta em 2019: levantar o troféu pela terceira vez seguida. 


``Estou muito focado neste objetivo. Espero terminar esse ano com o tricampeonato da competição. Vou lutar muito para ajudar a equipe em 2019. Todos aqui estão muito felizes com a campanha realizada na K-League. Agora é manter os pés no chão e continuar trabalhando firme para dar esse troféu ao torcedor do Jeonbuk´´, disse. 


De acordo com o atacante brasileiro, sua história no futebol coreano é especial. 

``Minha história no futebol coreano é muito especial. Estou muito feliz com tudo que tem acontecido comigo e espero continuar melhorando meus números com a camisa do Jeonbuk nos próximos anos. Sou muito feliz aqu´´, discursou. 

Ainda para Ricardo Lopes, seu desejo é se naturalizar na Coreia do Sul.

``Tenho esse desejo, de me naturalizar e poder brigar por uma vaga na seleção coreana. É um sonho possível. Sou muito grato à tudo que passei e tenho passado aqui na Coreia do Sul. Vou lutar muito por isso´´, avisou.




Crédito da imagem: Divulgação / Jeonbuk Motors

Capitão do Joinville, Leandro Bulhões festeja estreia com vitória na Copa Santa Catarina


O Joinville estreou com importante resultado na edição 2019 da Copa Santa Catarina. Jogando no último domingo (89), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, o Coelho venceu o Figueirense pelo placar de 1 a 0.


Capitão do JEC, o volante Leandro Bulhões elogiou o desempenho da equipe e já projeta o próximo jogo, que acontece quarta-feira (11), às 20h10, diante do Brusque, na Arena Joinville.

``Nossa equipe é bastante jovem, mas fizemos preparação muito boa e os frutos foram colhidos na estreia. Mas ainda temos muito o que evoluir e acredito que quarta-feira, em casa, a tendência é que o time tenha atuação ainda melhor´´, disse o meio-campista.

A Copa Santa Catarina é disputada por oito equipes, que se enfrentam em turno e returno. Os quatro primeiros avançam às semifinais. O campeão garante vaga na Copa do Brasil 2020. 



Foto: Divulgação / Joinville EC

Léo Jaime, ex-Bragantino e que estava no Ferroviário-CE, acerta com a Ferroviária


Finalista nas três últimas edições da Copa Paulista e melhor campanha na primeira fase da atual competição, a Ferroviária está em situação delicada na tabela de classificação das oitavas de final e fora da zona de classificação. Após a derrota para o Taubaté, no Vale do Paraíba por 3 a 2, a Locomotiva de Araraquara, com dois pontos, é a terceira colocada do Grupo 5, com dois pontos.

Em busca da volta por cima nas três últimas rodada do turno, a Ferroviária anunciou a contratação de mais uum reforço para o ataque. Trata-se do atacante Léo Jaime, que já passou por exames médicos e está a disposição da comissão técnica.


Léo Jaime da Silva Pinheiro, 33 anos, natural de Horizonte-CE, foi revelado pelo Ferroviário-CE e tem passagens por Aracati, Horizonte, Fortaleza, CRB, Bragantino, Daegu-COR, São Caetano, Caxias e estava no Ferroviário disputando a Série C do Campeonato Brasileiro.

O atacante já se integrou ao grupo e se prepara para a estreia contra o Taubaté, neste sábado (14/9), às 18 horas, na Fonte Luminosa, em Araraquara, pela quarta rodada da segunda fase da Copa Paulista.




Foto: Jonatan Dutra / Ferroviária SA

Júnior Alves analisa próximo desafio do São Caetano na Copa Paulista


Na segunda passagem pelo São Caetano, o zagueiro Júnior Alves vive momento goleador pelo clube. Contra o Rio Claro, em empate por 1 a 1, fora de casa, pela segunda fase da Copa Paulista, ele foi o autor do único gol do Azulão. Foi o seu 
segundo desde que retornou ao Anacleto Campanella, em abril passado.

``Contente em contribuir com a equipe. Como o treinador sempre fala, muitas vezes a partida é decidida em lance de bola parada, cruzamento. O zagueiro vai para área e mesmo que não faça o gol, precisa tentar finalizar. Fui feliz. Conseguimos o empate, mas sabíamos também que era possível ter conseguido resultado melhor´´, contou Júnior Alves.

Após três rodadas pela segunda fase da Copa Paulista, o São Caetano segue líder do Grupo 8, com sete pontos. Rio Claro e Linense aparecem em seguida com quatro.


Para assegurar o mais rápido possível vaga nas quartas de final, a vitória na próxima rodada contra o mesmo Rio Claro, mas em casa, é fundamental. Júnior Alves falou sobre a expectativa para esse novo duelo com o popular Galo Azul.


``Uma vitória em casa define a classificação. Mas o nosso objetivo maior, além da vaga na fase seguinte, é terminar em primeiro. Queremos ter vantagem na frente´´, disse, antes de destacar a postura da equipe. ``Vai ser jogo equilibrado. Mas se conseguirmos nos impor dentro casa, temos condições de sair com bom resultado´´, completou.

São Caetano e Rio Claro se enfrentam novamente, pela Copa Paulista, nesta sexta-feira (13). O duelo acontece no Anacleto Campanella, às 20 horas.




Foto: Fabrício Cortinove / AD São Caetano