quinta-feira, 23 de maio de 2019

Ex-lateral do Oeste, Marília e Santos conquista a Copa do Chipre pelo AEL Limassol


O AEL Limassol é o campeão da Copa do Chipre 2019. No jogo único da decisão, disputado na quarta-feira (22/5), no GSP Stadium, na capital do país, Nicósia, o time do brasileiro Alex da Silva venceu o APOEL pelo placar de 2 a 0.


Essa foi a quarta final consecutiva com a presença do meio-campista, que levantou a taça em 2016 e 2017 e foi vice no ano passado, todas elas com a camisa do Apollon.

``O APOEL conta com time de muita qualidade, tanto que conquistou o Campeonato Cipriota. Mas quarta-feira tivemos atuação perfeita, anulando os pontos fortes deles e criando diversas oportunidades. O título coroa nossa campanha maravilhosa, em que vencemos sete jogos e empatamos um, marcando 28 gols e sofrendo apenas três nos oito jogos que disputamos´´, destacou.

Mineiro de Uberlândia, Alexandre Afonso da Silva nasceu em 1983 e iniciou sua carreira no Marília. Após passagem pelo Santos, em 2005, transferiu-se para o futebol belga, onde atuou pelo Genk e Sint-Truiden.

Em 2010 vestiu a camisa do Oeste, de Itápolis, que atualmente está situado em Barueri, mas logo em seguida retornou à Europa, jogando pelo ENP, Omonia Nicósia e AEK Larnaca, todos do Chipre.

Entre 2013 e 2015 disputou o Campeonato Ucraniano pelo Metalurg Donetsk, sendo contratado em seguida pelo Apollon, onde permaneceu por três temporadas e conquistou duas edições da Copa e duas da Supercopa do Chipre, até a transferência para o AEL, em junho de 2018.




Foto: Arquivo pessoal / Tática Assessoria

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Marcos Serrato, animado em permanecer no Ituano, busca classificação para segunda fase da Série D


Um Paulistão com atuações, números e conquistas importantes fizeram do Ituano uma grande surpresa na competição. E, consequentemente, veio a valorização de seus principais jogadores. Mas um em questão optou pela continuidade no clube que o abraçou.


É que Marcos Serrato, meio-campista que fez 14 dos 15 jogos do clube no Campeonato Paulista, recebeu propostas oficiais logo após o término da competição. Poderia ter saído para jogar a Série B, por exemplo, mas acabou ficando.

``Primeiro de tudo tenho que dizer que o Ituano me abraçou e apostou muito em mim. Quem não quer jogar um Paulistão? Ser titular de time que ganha do Santos, joga com o Palmeiras, enfim. Claro que depois do Paulistão algumas coisas apareceram, teve proposta oficial. Mas tenho gratidão. Só posso sair se for algo bom também para o clube. Acredito no projeto que o Ituano tem e estamos trabalhando por isso´´, afirmou o jogador, que marcou gols contra Santos e Palmeiras.


O Ituano, aliás, já é o clube que Marcos Serrato mais defendeu na carreira. São 40 jogos, com quatro gols marcados.

``Como eu disse o sentimento que eu tenho é de gratidão. O clube me abraçou, apostou em mim. Fomos bem no Paulistão pois aqui se trabalha muito, aqui a gente acredita no projeto, no planejamento que foi feito lá no início. Estou muito feliz por fazer do Ituano o clube que eu mais vezes defendi´´, emendou.


Na Série D, até aqui, as coisas estão no caminho certo também. O Ituano lidera o Grupo A13 depois de três jogos. Tem duas vitórias e um empate. O próximo compromisso é diante do Brasiliense, neste fim de semana, fora de casa.

``Mais um duelo difícil. O Brasiliense tem vários jogadores conhecidos nacionalmente, rodados, experientes. Eles também têm sete pontos, perdem só no saldo para gente. Estamos trabalhando bem e nosso objetivo inicial é classificar o quanto antes para a próxima fase da Série D. É competição extremamente difícil, mas queremos o acesso para a Série C´´, finalizou o meio-campista, com passagens também por Paraná, Vila Nova-GO e Ponte Preta.





Foto: Divulgação / Ituano - Fonte: AV

Artilheiro na base, Gleyson comemora primeiro gol no profissional do São Caetano


Goleador nos tempos de base no São Caetano e principal artilheiro do futebol paulista quando defendeu o Comercial, de Ribeirão Preto, por empréstimo, na temporada passada, Gleyson ainda não tinha marcado gols pelo profissional do São Caetano. Mas finalmente desencantou na goleada por 4 a 1 em cima do Tubarão-SC, no último final de semana, em casa, pela Série D do Campeonato Brasileiro.


Com motivos de sobra para festejar o primeiro gol pelo profissional do São Caetano, o centroavante falou sobre a importância para a sua trajetória no Anacleto Campanella.

``Tenho história bonita na base e acredito que ter feito o primeiro gol (principal) tira um peso das costas.  Estou muito feliz. Ganho mais confiança para a continuidade da Série D e, assim, poder fazer mais gols´´, afirmou o atacante.

Atuando na base do São Caetano, o atual dono da camisa nove foi o principal artilheiro do Campeonato Paulista Sub 20 em 2015, com 19 gols. Já como profissional foi outra vez o goleador máximo da Quarta Divisão do Paulista, no ano passado, pelo Comercial, quando balançou as redes dos rivais em 18 oportunidades na campanha do acesso à Série A3 (Terceira Divisão), quando foi vice-campeão.

Visando a sequência na Série D do Brasileiro, o triunfo contra o Tubarão teve papel fundamental para o Azulão, que agora soma três pontos no Grupo A16. E na expectativa de conseguir novas vitórias, Gleyson analisou a importância do resultado diante do Tubarão.

``Perdemos os dois primeiros jogos. Mas o nosso time sempre jogou bem, pecando apenas em detalhes. Graças a Deus os gols aconteceram na última partida, e agora é dar sequência para que a gente possa continuar bem no campeonato´´, concluiu o atacante.




Foto: Fabrício Cortinove

Edimar, ex-São Paulo, estreia no dia do aniversário com vitória com a camisa do RB Bragantino





Após ficar encostado no São Paulo desde o início da temporada, a estreia do lateral esquerdo Edimar em 2019 não poderia ser melhor. Após assinar contrato de três anos com o Red Bull Bragantino, o jogador atuou na vitória por 2 a 0 em cima do Figueirense, na terça-feira (21/5), em Bragança Paulista, na abertura da quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

E a estreia não poderia ser mais festejada. Afinal, Edimar voltou a campo justamente no dia do seu aniversário, quando estava comemorando 33 anos. E com os três pontos somados dentro de casa, o RB Bragantino assumiu a liderança, de maneira provisória, da Série B do Brasileiro com 10 pontos.
``Uma noite muito especial, depois de cindo meses sem fazer uma partida oficial poder estrear e fazer bom jogo foi muito gratificante para mim. Tenho que comemorar em dobro. Estreia com vitória e, ainda por cima, no dia do meu aniversário. Um presente e tanto. Estou muito feliz. Agora é trabalhar para buscar me manter no time e poder estar ajudando a equipe a conseguir o acesso´´, disse.



Foto: Divulgação/Bragantino

Camisa 10 do Real Madrid Castilla, garoto Augusto Galvan, revelado pelo São Paulo, projeta quartas de final na Terceira Divisão


Fora dos gramados por pouco mais de um mês, Augusto Galvan fez, no último final de semana, sua primeira partida desde a lesão no tendão menor do pé esquerdo, sofrida no dia 24 de março, na partida contra o Ponferradina.


Revelado pelo São Paulo e contratado no ano passado pelo Real Madrid, o meia de 20 anos reforça a equipe B do clube merengue para a fase decisiva da Segunda B, a terceira divisão da Espanha.

``Estou feliz em poder voltar a fazer o que eu mais gosto nessa vida, que é jogar futebol. Foi difícil ter que ficar fora dos últimos jogos, você fica frustrado e incomodado por não estar em campo. Infelizmente faz parte da vida de atleta, por isso agora quero focar no que está por vir. Estou recuperando o ritmo de jogo ideal, no final de semana já consegui jogar os 90 minutos, foi bem importante para mim´´, revelou o jogador, que tem boa passagem pelas categorias de base da Seleção Brasileira.


Neste sábado (25/5), o Real Madrid Castilla enfrenta o Cartagena, pelas quartas de final da competição nacional.

``Agora é decisão. Queremos o acesso para a Liga Adelante e vamos em busca disso. Teremos pela frente jogos difíceis, mas tenho certeza que nossa equipe tem qualidade para conseguir a classificação para a semifinal. Estou bem motivado por estar de volta num momento decisivo como esse e vou dar o melhor em campo para ajudar o time´´, finalizou.


O segundo e decisivo confronto das quartas de final entre Real Madrid e Cartagena, acontece no sábado da semana que vem, no dia 1º de junho.




Foto: Divulgação / Real Madrid - Fonte: AV

Eleito o melhor jogador ucraniano pelo segundo ano consecutivo, Marlos comemora mais dois títulos e chega aos 10 canecos pelo Shakhtar


A quinta temporada do meia Marlos com a camisa do Shakhtar Donetsk, assim como as anteriores, ficará marcada pela conquista de títulos coletivos e individuais. Na última semana, o camisa 11 foi eleito o melhor jogador da Ucrânia pelo segundo ano consecutivo, em votação realizada entre atletas, treinadores e especialistas do futebol do país europeu.


``É motivo de muito orgulho ser lembrado por companheiros de profissão, treinadores e jornalistas. Isso demonstra que estou fazendo bem o meu trabalho e as pessoas estão reconhecendo e valorizando. Nada disso seria possível sem a ajuda de todo o elenco e da ótima estrutura que o Shakhtar nos oferece´´, afirmou.

Em 2018, Marlos entrou em campo 32 vezes pelo Shakhtar, marcou 18 gols e deu 11 assistências. Além disso, o meia brasileiro naturalizado ucraniano disputou oito partidas e deu um passe decisivo pela seleção europeia.

Desde que chegou ao Shakhtar, na temporada 2014/15, o atleta coleciona uma série de prêmios individuais. Em 2017, foi eleito pela Federação Ucraniana de Futebol o melhor futebolista do país pela primeira vez e também teve seu gol contra o arquirrival Dinamo de Kiev escolhido como o mais bonito do ano.

Já em 2016, o camisa 11 ficou com o prêmio de melhor atleta estrangeiro, além de ganhar a votação no site oficial do clube como o principal nome da equipe e ainda ser eleito o grande futebolista do ano pelo jornal esportivo Komanda, um dos mais influentes da Ucrânia. Em 2015/16, ainda fez parte da equipe ideal da Liga Europa. Naquela edição, o jogador comandou a equipe até a semifinal da competição continental.

Tetracampeão da Copa e tricampeão do Campeonato Ucraniano
Os últimos dias foram também de muita comemoração para Marlos e seus companheiros. Em fase final de recuperação de cirurgia realizada na região do púbis, o camisa 11 não pôde estar em campo, mas vibrou bastante com os títulos da Copa da Ucrânia e do Campeonato Ucraniano.

Na última quarta-feira (15), o Shakhtar goleou o Inhulets, por 4 a 0, e chegou ao seu 13º título da Copa da Ucrânia. Já no domingo (19), a equipe conquistou o duodecacampeonato do Campeonato Ucraniano, com três rodadas de antecedência, ao bater o Zorya, fora de casa.

``A felicidade por ser campeão mais duas vezes pelo Shakhtar é muito grande. Infelizmente, não estou podendo jogar porque precisei fazer cirurgia. É complicado ficar de fora. O sofrimento é maior, mas todo o elenco se doou demais e merecemos essas conquistas´´, ressaltou o camisa 11, que, em 2018/19, disputou 24 jogos pelo clube, marcou 10 gols e deu duas assistências.

Com mais duas conquistas, Marlos chegou a 10 títulos pelo Shakhtar Donetsk. O brasileiro naturalizado ucraniano é tetracampeão da Copa da Ucrânia (2015/16, 2016/17, 2017/18 e 2018/19), tricampeão do Campeonato Ucraniano (2016/17, 2017/18 e 2018/19) e tricampeão da Supercopa da Ucrânia (2014, 2015 e 2017).

Desde que chegou ao clube, na temporada 2014/15, o meia-atacante entrou em campo 192 vezes, balançou as redes em 56 ocasiões e deu 47 passes decisivos.





Fonte: Triple

Após defender Rio Claro e Oeste, Murillo Fioravante valoriza experiência na Finlândia


Curta e intensa, assim foi a passagem do meia Murillo Fioravante no futebol finlandês. Ex-jogador de times como Rio Claro, Oeste e Santa Cruz-RN, o brasileiro defendeu as cores do Paimion Haka, tradicional clube do país.


De volta ao Brasil, Murillo Fioravante avalia o seu período na Finlândia e destaca o aprendizado adquirido na Europa.

``Foi experiência muito proveitosa. Embora tenha sido passagem curta, procurei aproveitar ao máximo. Por ter cultura, clima e fuso-horário diferentes dos que eu estava acostumado, confesso que não esperava me adaptar tão rápido. Este foi um ponto muito positivo do meu período por lá, além do próprio aprendizado dentro de campo, já que o futebol deles consiste em jogo mais tático´´, disse o jogador, de 22 anos, natural da cidade de Jaú (SP).


Agora, Murillo Fioravante começa a planejar o futuro da carreira. O jogador, que tem cidadania italiana, mostra entusiasmo de olho em outra experiência no futebol europeu.

``As expectativas para o restante do ano são excelentes. Estou trabalhando diariamente e em breve teremos novidades, inclusive com chances de um retorno à Europa. Hoje sinto que estou mais preparado e confiante e tenho certeza que as coisas irão acontecer no tempo e do jeito certo´´, concluiu.





Foto: Divulgação / Paimion Haka - Fonte: AV

Goleiro Leonardo intensifica preparação para a estreia do XV de Piracicaba na Copa Paulista


O XV de Piracicaba iniciou sua segunda semana de preparação para a Copa Paulista. Um dos destaques da equipe na edição 2018 do torneio, o goleiro Leonardo comenta sobre o trabalho do elenco alvinegro para a disputa da competição, que garante aos seus finalistas vagas na Copa do Brasil e Série D do Brasileiro.

Depois de período de folga após a Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista, retomamos os treinos na semana passada, com concentração total para lutar pelo título da Copa Paulista. A ideia de manter a base do time e a permanência do técnico Tarcísio Pugliesi foi muito boa, pois sabemos que o nosso grupo é muito bom e unido e temos totais condições de atingir os objetivos do clube no segundo semestre´´, declarou.


O XV integra o grupo 2 da primeira fase da Copa Paulista, ao lado do Velo Clube (Rio Claro), Rio Claro, Noroeste (Bauru), Atibaia e Internacional de Limeira, adversário da estreia, marcada para o dia 23 de junho, às 10 horas, no Estádio Major José Levy Sobrinho.



Foto: Divulgação / EC XV de Novembro

terça-feira, 21 de maio de 2019

Alex Reinaldo vê São Caetano fortalecido com primeira vitória na Série D


Raça e dedicação sempre foram marcas registrada de Alex Reinaldo no São Caetano. Contra o Tubarão-SC, quando o Azulão conseguiu a primeira vitória (4 a 1) na Série D do Campeonato Brasileiro, não foi diferente.


Com duas assistências no jogo disputado no Anacleto Campaenlla, o lateral direito foi peça fundamental para o time comandado pelo técnico Luiz Gabardo. 

``Me cobro bastante desde o ano passado, quando me machuquei e fiquei muito tempo parado. Queria voltar bem. Amo esse clube, pois já estou aqui há um bom tempo. Quanto mais eu me doar e ajudar a minha equipe, mais eu vou estar feliz´´, afirmou Alex Reinaldo.

Campeão da Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista em 2017 pelo São Caetano, Alex Reinaldo disputou  64 jogos com a camisa do Azulão. Além das várias assistências durante o período, também marcou três gols.


Questionado sobre a importância do último triunfo para o Azulão, o lateral direito ainda destacou o novo ânimo que o grupo conquistou ao superar o Tubarão. 

``A gente estava precisando dessa vitória para crescer na competição. Foi vitória para aumentar a confiança do time, da torcida. Creio que estamos no caminho certo e agora é preciso somar pontos fora de casa para engrenarmos no campeonato´´, opinou.

São Caetano e Tubarão se enfrentam novamente pela quarta rodada da Série D. Desta vez em duelo que será realizado no domingo (26/5), às 16 horas, no Estádio Domingos Gonzalez, na cidade de Tubarão, em Santa Catarina.




Foto: Fabrício Cortinove

Brasileiro é campeão nos Emirados Árabes e recebe prêmio de melhor jogador estrangeiro


É um daqueles brasileiros que nunca chegaram a atuar profissionalmente no país. Mas que, fora do Brasil, coleciona histórias, títulos, conquistas e excelentes momentos. E para o meia Igor Coronado, um dos melhores da carreira acabou de acontecer, nos Emirados Árabes. 
É que o camisa 10 do Sharjah FC foi peça mais do que fundamental na conquista do título nacional que não vinha há 22 temporadas para o clube.

Festa não faltou para Igor Coronado. Tanto por levantar a taça quanto pelo desempenho individual. Com seus 25 jogos na competição, 17 gols e nove assistências, o brasileiro foi eleito o melhor estrangeiro da competição e também figurou na seleção do campeonato.

``Na verdade faltam palavras para descrever tudo que aconteceu comigo e com o clube esse ano. Foi absurdo, daquelas temporadas que tudo deu certo, que eu me senti muito confiante, feliz, bem preparado. A festa dos responsáveis pelo clube, da torcida, de todos que se envolveram foi enorme, gigante. O Sharjah não ganhava o título nacional há 22 anos. Foi tudo sensacional´´, afirmou o brasileiro de 26 anos de idade.


A festa de gala para premiar o Sharjah e também os melhores da competição foi um capitulo especial para Igor Coronado. Desbancando nomes de peso que atuam nos Emirados Árabes, ele foi eleito o melhor estrangeiro.

``Foi uma das noites mais felizes da minha vida. Poder ser coroado, reconhecido, ter seu trabalho valorizado é muito importante. É motivo de orgulho. Você vê que toda dedicação, suor e esforço pelas conquistas valeram a pena. E tem muitos jogadores estrangeiros aqui de nome, que tem história. Ter sido eleito o melhor estrangeiro, poder participar da festa com minha esposa foi inesquecível´´, emendou.


Se o brasileiro hoje colhe suas conquistas, foi principalmente por não ter desistido. O início do camisa 10 foi no país de Malta, uma ilha próxima da Itália, após fazer sua trajetória nas categorias de base atuando na Inglaterra. Tamanha proximidade e destaque fizeram o brasileiro rapidamente jogar a liga italiana. Antes de chegar para brilhar no Sharjah FC, Igor Coronado se destacou defendendo Trapani e, principalmente, o tradicional Palermo.

``A minha história é um pouco diferente de alguns atletas profissionais brasileiros. Comecei em Malta, não era uma estrutura gigante, mas sabia que era excelente oportunidade. Nunca desisti e principalmente sempre trabalhei. As temporadas na Itália foram de muito crescimento. E esse ano nos Emirados Árabes, com certeza absoluta, foi o melhor da minha carreira. Foi temporada perfeita´´, finalizou o jogador, natural de Londrina-PR.






Foto: Divulgação / AV Assessoria

Edina Alves será primeira árbitra na Série A do Brasileiro em mais de uma década


Edina Alves será a árbitra da partida entre CSA e Goiás, pela Série A. A escalação da árbitra paranaense representa um momento histórico para o futebol brasileiro. Após quase 14 anos, uma mulher voltará a apitar um jogo de futebol da Série A do Brasileiro.


A última partida da Série A arbitrada por uma mulher foi em 2005, no duelo entre Fortaleza e Paysandu, pelo segundo turno. A responsável pelo jogo foi Silvia Regina, que acompanhará de perto o confronto deste domingo. A ex-árbitra será a supervisora do VAR (árbitro de vídeo) no Rei Pelé, em Maceió.

A escalação de Edina foi apontada por Leonardo Gaciba, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, como um marco para a arbitragem brasileira. Mas, além disso, como um momento merecido pela árbitra paranaense.

``Eu só consigo ver meus árbitros como pessoas iguais. Acho que ela serve como exemplo não só para mulheres, mas para todos. A Edina era bandeira, abriu mão do escudo da FIFA, de árbitra internacional, porque tinha o sonho de ser árbitra central. Então, ela voltou às categorias de base, começou a apitar na base, largando o escudo internacional de auxiliar. Ela já conseguiu alcançar o quadro internacional como árbitra central e, hoje, está chegando na Série A. Para mim, ela é um exemplo para todo mundo´´, destacou.

Ao lado de Edina, estará a assistente Neuza Back, que irá com ela na Copa do Mundo da França 2019. Tatiane Camargo, a auxiliar que completa o trio do Mundial Feminino, está se recuperando de lesão e não foi escalada. Mas o outro assistente da partida também tem pedigree de Mundial: Emerson Augusto de Carvalho, que foi auxiliar durante a Copa da Rússia, em 2018.

Para Gaciba, esta escalação às vésperas da Copa do Mundo tem tudo para dar ainda mais força para a equipe brasileira durante o torneio.

``O time brasileiro que vai para o Mundial chega como um dos mais fortes do mundo. Eu tenho certeza que essa escala na Série A vai dar muito mais força mental para elas para chegarem ao Mundial e fazer excelente trabalho´´, concluiu.




Foto: Divulgação / CBF

Oeste anuncia mais três contratações para fortalecer elenco na Série B


O Oeste segue se reforçando para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O goleiro Glauco, o zagueiro Egon e o atacante Bruno Gonçalves chegam para fortalecer o elenco da equipe de Barueri e até foram relacionados no, o empate com o Cuiabá. 


Glauco, de 24 anos, chegou ao Rubrão depois de ficar 10 anos no América-MG, onde iniciou sua carreira. Fez toda a base no time mineiro, jogou pelo Sub 23 e estreou profissionalmente por lá, onde se destacou.

``Chego ao Oeste em momento de evolução na minha carreira. Eu sempre procuro isso, trabalhar bastante para evoluir. É um clube novo, que será muito bom na minha carreira, um novo passo. Quero poder estrear, ajudar meus companheiros e dar muita alegria ao clube e aos torcedores´´, disse Glauco.


Já o experiente zagueiro Egon, de 30 anos, começou no Juventus, da Capital, e rodou bastante no futebol brasileiro, onde adquiriu bastante bagagem. Ele se destacou no Atlético Cajazeiros, da Paraíba, onde chamou a atenção do Rubrão. 

``Chego para ajudar o Oeste a conseguir seus objetivos na temporada. A expectativa é das melhores. Estou com a cabeça tranquila e trabalhando para ter oportunidade´´, anunciou. 

O atacante Bruno Gonçalves, por sua vez, chega com sua juventude. Aos 26 anos, era companheiro de Egon no Atlético-PB, onde também se destacou no campeonato paraibano. 

``Fomos eliminados nos pênaltis, mas tive boa atuação na competição, fui o vice artilheiro da equipe e revelação do campeonato.Também conquistei o prêmio de melhor atacante e craque da Galera, em votação feita pela Federação Paraibana´´, lembrou Bruno. 

Os três reforços podem ajudar o Oeste no próximo duelo da equipe na Série B do Campeonato Brasileiro. No sábado (25/5), o time vai à Sorocaba enfrentar o São Bento, às 16h30, pela quinta rodada.



Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC

Em confronto direto pelo G4 da Série B, Bragantino e Figueirense voltam a se enfrentar após cinco anos


Em busca da reabilitação, o Bragantino recebe o invicto Figueirense, em duelo que vale vaga no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B, a segunda divisão nacional.. A partida acontece na noite desta terça-feira (21/5), às 21h30, no estádio Nabi Abi Chedid, o Nabizão, em Bragança Paulista-SP, valido pela quinta rodada.
A equipe paulista aparece na quarta posição, com sete pontos, mesma pontuação do Atlético Goianiense, primeiro na zona de acesso à elite do Brasileiro. Já o Furacão é o nono colocado, com seis pontos.

Na rodada passada, o Massa Bruta perdeu para o líder Londrina, fora de casa, por 1 a 0, no estádio do Café, enquanto o time catarinense venceu, em casa, o lanterna Brasil de Pelotas por 1 a 0, em Florianópolis-SC.

Este será o 12º confronto entre Bragantino e Figueirense. Na história, eles já se enfrentaram 11 vezes, sendo nove jogos pela Série B e dois pela Copa do Brasil. O retrospecto favorece ao Furacão. São cinco triunfos dos catarinenses, três empates e três vitórias para o Massa Bruta.

Como mandante, o Braga perdeu apenas um a vez para o Figueirense. A única vitória do Furacão no estádio Nabizão foi há nove anos, por 2 a 0, gols de Willian e Maicon, pela Série B de 2010.

Os rivais não se enfrentam há cinco anos. No último encontro, com dois gols de Jean Carlo, o Figueirense venceu, de virada, o Massa Bruta por 2 a 1, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC, jogo da volta da segunda fase da Copa do Brasil de 2014. Cesinha fez o gol da equipe bragantina.





Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Matheus Carvalho vibra com chegada do técnico Gilmar Dal Pozzo no Náutico


De volta ao time titular com o técnico Gilmar Dal Pozzo, Matheus Carvalho foi um dos destaques da vitória contra o Treze, no último sábado (18/5), pela quarta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O atacante marcou o gol da vitória por 1 a 0, na Paraíba. Na coletiva desta terça-feira (21), o jogador festejou as novas oportunidades com a camisa alvirrubra.


``Estou muito feliz por esse momento. Mesmo sendo só dois jogos, acho que correspondi àquilo que Gilmar esperava. Vinha trabalhando quieto, todos os dias com empenho e esperando minha oportunidade. Tive chances com Márcio também, e tenho que respeitar a decisão da escolha por outros atletas. Mas acho que agora chegou meu momento e quero aproveitar da melhor maneira´´, afirmou o atacante.

Matheus Carvalho também falou sobre como a chegada do treinador dá novo ânimo para o elenco.

``Dá novas oportunidades para todo mundo. Treinador com novo método de trabalho, mais incisivo e enérgico. Vem buscando mais força dentro do grupo. A gente estava precisando. Nos primeiros jogos, já conseguiu resgatar o grupo. Agora, terá semana cheia para mostrar todo o método de trabalho dele", explicou.

O Náutico volta a campo neste sábado (25), às 17h15, em Aracajú, para encarar o Confiança. A partida será transmitida ao vivo, para todo o Brasil, pelo DAZN. Narração de Leandro Mamute e comentários de Luiz Ademar.




Foto: Léo Lemos / Comunicação CNC

Campinense-PB contrata Richarlyson para a disputa da Série D


Em situação delicada na tabela de classificação do Grupo A7 da Série D do Campeonato Brasileiro, com apenas uma vitória em três jogos e dificuldades para correr atrás da classificação à segunda fase, o Campinense-PB está reformulando elenco e comissão técnica em busca da sonhada volta por cima.

A última contratação, e mais badalada, foi a do volante Richarlyson, multicampeão com a camisa do São Paulo, e que defendeu o Noroeste, da cidade de Bauru, na última edição do Campeonato Paulista da Terceira Divisão (Série A3).

Aos 36 anos, Richarlyson, além de atuar de volante, também pode jogar na armação do meio-campo. E pode até atuar pela ala esquerda.

Richarlyson desembarca em Campina Grande na madrugada desta quarta-feira (22/5) e se juntará aos seus novos companheiros. 

A diretoria do Campinense anunciou ainda o desligamento, em comum acordo, de seis atletas. James (lateral-esquerdo), Jean (zagueiro), Vitor Maranhão (volante), Alex Mineiro (meio-campo) e Chaveirinho (atacante).

Já o atacante Lucas Lopeu procurou a diretoria e pediu para deixar o clube. O atleta alegou motivos pessoais para solicitar a sua saída.

Quem também foi contratado foi o lateral-esquerdo Jackinha, de 27 anos, que passou pela Raposa na temporada passada, e foi um dos destaques do Atlético de Cajazeiras

Jaelson Marcelino é o novo técnico do Campinense
.
O Campinense já tem seu novo comandante para a sequência do Campeonato Brasileiro - Série D, trata-se do alagoano Jaelson Marcelino Alves, de 43 anos, que comandou o  Jacyobá-AL no Campeonato Alagoano deste ano, chegando às semifinais do estadual e garantido uma histórica vaga na série D 2020.

No currículo, o treinador também acumula passagens por Asa-AL e Coruripe-AL, neste último, sagrou-se campeão alagoano em 2014.


segunda-feira, 20 de maio de 2019

Com reservas, São Caetano vence amistoso contra Portuguesa no Canindé


Após vencer o Tubarão-SC, na rodada passada da Série D do Campeonato Brasileiro, o São Caetano retornou aos trabalhos na tarde desta segunda-feira (20/5). E com o time reserva, ou seja, os jogadores que não atuaram no último sábado, o Azulão enfrentou a Portuguesa, em amistoso realizado no Canindé, e venceu por 2 a 1.


No primeiro tempo, Cerezo aproveitou cruzamento de Wellington e abriu o placar. Já na etapa final, Eric Di Maria recebeu passe de Ermínio e fez o segundo do Azulão. A Lusa descontou em cabeceio de Thiago.

Autor do segundo gol no Canindé, Eric Di Maria destacou os benefícios da atividade para o elenco comandado pelo técnico Luiz Gabardo.

``Essa vitória mostra a força do São Caetano. O nosso time não tem apenas 11 jogadores. Quem está de fora também quer ter oportunidade. E quando ela surgir, estamos preparados para fazer o melhor´´, disse o jogador, que também falou sobre o gol anotado diante da Lusa.

``Este gol conta muito na preparação para o campeonato. Ainda não atuei na Série D, mas, mesmo assim, não abaixei a cabeça e estou treinando forte para quando aparecer a chance ajudar o São Caetano´´, concluiu Eric Di Maria.


O Azulão atuou diante da Portuguesa com Douglas; Anderson Luís, Saimon, Max e Marquinhos; Esley, Ferreira e Cerezo; Wellington, Jean Dias e Marlon. Entraram no decorrer da atividade os jogadores Jacsson, Carlos Henrique, Guilherme Lopes, Ermínio e Eric Di Maria.

Série D

Na próxima rodada da Série D do Brasileiro, o São Caetano volta a enfrentar o Tubarão. Desta vez o confronto será no domingo (26), às 16 horas, no Estádio Domingos Silveira Gonzalez, em Santa Catarina.



Foto: Fabrício Cortinove

Vladimir valoriza empate com o Vasco, mas entende que Avaí merecia a vitória


O empate no último domingo (19/5) do Avaí por 1 a 1 com o Vasco, em São Januário, foi considerado bom resultado pelo goleiro Vladimir. O camisa 89, no entanto, analisa que o time catarinense merecia ter saído de campo vitorioso, no compromisso válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

``Em condições normais, empatar fora de casa com o Vasco, marcando um gol nos acréscimos do segundo tempo, é resultado a ser comemorado. Não podemos desprezar o ponto que conquistamos domingo. Por outro lado, jogamos melhor, criando muito mais oportunidades, tanto que o Sidão (goleiro vascaíno) foi um dos melhores em campo. Se um time tivesse que sair com a vitória, teria que ser o Avaí´´, declarou o goleiro.

Durante a viagem de retorno para Florianópolis, local do próximo compromisso do time pelo Campeonato Brasileiro, dia 27, diante do Ceará, Vladimir comentou também sobre a evolução da equipe no campeonato nacional.

``A equipe está crescendo de produção. A boa atuação contra o Vasco mostra isso. Vejo o grupo confiante e vamos trabalhar forte durante a semana para buscar nossa primeira vitória no Brasileirão na próxima rodada´´, acrescentou o titular da meta avaiana.



Foto: Divulgação / BL Sports - Fonte: Tática Assessoria

Após rescindir contrato com a Ponte Preta, Luis Ricardo analisa propostas


Com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro e quase 400 jogos na carreira, Luis Ricardo é mais um bom nome que está livre no mercado. Na última semana, o lateral-direito rescindiu seu contrato com a Ponte Preta após a disputa do Campeonato Paulista e Copa do Brasil.


``Tenho relação muito boa com os dirigentes e funcionários da Ponte. Essa foi minha segunda passagem pelo clube, pelo qual tenho carinho imenso. Conversamos e achamos por bem encerrar esse vínculo para que eu possa dar continuidade na minha carreira em outro lugar. Só tenho a agradecer por tudo que fizeram por mim´´, revelou Luis.

O lateral seguiu para Goiânia, sua cidade natal, onde segue mantendo a forma física e analisando as propostas.

``Assim que anunciamos o meu desligamento da Ponte já começaram a chegar algumas sondagens, mas quem está cuidando dessa parte é o meu empresário. Tenho certeza que nos próximos dias já teremos novidade mais concreta para anunciar à vocês´´, destacou.


Nos primeiros anos da carreira, Luis Ricardo se destacou como atacante atuando pelo Mirassol, Avaí e Ponte Preta. Em 2010 foi contratado pela Portuguesa, onde foi deslocado para a lateral-direita. Nessa posição atraiu a atenção de grandes clubes do futebol brasileiro e acabou assinando contrato por três anos com o São Paulo, no final de 2013.

Antes de retornar à Ponte Preta, no começo da temporada, fez história no Botafogo, onde permaneceu por quatro anos, tendo conquistado a Taça Guanabara e o Campeonato Brasileiro da Série B, em 2015, e o Campeonato Carioca, em 2018.

Aos 35 anos, Luis Ricardo se diz preparado para encarar novo desafio na carreira.

``Quando olho para trás só consigo ter orgulho da história que construí no futebol. Estou muito motivado para iniciar grande projeto´´, finalizou.




Foto: Divulgação / Ponte Preta - Fonte: AV

Atacante brasileiro revelado pelo Horizonte-CE é campeão na Macedônia


O domingo foi de festa no futebol da Macedônia do Norte. Bicampeão com quatro rodadas de antecipação, o Shkendija recebeu o troféu do título nacional após a goleada em casa por 4 a 1 sobre a Akademija Pandev, em confronto disputado no Gradski Stadion, na cidade de Tetovo.


Autor de um dos gols do triunfo, e destaque do elenco rubro-negro, o atacante brasileiro Stenio Júnior comemorou intensamente a conquista de seu quarto título pelo clube, após o campeonato nacional da temporada passada e a Copa da Macedônia em 2017 e 2018.

``A campanha do Shkendija foi sensacional. Sempre estivemos na liderança e abrimos  distância grande para os rivais. E nossa trajetória foi coroada domingo com grande festa ao lado de nossa torcida. Agora é comemorar e já projetar a próxima temporada, em que vamos procurar não apenas manter a hegemonia nacional, mas também bom papel na Liga dos Campeões da UEFA´´, disse o atleta de 27 anos, que tem contrato até junho de 2020.

DE FORTALEZA PARA A EUROPA

Natural de Fortaleza, Stênio Marcos da Fonseca Salazar Júnior nasceu no dia 10 de junho de 1991. Sua trajetória no futebol teve início no Horizonte, clube da primeira divisão cearense, onde permaneceu até 2013, quando foi contratado pelo Litex Lovech, da Bulgária.

 Após empréstimo ao Pelister, da Macedônia, transferiu-se ao Shkendija em 2014, período em que conquistou duas edições do campeonato e duas da Copa da Macedônia, além de disputar em diversas oportunidades a Liga dos Campeões e a Liga Europa.



Foto: Arquivo pessoal / Fonte: Tática Assessoria


Atacante Ronald, revelado pelo Inter e que estava no Boavista (POR), é o novo reforço do Botafogo-SP


O Botafogo, de Ribeirão Preto, tem mais um reforço para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta segunda-feira (20/5), o Tricolor anunciou a contratação do atacante Ronald, de 22 anos, que estava no Boavista (POR). Ele foi r
evelado nas categorias de base do Internacional e assinou contrato com o Pantera até maio de 2021.

Ronald Sant’Anna Rodrigues surgiu como uma das grandes promessas do clube gaúcho.  Em 2017, sagrou-se campeão do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, organizado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), quando foi eleito o craque da competição.

O atacante subiu para o elenco principal do Colorado no início do ano passado, mas deixou o clube em julho após ser negociado com o Boavista (POR).

Ronald está liberado para atuar somente a partir de 1º de julho, quando abre a janela de transferências internacionais.

FICHA TÉCNICA

Nome: Ronald Sant’Anna Rodrigues
Data de Nascimento: 05/02/1997
Local de Nascimento: Rio de Janeiro
Altura: 1,61 / Peso: 57 kg
Clubes: Internacional e Boavista (POR)



FELIPE SARAIVA E JÚLIO CÉSAR ESTÃO À DISPOSIÇÃO

O Botafogo inicou nesta segunda-feira (20) a preparação para o duelo contra o Operário-PR, marcado para o próximo sábado (25), às 19 horas, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, pela quinta rodada da Série B do Brasileiro.

As novidades foram as presenças dosatacantes Julio Cesar, recém-contratado, e Felipe Saraiva, recuperado de lesão muscular, que devem ficar à disposição de Roberto Cavalo para o duelo contra o Operário.

Por outro lado, o zagueiro Naylhor continua entregue ao departamento médico.

O Botafogo é vice-líder da Série B do Brasileiro, com nove pontos, contra dez do Londrina, o primeiro colocado.



Foto: assessoria de imprensa do Botafogo

Com objetivos diferentes na Série B, Criciúma e Guarani se enfrentam no estádio Heriberto Hülse

Criciúma e Guarani se enfrentam nesta terça-feira (21/5), às 19h15, no estádio Heriberto Hülse, o Majestoso, em Criciúma (SC). O duelo é valido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a segunda divisão nacional.

Os donos da casa buscam a primeira vitória na competição para sair do Z4. O Tigre aparece na 18ª posição, com apenas dois pontos ganhos - dois empates e duas derrotas. O CRB é o primeiro fora da zona de rebaixamento, com três pontos.

O Bugre, por sua vez, entra em campo em busca dos três pontos para entrar, mesmo que provisoriamente, na zona de acesso. O Alviverde parece na 12ª posição, com cinco pontos, dois atrás do Bragantino, que fecha o G4.

Na rodada passada, as duas equipes jogaram fora de casa. O Criciúma foi derrotado pelo Atlético Goianiense por 3 a 1, em Goiânia (GO), enquanto o Guarani empatou com o Paraná por 0 a 0, em Curitiba (PR).

Retrospecto

Criciúma e Guarani já se enfrentaram oficialmente 20 vezes, sendo nove partidas pelo Brasileirão e 11 pela Série B. O retrospecto é favorável ao time paulista. Foram nove vitórias do Bugre, seis empates e cinco triunfos do Tricolor criciumense. O Guarani assinalou 30 gols, contra 22 do Tigre.

Tabu

Como visitante, o Guarani não vence o Tigre há 22 anos. A última vitória foi por 3 a 1, gols de Rubens Júnior, Ailton e Jean Carlo, pelo Brasileirão de 1997. De lá para cá, o Bugre visitou o Criciúma mais sete vezes, com três derrotas e quatro empates.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

domingo, 19 de maio de 2019

CRB desafia retrospecto para vencer o invicto Coritiba no Rei Pelé

O CRB recebe o invicto Coritiba na noite desta segunda-feira (20/5), às 20 horas, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), no encerramento da quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a segunda divisão nacional.

O Galo ocupa a 16ª colocação da tabela de classificação, com três pontos, mesma pontuação do Vitória, que abre a zona de rebaixamento. Já o time paranaense, que ainda não perdeu, ocupa a nona posição com cinco pontos, dois a menos que o Bragantino, que fecha o G4.

Na rodada passada, o Alvirrubro alagoano venceu o Brasil de Pelotas, fora de casa, por 2 a 0, enquanto o Coxa empatou, em casa, com o Londrina por 0 a 0.  

CRB e Coritiba já se enfrentaram oficialmente apenas oito vezes. O retrospecto é amplamente favorável ao Alviverde. São cinco vitórias do Coxa, contra uma do time alagoano e um empate. Os paranaenses assinalaram 13 gols, contra seis dos regatianos.

O único triunfo do CRB sobre o rival paranaense foi há 12 anos, por 1 a 0, gol de Marcelo Nicácio, pela 29ª rodada da Série B de 2007, realizado no Rei Pelé.

No encontro mais recente, eles empataram por 1 a 1, em Maceió, no Rei Pelé, pela 28ª rodada da Série B do ano passado. O Coritiba saiu na frente com gol de Rafael Lima, aos 19 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, o CRB chegou ao empate com gol de Mazola, aos 14.




Fonte: Luiz Carlos Éden - Sorocaba (SP)

Caiu o segundo treinador na Série B: Vitória demite Cláudio Tencati

Nem terminou a quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e já caiu o segundo treinador. O primeiro foi Givanildo Oliveira, demitido do América-MG logo após a derrota em casa para o Botafogo, de Ribeirão Preto, por 1 a 0, na segunda rodada. Agora quem perdeu o emprego foi Cláudio Tencati, demitido neste domingo (19/5) pela diretoria do Vitória.

A pressão em cima de Cláudico Tencati ficou insuportável após a terceira derrota seguida para clubes paulistas. Após apanhar do Botafogo e Guarani, no sábado, em Salvador, o Rubro Negro baiano perdeu, de virada, para o São Bento por 3 a 1 e não conseguiu sair da incômoda zona de rebaixamento, com apenas três pontos dos 12 disputados.

No primeiro tempo, com gol de Felipe Garcia, o Vitória foi para o intervalo vencendo por 1 a 0. Porém, ao lado da sua torcida, a equipe levou passeio na etapa final e sofreu três gols, sendo impiedosamente vaiado pelos torcedores, que pediram a cabeça do treinador.

Após demitir Cláudio Tencati, o presidente Paulo Carneiro prometeu anunciar nesta segunda-feira (20) o novo do novo comandante. O próximo desafio do Vitória será diante do Atlético-GO, em Goiânia.

DANÇA DOS TÉCNICOS NA SÉRIE B


1) AMÉRICA-MG: saiu Givanildo e chegou Maurício Barbieri
2) VITÓRIA: saiu Cláudio Tencati

Fernandópolis, Francana, Rio Branco, Marília, Paulista e Flamengo seguem líderes na Quarta Divisão do Paulista

Foi realizado neste final de semana a primeira rodada do returno da primeira fase do Campeonato Paulista da Quarta Divisão. Os líderes de cada uma das seis chaves são: Fernandópolis (Grupo 1 - mascote ao lado), Francana (Grupo 2), Rio Branco (Grupo 3), Marília (Grupo 4), Paulista (Grupo 5) e Flamengo de Guarulhos ( Grupo 6).

Vale lembrar que, após os jogos de turno e returno, dentro dos respectivos grupos, os quatro primeiros colocados de cada chave, em total de 24 clubes entre os 41 participantes, garantem classificação à segunda fase. O campeão e vice subirão para a Terceira Divisão (Série A3) do Campeonato Paulista em 2020.

No Grupo 1, a briga pela liderança está entre Fernandópolis, Tupã e Andradina, todos com 14 pontos. Porém, nos critérios de desempate, a vantagem atual é do time da cidade de Fernandópolis.

Mesmo jogando dentro de casa, o Fernandópolis ficou no empate sem gols diante do José Bonifácio, que segue dentro do G4, na quarta colocação. Por sorte, Tupã e Andradina empataram em 1 a 1 e ninguém conseguiu alcançar a ponta da tabela de maneira isolada.

Grupo 1

Tupã 1 (Lucas) x Andradina 1 (Mancha)
Bandeirante 1 (Niltinho) x América 0
Fernandópolis 0 x 0 José Bonifácio

CLASSIFICAÇÃO

1º Fernandópolis - 14 pontos
Tupã - 14
Andradina - 14
4º José Bonifácio - 8 pontos
5º América - 7 pontos
6º Osvaldo Cruz - 5 pontos
7º Bandeirante - 4 pontos

Pelo Grupo 2, a Francana (mascotes acima e abaixo) disparou na ponta da tabela de classificação, agora com 15 pontos, ao visitar o Sãocarlense, na cidade de São Carlos, e golear por 4 a 0. Léo Santos, Wiliam, João Vitor, em linda bicicleta, e Octavio foram os autores dos gols do líder.

Grupo 2

Inter de Bebedouro 1 (Giovani) x Catanduva 1 (Caio Reis)
Catanduvense 0 x Taquaritinga 1 (Renan)
Sãocarlense 0 x Francana 4 (Léo Santos, Wiliam, João Vitor e Octavio)

CLASSIFICAÇÃO

1º Francana - 15 pontos
2º Matonense - 10 pontos
Taquaritinga - 10
Inter de Bebedouro - 10
5º Catanduvense - 8 pontos
6º Catanduva - 7 pontos
7º Sãocarlense - 4 pontos

Mesmo folgando na rodada deste final de semana, o Rio Branco (mascotes acima e abaixo), de Americana, segue na liderança isolada do Grupo 3, com 14 pontos. O vice-líder é o XV de Jaú, que atuando na cidade de Águas de Lindóia não teve dificuldades para golear o Brasilis por 3 a 0.

Grupo 3

União Barbarense 2 (Luís Antônio e Eliandro) x Itapirense 3 (Mosquito, Luan e Danilinho)
Brasilis 0 x XV de Jaú 3 Fleck, Zunquinha e Batalla)
Jaguariúna 2 (Davi e Estevão) x Independente 3 (Lucas Mineiro, Lucas Soares e Gustavo Gomes)

CLASSIFICAÇÃO

1º Rio Branco - 16 pontos
2º XV de Jaú - 14 pontos
3º Itapirense - 11 pontos
4º Independente - 10 pontos
5º Brasilis - 6 pontos
6º Jaguariúna - 5 pontos
7º União Barbarense - 4 pontos

Já no Grupo 4, o único com apenas seis clubes, não houve rodada. E o líder segue sendo o Marília (mascote acima), com 11 pontos, seguido de parte por Assisense e Itararé.

CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO 4
1º Marília - 11 pontos
2º Assisense - 10 pontos
3º Itararé - 9 pontos
4º VOCEM - 5 pontos
Santacruzense - 5
6º Elosport - 0

Pelo Grupo 5, o tradicional clássico caipira, disputado em Jundiaí, deu Paulista (mascote acima), que disparou na liderança da chave com 17 pontos, ao bater o São José, que segue dentro do G4, por 2 a 0, gols de Edinan e Tuxa.

Grupo 5

Atlético Mogi 1 (Natanael) x Amparo 6 (Mayco 3 e Lauro 3)
Paulista 2 (Edinan e Tuxa) x São José 0
Joseense 4 (Wilson 2 e William 2) x União Mogi 1 (Matheus Bernardes)

CLASSIFICAÇÃO

1º Paulista - 17 pontos
2º Amparo - 12 pontos
3º Joseense - 10 pontos
São José - 10
5º União Mogi - 7 pontos
6º Manthiqueira - 6 pontos
7º Atlético Mogi - 1 ponto

Finalizando, no Grupo 6, o Flamengo, de Guarulhos (veja mascote acima), segue na liderança após empatar, fora de casa, com o Mauá por 1 a 1. Afinal, o vice-lider União Suzano, diante da sua torcida, foi goleado pelo Mauaense por 6 a 0.

Grupo 6

União Suzano 0 x Mauaense 6 (Kelvin 3, Marcelo 2 e Teixeira)
Mauá 1 (Vidoto) x Flamengo 1 (Renato)
Guarulhos 4 (Victor, Vinicius, Gabriel e Alanderson) x Barcelona 0
 
CLASSIFICAÇÃO

1º Flamengo - 14 pontos
2º União Suzano - 13 pontos
3º Guarulhos - 10 pontos
Mauaense - 10
5º Mauá - 9 pontos
6º Barcelona - 7 pontos
7º Jabaquara - 1 ponto

Vila Nova-GO, de Diego Jussani, festeja vitória em cima do Botafogo-SP, em Ribeirão Preto


A vitória do Vila Nova-GO por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP, no sábado (18/5), em Ribeirão Preto, foi um dos destaques da quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O primeiro triunfo do Tigrão na competição aconteceu exatamente diante do então líder, que havia vencido todos os seus três jogos anteriores e defendia longa invencibilidade.


``Sabíamos das dificuldades de enfrentar um time forte, que liderava o campeonato e ainda jogaria com o apoio de sua torcida. Mas nos preparamos bastante para essa partida e, acima de tudo, entramos em campo focados. Todo o grupo está de parabéns´´, ressaltou o zagueiro Diego Jussani.

Para o defensor, o resultado fortalece a equipe para as próximas rodadas.

``Uma vitória como a de sábado, fora de casa, dá muita confiança. Vamos ter mais tranquilidade para trabalhar e o objetivo agora é ter sequência positiva, o que nos levaria às primeiras colocações do campeonato´´, acrescenta Jussani.


O Vila Nova volta a campo pela Série B na próxima sexta-feira (24), quando vai até Alagoas para enfrentar o CRB. O confronto será disputado às 19h15, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.




Foto: Divulgação / BL Sports   - Fonte: Tática Assessoria

Novorizontino vence Tupi, em Juiz de Fora, e lidera grupo A14 da Série D


No sábado (18/5), o Novorizontino entrou em campo no Estádio Mario Helênio, em Juiz de Fora (MG), e manteve a invencibilidade e liderança do Grupo A14 da Série D do Campeonato Brasileiro, na terceira e última rodada do turno. Com gols de Cléo Silva e Danielzinho, o Tigre venceu o Tupi por 2 a 0 e chegou aos sete pontos.

``Entramos determinados e focados em tudo o que trabalhamos para esse jogo. Fomos muito felizes técnica, tática e psicologicamente, conseguimos controlar a maior parte do jogo. Enfrentamos grande adversário, mas apesar das dificuldades, em jogo truncado, tínhamos em mente que a vitória nos aproximaria ainda mais da classificação. Graças a Deus conseguimos os três pontos. Agora continuamos com nossos trabalhos, focados ainda mais em nosso objetivo´´, disse o atacante Cléo Silva.

O técnico Moisés Egert ficou animado com desempenho do Novorizontino.

``Foi uma grande vitória. Jogo que sabíamos do nível de dificuldade que enfrentaríamos. Pegamos adversário que acredito tenha feito sua melhor partida. Nosso trabalho coletivo e individual também foi muito bom. Soubemos competir, ter leitura e ganhar. Os gols nos trouxeram controle, domínio e tranquilidade, que fez com que nos adaptássemos, sabendo aproveitar cada momento da maneira correta´´, avaliou o treinador.

Moises Egert ainda enalteceu os trabalhos da equipe.

``O que também fez a diferença foi a semana muito boa e forte de preparação, bela logística. Não diferente do que acredito que será na semana que vem. Sempre digo aos atletas que, para que tenhamos um dia vencedor no jogo, precisamos de rotina vencedora. Isso tem acontecido nesse grupo, que é determinado, unido e a cada momento tem se fortalecido ainda mais em torno do único objetivo. Estamos felizes e manteremos nossos pés no chão, dando um passo de cada vez em nosso processo de evolução´´, frisou.


O Novorizontino volta a campo na sexta-feira (24), dentro de casa, no Jorjão, onde novamente enfrentará o Tupi, às 19h30 pela quarta rodada da competição, a abertura do returno da primeira fase da Série D.

O Novorizontino jogou com Oliveira; Cleiton, Flávio Boaventura, Juliano e Paulinho; Léo Baiano, Nando Carandina (Reverson) e Danielzinho; Cléo Silva (Jairo), Carlinhos (Thiago Humberto) e Carlão.




Foto: Luiz Felipe / Tupi FC